Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
» [ Bolão - 23/06 ] Vem Hexa!
Hoje à(s) 18:06 por Kazui

» [ Bolão - 22/06 ] O Hexa é real!
Hoje à(s) 18:04 por Uta

» [ Bolão - 21/06 ] Vem Hexa!
Hoje à(s) 18:02 por Uta

» [Compras] jutsus de clã
Hoje à(s) 17:55 por DelRey

» [RP - Cap] A espada de dois gumes, Oni e Omoii
Hoje à(s) 17:36 por Oni

» [Smith] Rize
Hoje à(s) 17:36 por Aoi

» Shark Cave サメ洞窟
Hoje à(s) 17:29 por Yamm

» [M.F] 海賊カード Pirate's Card
Hoje à(s) 17:25 por DelRey

» [Banco] Hatake Sakata
Hoje à(s) 17:24 por Kaginimaru

» [Modificação de Ficha] Hatake Sataka
Hoje à(s) 17:17 por Kaginimaru


Convidado


20/6/2018, 18:15
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações

<

[CHAMADO] RP Same - Invasão

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[CHAMADO] RP Same - Invasão - em 12/6/2018, 18:25

Link da Batalha: [QUEST - SOLO] Dominando o Desconhecido
Jogadores Envolvidos: Same e Hitsugaya
Motivos do Chamado: Bom, o motivo do chamado é bem simples, onde o jogar Hitsugaya invadiu meu tópico, com algumas informações um pouco "confusas". O personagem de tal se rebelou de sua Vila, e se refugiou em Amegakure, até ai tudo certo. Ao chegar, no post de chegada, buscava algum alvo, sabe-se Deus o motivo. Logo, o mesmo entrou no meu tópico de Quest Solo (link acima), com algumas ausências de informações.

"Após o depressível ocorrido, seguiu adiante quando encontrou ao grandioso galpão. Dois homens guardavam a entrada como guarda, o simples aproximar de meus passos lhe fizeram fechar ao rosto e notificar —— Corra garoto, aqui não é lugar para bichas —— foi o que ouviu, nem ao menos pode entender o motivo do apelido aplicado, mas se enfureceu, enfureceu-se num despertar, seus olhos desejavam ao sangue e assim teria. Sua velocidade era perspicaz e destaque naquela cidade, mais dois tiveram a cabeça descolada no corpo apenas graça a ela, a espada balançou no expulso ao sangue.

A porta foi aberta anunciando a sua entrada, teria decidido que ali seria onde passaria a noite"

Ai está  dos erros que e ia concepção foi um ato de GM. Em um trecho citei que não era tão simples entrar ali.

Na entrada do galpão, tinha dois guardas. Eles ficavam na porta oculta a cada 6 horas, e tinha um controle de todos que iriam entrar no local. Same e Shoto passavam pela entrada, e se dirigiam a um grande saguão, vazio, sem mais nenhuma pessoa ali.

O jogador simplesmente chegou, e matou os guardas, mesmo eu mencionando em um dos meus posts, que o local tinha um controle exato de pessoas que entrariam lá, e que a cada seis horas os guardas ficariam próximo a porta para fazer esse controle de pessoas. O personagem logo em seguida matou os guardas, e entrou no local, sem saber onde estava a porta, ou sem estar com alguém que saberia onde estava essa porta. Na minha RP, estou com meu sensei, que tinha conhecimento sobre o local, e me direcionou até lá.

Além disso, o jogador faz uma afirmação de ataque aos guardas, e acredito que isso seja outro GM, pois ele não sabe o nível ou habilidade dos guardas, e creio que mesmo por serem NPC's, eles deveriam ser considerados, e o jogador deveria fazer uma tentativa de movimento, e não afirmar que matou os guardas.

Outro ponto questionável da parte do player Hitsugaya:

A porta foi aberta anunciando a sua entrada, teria decidido que ali seria onde passaria a noite, mas para seu desprazer o que viu foi apenas mais duas pessoas ali —— Retirem-se agora —— anunciou, fingindo dar algum tempo para os cadáveres em sua frente. Os selos foram feito de maneira sagaz, e o vento anunciou a profecia do primeiro ato, a morte.

Outra desconsideração do meu post, onde ele ignorou o ato do meu sensei em alguns posts atrás.

Shoto fazia alguns selos, e tocava sua mão no chão, fazendo surgir uma grande sala branca, que por fora, não podia ser vista, e nem ver o que tinha dentro. Aquilo era uma espécie de proteção, para caso alguém visse os dois, ou caso Same perdesse seu controle.

Eu mencionei diversas vezes durante a RP, o motivo do Sensei não querer que as pessoas vissem o treinamento, pois muitos invejam a Kekkei Genkai do clã, e ali seria um esconderijo de ilusionistas, e isso causaria alguma baderna. Esse é o motivo dele ter usado um jutsu, que criaria uma cúpula, e quem estivesse de fora, não podia ver nem a cúpula, nem o que estivesse dentro.

Além desses pontos, o jogador simplesmente atacou o personagem, e mesmo o arquétipo Vilão, não dá motivos pra ele sair atacando alguém sem motivos. O pior de tudo, é atacar alguém, que ele não viu, pois na RP, nada fora do jutsu de Shoto (meu sensei) pode ver o jutsu nem o que há dentro.

_______________________

avatar
Chūnin
Chūnin
Re: [CHAMADO] RP Same - Invasão - em 12/6/2018, 18:40

1. Ele busca reconhecimento, viste "Amegakure no Sato, com certeza já tinha escutado rumores sobre os piores bandidos que ali teriam pisado, e imaginou-se por um momento temido por eles, ele deveria ser temido naquele local, mas como seria?" Trecho retirado da chegada no local > http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t59609-chegada-o-ato-da-verdade

2. Não deu nenhuma informação sobre a "porta oculta" e esse foi meu ponto base para considerar e narrar como uma porta, não sou adivinho. Além do mais, npc não tem direito de interferi em PVP, muito menos quando o PLAYER tenta condicionar tudo ao seu favor, num rp solo, para que não sofra nenhuma ameaça. Isso sim é considerado um "GM".

3. Novamente NPC não tem esse poder todo, muito menos de usar uma técnica de ocultação sem descrição apenas pq vc deseja novamente cometer um GM para ser imbatível em on. Se for assim eu narro que um senhor fortão apareceu ali e matou geral XD.

4. Caralho vey, tu leu minha ficha? Personalidade > 
Toshiro é um jovem extremamente frio e calculista, sua seriedade toma conta de sua vida shinobi deste de criança, é um garoto bastante esperto e considerado até mesmo um sábio pelos seus antigos professores da academia. Sua postura sempre demostra impiedade para com seus inimigos, e pouca compaixão para os aliados. Sua grande meta ainda está a despertar, mas um ódio contra o mundo shinobi cerca a sua alma graças ao seu passado, onde foi abandonado e viveu grande parte da vida sobrevivendo com o pouco que conseguia arrumar.

Além de que ele tava buscando um lugar para se refugiar pela noite, o fato de você e o velinho ta lá foi coincidência em ON, e por isso ele apenas desprezou e tentou matar vcs XD. No entanto, aproveito ao chamado para trazer uma questão em ponto: O mesmo não estaria a cometer um GM em tentar condicionar tudo usando apenas NPCs não? Espero que o juiz ou juíza entende os pontos trazidos aqui: Ele tentou, e ta abrindo chamado por tentar usar npc para lutar um pvp por ele.

Edit: http://narutorpgakatsuki.com.br/t58699-chamado-de-juiz = um outro chamado que rolou caso parecido, de narrador tentando usar a narração a favor do usuário Axle para cancelar as habilidades da Isabell@.

_______________________



The legend of Korra
——
avatar
Raikage
Raikage
Re: [CHAMADO] RP Same - Invasão - em 13/6/2018, 05:30

Análise:

Análise

Antes de começar a julgar propriamente o chamado, particularmente, não gosto de narrativas convenientes de nenhum dos lados, pois como o próprio nome diz, são conveniências para levar algum tipo de vantagem. Outra coisa que é evidente, para mim, em um fórum de RPG, é o RPG (Role-Playing Game).

Por definição, é um jogo em que o RP é fundamental para absolutamente qualquer coisa. Pelo roleplay, fica claro que o personagem do Hitsugaya nutre ódio por muitas coisas em razão de sua infância e foi, desde o momento que chegou em Ame, disposto a matar pessoas (o que se espera não ser amigos dele). Muito forçada a ideia de que o personagem não teria motivos para o confronto.

Não é metagaming do Hitsugaya ir para Ame, onde todos os nukenins se instalam neste fórum. Seria diferente se estivesse em uma floresta no meio do nada e ele chegasse lá procurando alvos para matar. Até onde sei, a vila em que estão é um antro de criminosos, o que justifica a ação de buscar alvos em Ame.

Também me parece muito forçada e conveniente a "técnica" de Shoto, que sequer existe ou foi postada (até o poderoso Mestre NPC tem que postar descrição das técnicas), para proteger contra tudo e todos, para não dizer que é metagaming ou God-Mode, pois como outras pessoas poderiam ter "inveja" do clã, se não sabem de que clã seu personagem é, Same? Não me parece crível impor essa defesa para impedir aproximação de qualquer pessoa, ainda mais para evitar PvP que, junto com os eventos mundiais, são as coisas mais importantes do fórum.

Chamo atenção para o fato de a ficha do Same não trazer nenhuma menção à história dele no clã Kurama, o que me faz pensar que as pessoas de Ame jamais poderiam ter o conhecimento a respeito disso, o que torna ainda mais fantasiosa a ideia de protegê-lo de "inveja".

Sobre matar os guardas, a própria narrativa deixa claro que eles se juntavam na porta em um período de tempo. Simplesmente deu todos os mecanismos para o Hitsugaya localizar a porta e matá-los. O rapaz era um chunin de Konoha, com 3 pontos de inteligência e 4 de ninjutsu, enquanto os guardas eram só guardas, o que deixa claro que poderia fazê-lo, sem caracterizar auto-hit.

A falha narrativa foi sua, Same, ao não descrever qual seria o nível dos guardas, quando os colocou no tópico. Bastava um simples "Guardas de nível Chunin" para que viabilizasse alguma narrativa por parte do Hitsugaya. Como não o fez, abriu brecha para que fosse considerado da forma que melhor lhe aprouvesse.

Cito exemplo dos Samurais, quando acharam o Sasuke invadindo a reunião dos Kages, e foram massacrados. Ao terem o controle preciso de quem chegava no lugar, apenas teriam ciência da chegada, mas não seria impossível que qualquer um invadisse, como pretende.

Além disso, lembro-me que no passado não muito distante, houve invasões à tópicos por seguidores de Jashin, onde ninjas NPC de nível Jonin+ foram ignorados. Sendo assim, não há como cogitar que NPC´s podem interferir, de qualquer maneira, em ações de eventos ou PvP (é, estou colocando o PvP no nível de um evento mundial, se não for maior ainda). Portanto, nada de NPC interferir aqui.

Embora eu não goste da ideia de invasão de quest (solo ou com narrador), por questões de organização do jogo, não há regra alguma que impeça de acontecer. Hora de seguir com a luta normal.

E sim, respondendo ao questionamento final do Del Rey, me parece um chamado totalmente desnecessário e para ganhar tempo, mas não gosto de encerrar lutas através de punições (até por prezar pelo PvP como expliquei acima). Ficará apenas advertência aos dois. Sim, aos dois, pois "pau que dá em Chico, dá em Francisco".


Obs.: Pela regra de chamados de juízes, o WO não reinicia, então fiquem atentos ao prazo. Também peço que se atentem para não chamar juiz sem justificativa plausível, pois essa conduta será punida na forma da regra (advertência já dei acima).

Por último, nem precisava responder tanto, pois esses casos já foram julgados antes, mas o fiz para evitar discussões. Este é o veredito, então sejamos razoáveis.

_______________________


Minha Ficha | Meu banco | Minha Casa | Campo de treinos | Gabinete | Criações de jutsus

Narração
_Falas
"Pensamentos"
*Ações*

Gastos e Danos de Jutsus:
Rank E: 00(10un) & 00;
Rank D: 10(10un) & 25;
Rank C: 25(30un) & 45;
Rank B: 50(50un) & 70;
Rank A: 100(100un) & 140;
Rank S: 200(200un) & 280;
Rank -: 75 & 90.
avatar
Tsuchikage
Tsuchikage
Re: [CHAMADO] RP Same - Invasão - em 13/6/2018, 10:38

Link da Batalha: [QUEST - SOLO] Dominando o Desconhecido
Jogadores Envolvidos: Same e Hitsugaya
Motivos do Chamado: Defesa invalida, creio. Primeiro deixarei os trechos citado:
Ataque escreveu:—— Retirem-se agora —— anunciou, fingindo dar algum tempo para os cadáveres em sua frente. Os selos foram feito de maneira sagaz, e o vento anunciou a profecia do primeiro ato, a morte.

//Considerações:
Meu ataque foi simples, um só jutsu na direção de você e o npc. Em velocidade máxima (04).

Defesa escreveu:"Referem-se daqui agora". Era a frase pronunciada pela figura que desafiava Kyo e seu Sensei. Kyo se levantava, e respondia o jovem. - Qual sua autoridade pra dizer algo tão audacioso? Isso realmente me deixou muito irritado. Shoto-sensei, não se intrometa. - Após pronunciar a frase provocadora, o jovem menino lança um ataque, de sua natureza de vento. Ao mesmo tempo Same saca sua espada, e faz um movimento atacando a ofensiva do oponente, como se fosse algo sólido, para que sua Samehada sugasse a técnica lançada, impedindo o ataque do menino. Caso a defesa fosse sucedida, se colocava em posição de combate. Estava a 20m do menino.

//Considerações:
"Como não considerou a distância, fiz isso. Cortei seu jutsu fuuton com a Samehada, seguindo as regras da arma, como meio de defesa."

Vejam que ele considerou 20 metros, e que um jutsu rank A com 04 pontos em nin é de 19m/s, logo meu ataque chegaria praticamente imediatamente a ele. Mas além disso, vale ressaltar que eu falei e fiz os selos (a técnica nem requer selos na real, logo não levaria mais de 1 segundo). Já ele, ouviu eu, ai se levantou, falou com sensei e considerou que ainda viu meu ataque, mas ele só tem 1 de velocidade, o que levaria ele a ser atingido em cheio. Vale lembrar que em nenhum momento ele utilizou da narração para avisar a velocidade usada, podendo assim considerar 0.

Além do mais o jutsu usado foi: 
Kaze no Yaiba
Rank: A
Descrição: Esta técnica é um ataque milimétrico cortante, onde o usuário emite chakra de seus dedos e materializa-lo em uma arma perto de invisível que ataca o inimigo em uma rajada de vento. Se a técnica Sickle Weasel pode ser considerada como um enxame de kunais de vento, então, esta técnica é semelhante a uma espada longa inevitável que pode deixar o corpo do alvo mutilado. Assim sendo, em estreita proximidade com a técnica pode causar pequenos cortes. As lâminas de vento podem ser criados e lançados, como projéteis, em rápida sucessão.

Com intenção de matar rapidamente, logo creio que poderia considerar ele morto se meu chamado tiver correto?

_______________________



The legend of Korra
——
avatar
Raikage
Raikage
Re: [CHAMADO] RP Same - Invasão - em 13/6/2018, 10:48

Vale ressaltar o seguinte trecho:
Após pronunciar a frase provocadora, o jovem menino lança um ataque, de sua natureza de vento. AO MESMO TEMPO Same saca sua espada, e faz um movimento atacando a ofensiva do oponente, como se fosse algo sólido, para que sua Samehada sugasse a técnica lançada, impedindo o ataque do menino.

Vi você entrando, respondi sua frase logo em seguida e ao mesmo tempo fiz a defesa. Além disso, se tem Rank requer selos. Não vejo seu ataque mortal pois não considerou como ele seria feito, apenas que ele viria em minha direção. Pegar a espada e colocar na minha frente não demora muito tempo ao meu ver.

_______________________


Sorrio para mostrar a pressão dos Heróis, e esconder o medo dentro de mim. "
avatar
Genin
Genin
Re: [CHAMADO] RP Same - Invasão - em 13/6/2018, 22:34

Análise:

Análise

E lá vamos nós... Sim, é uma referência ao Pica-Pau pegando a vassoura da bruxa, no lendário episódio do "Pague 50 centavos". Não esperava que tivesse que julgar algo no post seguinte, mas já que preferem assim, que seja.

A questão é tão simples de resolver que o veredito é quase óbvio. Vai por mim, não é perseguição e nem chatice, é só que a defesa realizada é falha de várias formas (muitas mesmo). Todavia, por economia, vou me ater às duas principais: lógica e tempo.

Pela lógica, você vê alguém se aproximar e te mandar sair do lugar que você estava primeiro e o que você faz? Você faz um pequeno discurso antes de se levantar, lentamente e antes mesmo de tentar se defender de um ataque que foi lançado imediatamente. Pelo tempo, ainda mais grave a falha. O agressor falou "Retirem-se agora" e usou um jutsu que demoraria 1 segundo para atingir o alvo.

A fala do defensor dita depois que o agressor falou primeiro ("Qual sua autoridade pra dizer algo tão audacioso? Isso realmente me deixou muito irritado. Shoto-sensei, não se intrometa") levaria pouco mais de 6 segundos (sim, eu cronometrei para verificar). Ou seja, a distorção do tempo causada pelo seu post, Same, foi o grande erro de defesa, que só foi feita depois. Pouco importa se você narrou que faria a defesa ao mesmo tempo, pois suas ações contradizem sua narração, falha.

Desculpe, mas em lugar algum diz que jutsus de rank tem selos. Talvez tenha se confundido com a regra de que jutsus criados tem selos de mão. Aqui não se trata de jutsu criado, então nada o obriga a ter selos. Vide um jutsu muito bom e destrutivo chamado Rasengan que não requer selo algum. Então, forçada demais a ideia dos selos. Mas ainda que eu dissesse que tem os selos (o que não é o caso), ainda não daria tempo de fazer sua defesa.

Lembre-se que, como diz o meu marido, "o uso do vernáculo em excesso traz saudações matinais aos equinos". Isto é: quem fala demais dá bom dia a cavalo.

Em conclusão, você falou demais e com isso foi atingido pelo jutsu de vento. No entanto, ao contrário do que o Hitsugaya pretende, ele não fez menção direta ao objetivo "morte" em seu post. Faz apenas referência, que a técnica seria profecia do primeiro ato dele ali, o que se pode entender como a "primeira" de muitas mortes naquela vila, mas não que o jutsu seria usado de forma mortal expressamente.

Esse era o objetivo dele ao chegar em Ame não é? Não foi por isso que ele invadiu o RP para começar? Caçar e matar pessoas que não são suas amigas? Sim, era o que ele queria, mas infelizmente, para ele, não foi o que foi narrado com o ataque. Talvez seja o caso de uma daquelas narrações convenientes que falei hoje de manhã. Sabe aquelas que eu disse que não gosto, por buscar levar vantagens em um momento posterior?

Além disso, em suas considerações, Hitsugaya, escreveu com todas as letras, em caixa alta: "Nada de 'AAAAAA VOU TE MATAR' apenas narrando o personagem e lutando". Não consigo entender porque agora pretende o "Com intenção de matar rapidamente, logo creio que poderia considerar ele morto se meu chamado tiver correto?". Você não narrou que tentaria matá-lo rapidamente... Respondendo-lhe, não, ele não está morto...

No geral, esse jutsu utilizado nem tem como objetivo principal e direto a morte do alvo (pela descrição e pelo que vi de vídeos).

Quem diria, no final, um falou demais e o outro, de menos.

Consequências: Same é atingido pelo jutsu rank A, levando dano do jutsu. Além disso, recebe 3 cortes pequenos (dois no rosto e um na perna esquerda) e um médio na barriga. Não há desconto de força, porque o personagem do Same tem 0 neste atributo.

Espero mesmo que tenham condições de fazer o cálculo correto dos danos, sem a necessidade de pedir avaliação sobre isso, porque já deixei expresso, quais são os danos sofridos, que foram considerados com base em razoabilidade.

PS: Não vou terminar a luta em punições, então lutem direito. E boa sorte na sequência, que deverá ser considerada, para fins narrativos, que o personagem do Same sacou a Samehada depois de se levantar machucado, à distância por ele informada em seu post.

_______________________


Minha Ficha | Meu banco | Minha Casa | Campo de treinos | Gabinete | Criações de jutsus

Narração
_Falas
"Pensamentos"
*Ações*

Gastos e Danos de Jutsus:
Rank E: 00(10un) & 00;
Rank D: 10(10un) & 25;
Rank C: 25(30un) & 45;
Rank B: 50(50un) & 70;
Rank A: 100(100un) & 140;
Rank S: 200(200un) & 280;
Rank -: 75 & 90.
avatar
Tsuchikage
Tsuchikage
Re: [CHAMADO] RP Same - Invasão - em 14/6/2018, 21:12

Link da Batalha: [QUEST - SOLO] Dominando o Desconhecido
Jogadores Envolvidos: Same e Hitsugaya
Motivos do Chamado: Narração afirmativa do jogador Hitsugaya. Esse será o primeiro ponto levado em questão, pelo motivo mais claro: Afirmação de ações em combate. Ao finalizar seus movimentos, o jogador proferiu a seguinte frase.

"Hitsugaya Toshiro, esse é o nome daquele que lhe trouxe a morte —— disse por fim."

Aqui vemos claramente que o usuário confirmou em seu post, que seu movimento seria concluído com êxito. Mesmo existindo poucas chances do meu personagem escapar, o ato de tentativa deveria ser narrado, ou colocado em considerações, coisa que o jogador não fez. Sendo assim, ele afirmou que meu personagem seria morto.

Outro fato importante. Ele desconsiderou meu jutsu, pelo fato dele ser COLABORATIVO, o Uramiame. Até ai, tudo certo. Creio eu que ao desconsiderar um movimento, ele não existiu, sendo assim, não teria o porque dele narrar a falha, se o movimento NÃO EXISTIU. Segue narração abaixo:

Não reagiu de imediato, a técnica lhe atingiu mesmo que tivesse sido brevemente avisado. Ferido se levantou, sacando a uma esquisita espada que recordava bastante a pele de tubarão. Selos foram criados por parte do inimigo, mas de inicio nada ocorreu, assistia tudo achando bastante graça —— É tão fraco que nem ao menos consegue formar a jutsus? —— zombou, e assistiu novamente a falha tentativa de invocar algo a campo, coitada dos animais aquáticos que aos poucos morriam sem a capacidade de respirar. Precisou parar por alguns segundos para que conseguisse se recompor dos risos —— Eu nunca achei que alguém faria um show de piada tão bem quanto você —— disse.

Também, o que o jogador considerou em suas Considerações:

Defesa: O jutsu de água foi anulado, como conversado com você (tenho print se tentar negar). E logo ocorreu o que ocorre com peixes fora d'água. Boa sorte ^^

Ele mesmo alegou o jutsu sendo anulado, logo, creio que ele deveria ter ignorado a ação, e feito um movimento sem citar as tentativas, que não ocorreram, já que a movimentação foi ANULADA.

Outra ocorrido que quero ressaltar. O tempo das falas. A Juíza me advertiu em sentido as falas, sendo que em minha opinião, as falas se tratam de pura RP. No anime há diversas cenas em que personagens conversavam durante as lutas. Fato importante, que a Juíza alegou que não faz o menor sentido:

Pouco importa se você narrou que faria a defesa ao mesmo tempo, pois suas ações contradizem sua narração, falha.

São músculos diferentes, e falar não me impede de me mover, então daria tempo o suficiente para poder sacar a espada ou fazer selos ao mesmo tempo em que eu falava. Peço que avaliem com imparcialidade, pois os fatos mostrados, devem ser levados em conta.

_______________________

avatar
Chūnin
Chūnin
Re: [CHAMADO] RP Same - Invasão - em 14/6/2018, 21:22

1 - Foi uma fala, meu personagem é egocêntrico, convencido e não admitiria derrota e sempre acharia que está ganhando. Além do mais eu não afirmei que você morreu, eu apenas falei. Se eu tivesse narrado ver você morto, pego seu corpo, considerado morto ai sim seria eu afirmando algo. Coisa que não ocorreu, apenas ocorreu uma fala.

2 - Jutsus diferentes, usados um após o outro mesmo que fosse uma ação que um depende do outro, em nenhum momento da narração/consideração você citou que o não uso de um iria anular o outro.

3 - Muito engraçado você considerar isso para cima da juíza, pois existe uma palavra simples que mudaria tudo: simultaneamente, usando ela você sim falaria enquanto se movia, mas você na real usou "APÓS", logo uma ação veio e APÓS ela outra, você sabe o significado disso?

Shoto-sensei, não se intrometa. - Após pronunciar a frase provocadora, o jovem menino lança um ataque

_______________________



The legend of Korra
——
avatar
Raikage
Raikage
Re: [CHAMADO] RP Same - Invasão - em 14/6/2018, 23:36

Análise:

Análise

Sinceramente eu esperava mais desse combate após o chamado anterior. Contudo, me surpreendi com o nível deste chamado e, sobretudo, com a forma como os jogadores envolvidos se quer refletiram a respeito da mensagem que foi passada: não tentar atrasar o combate através de chamados de juiz.

1) A fala citada é um clássico clichê no mundo dos Anime/Manga sem qualquer interpretação de seu uso como afirmação, portanto, nada errado.

2) O fato de ele narrar ou não a falha do jutsu não importa na prática. Ele errou em ter narrado a falha, sim, mas qual a relevância disso? A narração dele está correta e você falharia para conjurar a técnica por falta de requisitos, tal como Orochimaru falhou ao tentar invocar o Minato.

3) Seu argumento é tão falho quanto sua defesa inicial. Em momento algum considerei que falar o impediria de se mover. Foi você mesmo (Same) que narrou com todas as letras que depois que o agressor falasse, se levantaria e falaria. Seu erro foi esse, falar uma frase que levaria mais ou menos 6 segundos (tempo cronometrado), enquanto o atacante disse que falaria e usaria o jutsu ao mesmo tempo. É a narração que importa em um combate, sem ela o seu argumento não tem base.

Se você tivesse narrado suas ações concomitantemente a suas falas, talvez não estivesse nessa enrascada. Se tivesse colocado "Enquanto respondia ao homem que chegou, usaria a Samehada para se defender do ataque lançado", Sim, a sua defesa funcionaria perfeitamente, mas não fez isso. Por isso mesmo, disse que sua distorção do tempo levou à falha de narração para defesa. Não teria tempo suficiente para realizar as ações defensivas, depois de falar.

Não levou em consideração o quesito tempo para realizar suas ações.

Consequências: Não vou terminar a luta em punições, não adianta tentarem com chamados sem sentido como este... então lutem direito. Sigam com isso.

_______________________


Minha Ficha | Meu banco | Minha Casa | Campo de treinos | Gabinete | Criações de jutsus

Narração
_Falas
"Pensamentos"
*Ações*

Gastos e Danos de Jutsus:
Rank E: 00(10un) & 00;
Rank D: 10(10un) & 25;
Rank C: 25(30un) & 45;
Rank B: 50(50un) & 70;
Rank A: 100(100un) & 140;
Rank S: 200(200un) & 280;
Rank -: 75 & 90.
avatar
Tsuchikage
Tsuchikage
Re: [CHAMADO] RP Same - Invasão - em 16/6/2018, 03:20

Link da Batalha: [QUEST - SOLO] Dominando o Desconhecido
Jogadores Envolvidos: Same e Hitsugaya
Motivos do Chamado: W.O + Morte. Não postou nas 48 hrs necessárias, e me informou que nem entra no fim de semana.

_______________________



The legend of Korra
——
avatar
Raikage
Raikage
Re: [CHAMADO] RP Same - Invasão - em 16/6/2018, 08:20

Análise:

Análise

WO não precisa de avaliação de juízes... Mas já que fazem questão.

Pelas regras e pelos chamados, mesmo que totalmente descabidos como o último:

1) Você postou no dia 13/6/2018, 23:41
2) Ele abriu chamado no dia 14/6/2018, 21:12
3) Chamado que foi respondido no dia 14/6/2018, 23:36
4) Pedido de WO no dia 16/6/2018, 03:20

Contando o prazo de WO (pausado enquanto pendente o chamado), temos:

1-2) Passaram-se 21:31 horas
3-4) Passaram-se 27:44 horas
Total: Passaram-se 49:20 horas

Pouco importa se ele vai entrar ou não.

Consequências: Same morto, por decapitação. O vitorioso poderá narrar a grande quantidade de sangue que espirrou na cara do NPC e fazer o que quiser.

_______________________


Minha Ficha | Meu banco | Minha Casa | Campo de treinos | Gabinete | Criações de jutsus

Narração
_Falas
"Pensamentos"
*Ações*

Gastos e Danos de Jutsus:
Rank E: 00(10un) & 00;
Rank D: 10(10un) & 25;
Rank C: 25(30un) & 45;
Rank B: 50(50un) & 70;
Rank A: 100(100un) & 140;
Rank S: 200(200un) & 280;
Rank -: 75 & 90.
avatar
Tsuchikage
Tsuchikage

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

resposta rápida

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum