Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
» [Cap - Griselda] Responsabilidades
Hoje à(s) 01:36 por Griselda

» C.J ~ Hipátia
Hoje à(s) 01:33 por Hipátia

» [C. J] Kyoko Akihito
Hoje à(s) 01:29 por Kafka

» Senjutsu Imperfeito
Hoje à(s) 01:26 por 'Aisha

» [Criação de Jutsus] Mikado
Hoje à(s) 01:26 por Kafka

» [M. F] Kyoko Akihito
Hoje à(s) 01:22 por Kyoko Akihito

» 2) Solicitações de Missões
Hoje à(s) 01:21 por Sakata

» 1) Modificações de Nomes
Hoje à(s) 01:12 por Tsuyu

» [Banco] Hatake Sakata
Hoje à(s) 01:11 por Sakata

» [COMPRAS] Hatake Sakata
Hoje à(s) 01:08 por Sakata


Convidado


19/6/2018, 01:45
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações

<

[RP - HIS] Sayuri - Papéis Inacabados

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo











RP História
Sayuri
- Papéis Inacabados -
Konoha era desde sempre, um Vilarejo próspero. As guerras e invasões pelo mundo ninja não afetava Konoha diretamente, devido seu alto poder político e econômico. Devido a paz e calma na Vila, o Hokage ordenava um grupo de velhos Jounnins, a fim de treinar mais os Gennins da Vila. Foi passada então, algumas missões de dificuldades maiores pros semi Gennins da Vila.

Foi dada uma missão a Sayuri, onde ela deveria ir até um vilarejo, que tem informações sobre uma técnica nova, onde muitos acham que é puro boato. Um mensageiro levaria a mensagem até a casa da jovem, informando exatamente pra onde ela deveria ir. Na carta, continha a seguinte mensagem


"Cara Sayuri. Essa mensagem vem direto do escritório do Nanadaime Hokage. Você foi convocada para uma missão de busca, no Vilarejo da Flor, onde boatos de que uma nova Habilidade foi descoberta, está assustando os moradores. Siga para Oeste do portão de Konoha. O Vilarejo fica na primeira entrada da Floresta. Contamos com você,
desde já, agradeço."


Considerações: Entraremos agora na introdução ao Shikigami no Mai. Serão 03 posts de enredo, e você poderá observar a contagem dos posts logo abaixo. Você pode narrar livremente como quiser, o que estava fazendo antes, indo ao portão, tanto faz. Apenas siga a narração. Qualquer dúvida que tiver, pode conversar comigo por MP ou Discord.
Introdução - Posts: 01/03
Convidado
avatar
Convidado
Convidado

THE BEGGINNING

Era um dia como outro qualquer. Eu normalmente saia para treinar, mas hoje decidira fazer meu treinamento mental. Estava sentada no tapete que se estendia pelo chão da sala, com as pernas cruzadas uma sobre a outra, enquanto incenso queimava sobre a mesa de centro. A rotina continuou por alguns minutos até que minha avó entrou pela porta da frente me chamando, sinalizando alguém estava ali fora para me ver. Estranhei, não esperava ninguém naquele dia, porém me levantei e fui ao encontro de quem me esperava. Era um mensageiro, ele me entregou uma carta, se despediu e foi embora sem delongas. Quando ele deu as costas me virei caminho adentro de casa novamente enquanto abria o papel para verificar seu conteúdo. Era uma missão, e dessa vez não tão simples quanto as outras. – Diretamente do escritório do Hokage... – Falei em voz baixa enquanto arqueava as sobrancelhas, surpresa. Fui designada para uma missão em um pequeno vilarejo, e parece que envolvia uma técnica pouco conhecida, ou mesmo desconhecida, que vinha assustando os moradores. Fora isso haviam algumas instruções para chegar ao vilarejo. Finalizei a leitura da carta enquanto chegava no meu quarto. Troquei minhas roupas rapidamente, peguei meus equipamentos e me coloquei em direção aos portões da vila.

Segui meu caminho sem focar muito nas pessoas ao redor, observando mais o movimento das nuvens no céu com o vento e os pássaros que voavam livremente, apenas tomando cuidado para não esbarrar em ninguém. Ao chegar no portão sinalizei aos ninjas que o guardavam que estava saindo com um movimento breve e então continuei em frente.

500|500
Armamentos:
[04] Kunai
[05] Shuriken
[02] Kemuridama
[10m] Fios
[20] Kibaku Fuuda
[02] Hikaridama

MOCHIZUKI SAYURI




_______________________

"[...] Because you are darkness, a world without light where flowers can only wither and die!"

[B] | [M] | [Fil.] | [M.S.] | [T] | [C.T.] | [C.J.]  

avatar
Genin
Genin










RP História
Sayuri
- Papéis Inacabados -
A garota partiria rumo a missão que lhe foi dada. O caminho era lindo, e abundante em cores. Árvores, flores, aves, tudo colaborava para a beleza natural da floresta que banhava Konoha. Ao caminho, a garota podia perceber crianças brincando, outras treinando, além de famílias simplesmente passeando pelo lugar.

Após um pouco de caminhada, quando o caminho começava a ficar um pouco deserto, quase ninguém passava. Podia observar uma caverna, de lá, podia se ouvir alguns gritos, e pequenas explosões. Não se sabia exatamente o que era. Mas será que a jovem iria ajudar ?


Considerações: Auto explicativo. Quanto aos status, não tem problema kkk Seu status inicial é de 200, com  2 Stamina de sua Ficha, dá 250 no Total, de Chakra.
Introdução - Posts: 02/03
Convidado
avatar
Convidado
Convidado

PAPÉIS INACABADOS


Eu não havia saído da aldeia muitas vezes desde que nasci. Conhecia muitos lugares da vila, gostava de andar por aí, desenhar algumas cenas que me inspiravam, mas aquilo ali era de outro mundo. – Que pensamento idiota... – Sussurrei a mim mesma fitando o chão quando percebi que parecia uma criancinha que cresceu em uma dessas vilas menores. Parte de mim de fato achava estúpida a forma como eu regia aquela vista, mas era inevitável. Quanto mais eu mergulhava floresta adentro, mais eu me maravilhava. De longe, tudo que se podia ver era um infindável mar verde de árvores, mas quando se está dentro, é muito diferente. Flores de todas as cores cobriam as beiras das estradas, enchiam arbustos de vida e cobriam algumas árvores. O chão, coberto por pétalas de flores que caíram, era tão colorido quando todo o ambiente. Borboletas e pássaros rodeavam pelos cantos e o perfume do ar era diferente de qualquer outro campo que eu já tinha adentrado. Inesperadamente, era possível ver muitas pessoas pelo local. Adultos, crianças e mesmo idosos. As pessoas pareciam apreciar o ambiente natural, sem falar nos shinobi que hora ou outra passavam por mim e, um pouco mais a fundo na floresta, treinavam.

Apesar do lindo ambiente e da minha vontade de registrar aquilo de uma maneira um pouco mais artística do que apenas na minha memória, eu não estava ali para uma atividade recreativa. Continuei andando, prometendo a mim mesma que voltaria ali depois de algum tempo com meu caderno e meus lápis. Caminhei por algum tempo e as cores foram se tornando amenas até que o verde que envolve Konoha tomasse conta. Um pouco mais e tudo que eu podia ouvir era o vento soprando pelas arvores e poucos pássaros cantando. A beleza pela qual eu tinha passado me fizera bem, porém o silêncio do atual ambiente era tão reconfortante quanto. Pouco tempo depois era possível ver uma caverna no fundo da paisagem. Não estranhei, afinal cavernas fazem parte da natureza. Alguns metros mais e pude ouvir algo ao fundo. Gritos. Franzi o cenho e tentei focar no áudio. Era baixo, então continuei em frente, tentando tomar cuidado com o ambiente envolta. O volume aumentou, e dessa vez fui capaz de ouvir o que pareciam explosões, porém muito baixas para ter certeza. Continuei me aproximando e alguns metros a frente estava certa de que os barulhos vinham da entrada a frente. Parei por um momento e encostei a mão direita na bolsa de equipamentos que ficava na parte traseira da minha cintura. A carta que falava da minha missão estava ali. Apertei a bolsa como quem procura uma resposta impalpável. – Droga! – Praguejei soltando um suspiro, fechando os olhos por um segundo e movendo minha cabeça levemente para a direita. Aquela era a resposta. Alguém podia estar precisando da minha ajuda. – Lá vamos nós, querida. – Falei dessa vez em voz alta e clara pra mim mesma, em um tom irônico, enquanto me movia em direção a abertura de pedras, mas dessa vez em ritmo mais acelerado do que o de costume.

200|250

Armamentos:
[04] Kunai
[05] Shuriken
[02] Kemuridama
[10m] Fios
[20] Kibaku Fuuda
[02] Hikaridama


MOCHIZUKI SAYURI




_______________________

"[...] Because you are darkness, a world without light where flowers can only wither and die!"

[B] | [M] | [Fil.] | [M.S.] | [T] | [C.T.] | [C.J.]  

avatar
Genin
Genin










RP História
Sayuri
- Papéis Inacabados -
Ao chegar próximo do local, podia avistar centenas de borboletas sobrevoando a 2m da entrada. Mas, não eram borboletas comuns. Eram feitas de papel.
Quanto mais a garota adentrasse, os gritos iam parando. Cerca de 2 minutos de caminhada, a garota pode observar um caminho iluminado, como se fosse uma curva. Não podia ver onde terminava, só via parede. Mas no chão, centenas de papéis jogados, mas não estavam velhos. Tinham aparência de novos. Então os gritos começavam novamente. A jovem devia investigar,
e saber de onde e quem era a responsável pelos gritos.


Considerações: Auto explicativo.
Introdução - Posts: 03/03
Convidado
avatar
Convidado
Convidado

PAPÉIS INACABADOS


Continuei me aproximando da caverna e os ruídos continuaram aumentando. Seguia em frente quando uma forma branca, menor que minha mão, passou voando ao lado da minha cabeça. Segui a forma que subia e descia com o canto do olho enquanto ela passava poucos centímetros de mim e minha cabeça começava a rejeitar o que eu via. No momento em que meu cérebro processou a imagem eu rapidamente virei minha cabeça para tentar focar naquela forma. Um inseto. Uma borboleta totalmente branca, feita de papel. – Origami..? – Balbuciei confusa. Não podia ser um simples origami. A movimentação da figura que agora fazia uma curva poucos metros a frente era muito perfeita, muito natural para ser um trabalho de dobradura. Balancei minha cabeça tentando afastar todas as dúvidas quanto ao que eu acabara de ver e me voltei em direção à caverna novamente. Continuei andando apenas para poucos metros a frente ter um choque tão grande, ou ainda maior, do que o que poucos minutos atrás. Fora difícil acreditar na perfeição da reprodução do inseto a pouco, mas agora não era apenas uma, eram centenas. Meu queixo caiu. Poucos metros à frente da caverna uma massa tão grande de borboletas moldadas em papel voava que era difícil acreditar. – Mas o quê... – Sussurrava ainda confusa. Me aproximei um pouco mais, o suficiente para ficar quase no centro de todos aqueles pequenos animais, ou pelo menos protótipos de animais. Por um segundo o esplendor da cena e a confusão que ela me causava tiraram minha atenção dos ruídos humanos que vinham da caverna, quando, ao ouvir novamente um grito ao fundo, acordei de meu devaneio. Minha expressão maravilhada voltou a de preocupação em poucos segundos quando notei que estava com o foco na situação errada. Voltei minha atenção à caverna novamente e segui com a intenção de adentra-la, dessa vez um pouco mais rápido, porém tentando tomar o máximo de cuidado possível por estar entrando em um ambiente desconhecido.

Entrei pelo arco que dava inicio a cavidade e as borboletas cessaram. Continuei seguindo em frente e para minha surpresa os gritos cessaram. Andei por cerca de dois minutos e então um caminho iluminado surgiu a minha frente, porém com uma curva logo a frente, incapacitando minha visão e impossibilitando-me de entender o que acontecia. Poucos centímetros antes da curva que acessava a luz era possível notar uma característica não natural de cavernas: papeis. Mais papeis. Uma quantidade incontável de papeis, no pouco que eu podia ver, brancos como a neve, como se tivesse acabado de ser despejados no caminho o que, novamente, não fazia sentido. Qualquer que seja a fonte das borboletas na entrada da caverna estava ali, presumi. Andei poucos metros, me preocupando em não fazer barulho, e antes de entrar na curva com os papéis e a luz, peguei uma das minhas kunais nos meus equipamentos. Mantive a lâmina escondida sob a manga do meu haori para não causar alarde independente da situação, porém tendo uma maneira de tentar me defender, caso necessário. Com a decisão de descobrir o que acontecia ali, mergulhei na luz que envolvia o caminho a frente.


200 | 275 | 00|04

Considerações:

Aparência.
Status: Eu estava olhando na regra de Stamina e lá diz que os pontos em chakra são acumulativos, então pelo que entendi, ganho +75 de chakra ao invés de 50 pelos dois pontos xD (Se tiver errado, me corrija).

Armamentos:
[04] Kunai (Agora, uma em mãos)
[05] Shuriken
[02] Kemuridama
[10m] Fios
[20] Kibaku Fuuda
[02] Hikaridama


MOCHIZUKI SAYURI




_______________________

"[...] Because you are darkness, a world without light where flowers can only wither and die!"

[B] | [M] | [Fil.] | [M.S.] | [T] | [C.T.] | [C.J.]  

avatar
Genin
Genin










RP História
Sayuri
- Papéis Inacabados -
Quanto mais se aprofundava no caminho, mais largo ele ia ficando. Até, que a garota pôde observar um lugar, como se fosse um templo,
totalmente subterrâneo. E o mais magnífico, era que o local era completamente limpo, organizado. As estruturas pareciam que tinham sido construídas ali na hora, de tão perfeitas que estavam. De la, podia ouvir os gritos. Um enorme festival. Esculturas feitas de papel tomava conta da rua, que a garota podia observar de cima de onde estava, no topo de uma longa escadaria.

As explosões, nada mais do que fogos de artifícios. A garota então é parada, por uma nuvem de papéis, que surge na sua frente, tomando a forma de uma mulher. _ Seja bem vinda. Você está no templo do Papel. Diga minha jovem, o que estava fazendo ? O que a atraiu até esse lugar ? Ou melhor, como chegou aqui ?


Considerações: Auto explicativo. Aparência da Mulher
Quest - Shikigami 01/20
Convidado
avatar
Convidado
Convidado

PAPÉIS INACABADOS


O corredor não parecia tão longo, mas quanto mais eu me aproximava do final, maior a caverna parecia ficar. No final, a fonte da luz era forte e eu não conseguia enxergar muitos detalhes do que acontecia do outro lado. Quando me aproximei do final do túnel pude finalmente ver o que havia ali. As surpresas do dia não haviam acabado ainda. Dentro de uma caverna onde borboletas, aparentemente feitas de papel, guardavam a entrada, existia um templo. Um templo gigante e esplendoroso. E assim como os papeis que cobriam o chão por onde andei até alcançar o local, tudo faltava apenas brilhar para estar mais limpo e organizado. Minha cabeça ainda não conseguira processar os últimos acontecimentos. Era uma caverna, onde estava o pó, a terra? O que antes parecera precisar de ajuda, agora aparentava ser uma grande comemoração. A gritaria e as explosões continuaram, mas agora eram mais claros. Os gritos celebravam o que aprecia ser um festival, e as bombas, fogos de artifício. Era possível vê-los subindo do ponto onde estava, e além disso, grandes esculturas feitas de papel, para variar, tomavam conta das ruas do local. O barulho era desagradável. Fitei o local por alguns segundos e olhei para o lado, vendo a longa escadaria que dava acesso a festa. A parte ranzinza da minha cabeça pensou em simplesmente dar meia volta e voltar ao pensar em toda a gritaria. Apesar disso uma pequena parte da minha consciência parecia animada ao ver tudo aquilo. Soltei um riso ao imaginar a besteira de duas de mim brigando para ver quem decidiria o que fazer. Com o sorriso bobo ainda no rosto balancei a cabeça negativamente, guardei a kunai que havia praticamente esquecido que segurava pela surpresa de volta com meus equipamentos e segui em direção as escadas. Estava a um passo do primeiro degrau quando uma nuvem de papel surgiu frente a mim. Papel. Mais papel. Minhas pálpebras superiores se elevaram e minhas sobrancelhas se aproximaram quase em uma expressão de espanto quando a nuvem de papeis tomou a forma de uma mulher e falou comigo. A mulher tinha cabelos vermelhos e vestia roupas em tons púrpura, foi o pouco que consegui perceber em meio à confusão. Ela apresentou o local como “Templo de Papel” e questionou o que eu fazia ali. Como eu havia chegado ali. Demorei cerca de trinta segundos para finalmente conseguir abrir minha boca. – A-as borboletas... – Gaguejei tentando retomar a postura – Quer dizer... Primeiro a gritaria, as explosões e aí as borboletas... Pensei que alguém pudesse estar em perigo. Sinto muito por invadir assim. – Terminei com uma reverência rápida e aguardei por uma resposta da mulher.

200 | 275 | 00|04

Armamentos:
[04] Kunai
[05] Shuriken
[02] Kemuridama
[10m] Fios
[20] Kibaku Fuuda
[02] Hikaridama


MOCHIZUKI SAYURI




_______________________

"[...] Because you are darkness, a world without light where flowers can only wither and die!"

[B] | [M] | [Fil.] | [M.S.] | [T] | [C.T.] | [C.J.]  

avatar
Genin
Genin










RP História
Sayuri
- Papéis Inacabados -
"_ Oh meu deus. Quer dizer que a passagem foi aberta. Me diga filha, você é uma shinobi. Você foi mandada a missão? Preciso que responda. A mulher desesperada, liberava uma quantidade de papéis de seu corpo, e um clone era criado dessa quantia. "_ Veja se Yato está na cela. Agora."

A mulher continuava questionando a garota, tentando descobrir mais sobre como ela chegou lá.


Considerações: Auto explicativo. Aparência da Mulher
Quest - Shikigami 02/20
Convidado
avatar
Convidado
Convidado

PAPÉIS INACABADOS


A mulher apresentou certo desespero ao descobrir sobre a abertura da caverna. Deu a entender que não deveria estar, o que me fez pensar que o local ali era algo secreto. Ela me detectou facilmente como uma shinobi, entendi que fora provavelmente pelo signo da aldeia nas minhas roupas, então deixei-a simplesmente seguir com seu discurso. Me perguntou se estava ali em missão, e agora já não parecia tão calma quanto antes. Deixei todos meus sentimentos de surpresa de lado e foquei no que poderia estar acontecendo. A ruiva criou um clone com suas habilidades baseadas em papel e ordenou que verificasse uma cela. Algo definitivamente não estava certo. – Sim, sou uma shinobi. Fui enviada de Konoha para investigar um acontecimento. Um vilarejo próximo daqui enviou um relatório dizendo que uma habilidade incomum os assusta. Analisando o modo como você usa os papéis e seu desespero poderia dizer que sua habilidade incomum poderia ser o que os assusta... Espero que o tal Yato não seja tão perigoso quanto você expressou pela voz... – Finalizei, com um leve tom de ironia, esperando sua reação.

200 | 275 | 00|04| 6m/s

Armamentos:
[04] Kunai
[05] Shuriken
[02] Kemuridama
[10m] Fios
[20] Kibaku Fuuda
[02] Hikaridama


MOCHIZUKI SAYURI




_______________________

"[...] Because you are darkness, a world without light where flowers can only wither and die!"

[B] | [M] | [Fil.] | [M.S.] | [T] | [C.T.] | [C.J.]  

avatar
Genin
Genin










RP História
Sayuri
- Papéis Inacabados -
Ao ver a explicação da garota, a mulher simplesmente se agacha no chão, e coloca a mão sobre seu cabelo, desesperada. Seu clone retorna, lhe dando a mensagem.

"_ Ele não está lá. Os guardas estão todos, mortos..."

A mulher se levanta, e olha para a garota. "_ Eu irei te ajudar, já sei o que está acontecendo, mas lhe conto no caminho. Me dê as informações que tem sobre o local, e te explico tudo."


Considerações: Auto explicativo. Aparência da Mulher
Quest - Shikigami 03/20
Convidado
avatar
Convidado
Convidado





 
 
  









PAPÉIS INACABADOS




A mulher de papel parecia ainda mais desesperada ao ouvir minhas palavras. Se agachou e colocou a mão sobre a cabeça como quem pensava em algo. A expressão em seu rosto chegava a me dar pena. Esperamos menos de dois minutos quando o clone que ela mandara a pouco voltou com uma notícia nada boa. Como ela imaginou seu prisioneiro havia escapado, e tinha levado com ele a vida de seus guardas. Ao ouvir as palavras de sua cópia se levantou e me olhou, agora com um olhar um pouco mais determinado. Talvez ela ainda sentisse o mesmo desespero de alguns minutos atrás, mas não quisesse demonstrar. Era compreensível. Olhando para mim disse que me ajudaria e que colocaria a par dos acontecimentos, mas que eu precisaria informa-la das informações que eu tinha sobre o local. Analisei a situação por um segundo e as coisas pareciam fazer sentido. Pela reação da ruiva quando anunciei minha missão o fugitivo não era alguém com quem se deva brincar, então os aldeões poderiam estar correndo perigo. Assenti com a cabeça olhando para ela quando organizei meus pensamentos. – As informações que te passei agora são praticamente tudo que eu tenho. Apenas não citei o nome local, que me foi informado como “Vilarejo da Flor”. Não cheguei ao local, estava a caminho quando acabei encontrando este templo e você. – Finalizei minha frase já pronta para seguir em direção ao vilarejo.

希望

HP: 200 • 200 // CH: 275 • 275  // ST: 00 • 04 // VEL: 6m/s // BY LOONY!

_______________________

"[...] Because you are darkness, a world without light where flowers can only wither and die!"

[B] | [M] | [Fil.] | [M.S.] | [T] | [C.T.] | [C.J.]  

avatar
Genin
Genin










RP História
Sayuri
- Papéis Inacabados -
"_ Nosso antigo vilarejo. Foi lá que Yato nasceu. Seus pais foram mortos, e eu acabei que cuidando dele. Mas todos na Vila era contra, porque os pais deles foram mortos, após tentar destruir nosso povo. Então em uma certa idade, ele se rebelou e fugiu. Conseguimos o capturar, e prendemos ele. Em um dia só, ele matou 10 pessoas." Ambas continuavam caminhada até chegarem em uma trilha, que continha alguns papéis caídos. Talvez o garoto renegado estivesse por perto, oque era muita certeza, devido aos rastros de papel. Ali então, ambas deviam ter cuidado com os movimentos. Não sabiam o que poderiam encontrar por ali.

Considerações: Auto explicativo. Aparência da Mulher
Quest - Shikigami 04/20
Convidado
avatar
Convidado
Convidado





 
 
  









PAPÉIS INACABADOS




Seguimos nosso caminho em direção ao vilarejo. A mulher começou a me contextualizar. O lugar para qual eu fora mandada era o local de origem deles. O agora fugitivo havia nascido no local, porém perdera os pais cedo. A mulher ruiva disse que decidira cuidar dele, porém que os demais aldeões eram contra a ideia, uma vez que os pais do garoto tentaram elimina-los. Ela não me explicou o porque daquilo e nem quando. Anos depois, o garoto se revoltou contra aquele povo e fugiu. Tudo me levava a pensar que ele havia descoberto a história de seus pais de sangue com aquele povo. Ela terminou me dizendo que ele foi capturado e preso, porém que já havia matado dez pessoas em um único dia. O garoto parecia perigoso. Pode ter sido tomado por um ímpeto de vingança contra aquele povo ou pode apenas ter gosto pela morte. Independente da resposta não era alguém com o qual eu devesse brincar. – Entendo. – Falei em tom suficientemente alto para que a mulher ouvisse. – Espero que tal fatalidade não se repita. Aliás, sou Mochizuki Sayuri. Com todo o estardalhaço lá em baixo não pude me apresentar. – Anunciei e cessei minhas palavras enquanto seguíamos o caminho.

Continuamos em frente até a abertura de uma trilha no caminho. Era possível ver rastros de papel pelo chão. Parei de caminhar e me abaixei para pegar um dos resíduos. – A habilidade de vocês deixa rastros assim? O garoto pode estar por perto... Devemos tomar cuidado. Não possuo habilidades de rastreio, então a menos que você possa fazer algo, teremos de ser cuidadosas até algum sinal do fugitivo. – Finalizei meu discurso me levantando e já olhando em volta, procurando algo incomum à paisagem.

Armamentos:
[04] Kunai
[05] Shuriken
[02] Kemuridama
[10m] Fios
[20] Kibaku Fuuda
[02] Hikaridama

希望

HP: 200 • 200 // CH: 275 • 275  // ST: 00 • 04 // VEL: 6m/s // BY LOONY!

_______________________

"[...] Because you are darkness, a world without light where flowers can only wither and die!"

[B] | [M] | [Fil.] | [M.S.] | [T] | [C.T.] | [C.J.]  

avatar
Genin
Genin










RP História
Sayuri
- Papéis Inacabados -
Continuavam a procura ao jovem. Após algum tempo de caminhada, uma nuvem de folhas surge, a 10m das meninas. "_ Você nunca desiste não é mesmo Sensei? O que vocês querem comigo? Eu quero ficar sozinho, ser livre, fazer o que eu bem entender. Agora você irá entender isso de uma vez por todas, e será culpada, de trazer uma criança a morte." Assim que termina seu discurso, o garoto cria duas asas de papel, e em seguida surge uma quantidade de papel a sua frente, que havia saído de teu corpo, se tornando em 100 Shurikens de papel, que iriam 50 em cada uma. Assim, o garoto erguia voô, ficando a 10m do chão.

Considerações: Auto explicativo. Aparência da Mulher
Quest - Shikigami 05/20
Convidado
avatar
Convidado
Convidado





 
 
  









PAPÉIS INACABADOS




A caminhada seguia. Até ali nada de mais havia acontecido. Continuava com minha atenção voltada à floresta para caso algo acontecesse, mas até agora as coisas continuavam calmas. Até agora. Um barulho a frente foi ouvido e uma nuvem de papéis começou a se formar. Da mesma maneira que a mulher ruiva fizera no templo, um homem foi formado das centenas de folhas e proferiu algumas palavras, se voltando a mulher ao meu lado. Se referiu a ela como sensei. Então no final das contas ela fora mais do que só uma cuidadora. No final anunciou ainda que ela seria culpada de trazer a morte a uma criança. Ele realmente mataria alguém que não conhece por razão nenhuma. A princípio toda a conversa de liberdade parecia justa, mas agora o cenário é outro. O homem terminara seu discurso e, ao que tudo indicava, a batalha estava prestes a começar. Com sua habilidade começou a formar grandes asas de papel e no segundo seguinte uma massa de papel começou a vir em nossa direção, girando em alta velocidade. Com alguns selos pretendia desviar do ataque em massa com velocidade em direção ás arvores, adentrando a floresta. As habilidades baseadas em papel dos dois eram desconhecidas para mim, até agora, porém não poderia me dar o luxo de descobrir o nível de letalidade ali, e contava com a velocidade concedida pelo shunshin para isso. O homem parecia ter uma carga de sentimentos negativos contra a mulher e seu povo, porém não tinha a certeza de que ele viria atrás de mim ou atrás da mulher.

Considerações:

Como estamos em uma trilha, imaginei que apenas com os 20m permitidos com o gasto básico do Shunshin seria o suficiente para entrar na floresta.

Caso consiga entrar na floresta avançarei cerca de quatro metros em direção ao garoto, tentando me ocultar por entre as árvores, e lançarei uma kunai ligada a uma tag explosiva em direção ao garoto. Logo em seguida recuaria cerca de três metros floresta adentro, novamente tentando me ocultar por entre as árvores. Dali observaria as próximas ações do homem e da mulher, tentando absorver o máximo possível de informação quanto às habilidades dos dois antes de fazer um próximo ataque. Baseando-se no ataque massivo do garoto, prepararia uma técnica para utilizar em caso de um ataque surpresa.

Agradeceria se pudesse dar uma aparência pra eu imaginar o carinha.

Todas as ações são meras tentativas.

Jutsu:

Shunshin no Jutsu
Rank: D
Descrição: O Shumshin no Jutsu é uma técnica de movimento de alta velocidade, permitindo que um ninja possa se mover de curta para longas distâncias a uma velocidade quase indetectável. Para um observador, ele aparece como se o usuário tiver teletransportado. Uma bomba de fumaça é ocasionalmente usada para disfarçar os movimentos do usuário. É realizado o uso do chakra temporariamente para revitalizar o corpo para se mover em velocidades extremas. A quantidade de chakra necessária depende da distância total e elevação entre o utilizador e o destino pretendido. Tem havido alguma confusão em algumas traduções entre este e o Jikuukan Ninjutsu, mas estes são de fato diferentes técnicas, esta técnica não é teletransporte e sim apenas um movimento extremamente rápido.

[Em preparação]
Kawarimi no Jutsu
Rank: E
Selos: Carneiro, Javali, Touro, Cachorro e Cobra.
Descrição: Com esta técnica, os usuários substituem o seu próprio corpo com algum outro objeto, geralmente com um bloco de madeira no momento de um ataque. Isso cria uma ilusão de ótica, fazendo com que o inimigo ache que o ataque foi bem sucedido. A partir disso, o usuário pode usar o lapso de atenção do inimigo para atacar ou fugir do campo de batalha. Etiquetas de explosivos podem ser anexados à substituição de uma surpresa adicionado. É um ninjutsu básico mesmo ensinado na Academia, mas é uma arte útil que pode ser aplicada em várias situações.

Armamentos:
[03] Kunai [-1]
[05] Shuriken
[02] Kemuridama
[9,95m] Fios [-5cm]
[19] Kibaku Fuuda [-1]
[02] Hikaridama

希望

HP: 200 • 200 // CH: 271 • 275  // ST: 01 • 04 // VEL: 6m/s // BY LOONY!

_______________________

"[...] Because you are darkness, a world without light where flowers can only wither and die!"

[B] | [M] | [Fil.] | [M.S.] | [T] | [C.T.] | [C.J.]  

avatar
Genin
Genin










RP História
Sayuri
- Papéis Inacabados -
"_ Sensei, você ama levar as pessoas a morte não é mesmo? Garota, você não tem nada pra fazer aqui, então, não será necessária nessa luta." Com seu Kanchi ativo, o garoto detecta facilmente a garota tomando proximidade do mesmo, e se defenderia, contra atacando as kunais com uma outra, também com um selo explosivo. A mulher, havia desviado facilmente dos ataques utilizando sua alta velocidade. A mulher estava irritada, e preocupada, além de tentar deter o jovem Yato, tinha de proteger a Gennin que a acompanhava. Ela então lançara dezenas de shurikens cobertas por fogo, com o Katon - Hosenka no Jutsu, enquanto Yato atacava a menina.

Considerações: Auto explicativo. Com a brecha, tente atacar o garoto.Aparência da Mulher
Quest - Shikigami 06/20
Convidado
avatar
Convidado
Convidado





 
 
  









PAPÉIS INACABADOS




Cerrei os dentes ao ver meu ataque sendo facilmente defendido. O garoto havia feito uma defesa perfeita mesmo quando eu me ocultava por entre as arvores. Ele não estava brincando quando desferiu aquela dúzia de palavras tratando minha vida como uma mera folha ao vento. Ele não hesitou em contra-atacar um momento após se defender. Com pouco conhecimento de suas habilidades eu poderia tentar desviar e recuar antes de um contra-ataque, mas para enfrentar um inimigo de nível maior eu precisaria ser um pouco mais ousada. Com minha técnica de substituição pronta, deixei que a kunai do homem me atingisse. Um pedaço de madeira tomava meu lugar enquanto eu, aproximadamente dez metros a frente, visualizava a ruiva preparando seu ataque. Uma barragem de shurikens de papel em chamas vinha em direção ao garoto. O ataque dela seria sem dúvida nenhum mais efetivo do que qualquer coisa que eu pudesse fazer agora, porém um ataque duplo diminuiria ainda mais suas chances de fugir. Tomando duas kunais e ligando-as rapidamente em selos bomba, as lancei em direção ao garoto, mirando uma um pouco acima de sua posição atual, com a intenção de impedi-lo caso ele tentasse levantar voo e uma diretamente na direção dele, esperando que o ataque duplo fosse suficiente para impedi-lo. Sem certeza do que viria a seguir, novamente concentrava meu chakra para me defender de um possível ataque.

Considerações:

Todas as ações são meras tentativas.

Jutsu:

[Utilizado e em preparação]
Kawarimi no Jutsu
Rank: E
Selos: Carneiro, Javali, Touro, Cachorro e Cobra.
Descrição: Com esta técnica, os usuários substituem o seu próprio corpo com algum outro objeto, geralmente com um bloco de madeira no momento de um ataque. Isso cria uma ilusão de ótica, fazendo com que o inimigo ache que o ataque foi bem sucedido. A partir disso, o usuário pode usar o lapso de atenção do inimigo para atacar ou fugir do campo de batalha. Etiquetas de explosivos podem ser anexados à substituição de uma surpresa adicionado. É um ninjutsu básico mesmo ensinado na Academia, mas é uma arte útil que pode ser aplicada em várias situações.

Armamentos:
[01] Kunai [-2]
[05] Shuriken
[02] Kemuridama
[9,85m] Fios [-10cm]
[17] Kibaku Fuuda [-2]
[02] Hikaridama

希望

HP: 200 • 200 // CH: 271 • 275  // ST: 02 • 04 // VEL: 6m/s // BY LOONY!

_______________________

"[...] Because you are darkness, a world without light where flowers can only wither and die!"

[B] | [M] | [Fil.] | [M.S.] | [T] | [C.T.] | [C.J.]  

avatar
Genin
Genin










RP História
Sayuri
- Papéis Inacabados -
A pequena gennin era realmente muito habilidosa. A garota atacava simultaneamente a mulher. Venso que não teria chance, o garoto se espalhava em milhares de papéis, por toda a floresta. Os papéis bombas não fariam efeito. Novamente ele se juntava, e moldava mais algumas centenas de papéis, criando cerca de 5 estacas feitas do mesmo, que seriam ambas lançadas na jovem, numa velocidade de 2m/s. Enquanto com sua outra mão, ele lançava centenas de senbons de papel em direção a sua Sensei, que desviava utilizando sua velocidade máxima.

Considerações: Auto explicativo. O sentido desses dez posts, é apenas te mostrar como é a técnica. Pode ficar tranquilo que não vou matar seu char kkkk. Aparência da Mulher
Quest - Shikigami 07/20
Convidado
avatar
Convidado
Convidado



希望
PAPÉIS INACABADOS
Nossos ataques falharam. A habilidade parecia tão bem desenvolvida a ponto de dar a capacidade de total desintegração do corpo do usuário. O garoto se dividiu em milhares de pequenas folhas de papel e conseguiu desviar tanto do meu ataque quanto do da mulher. A situação estava piorando para mim. Encostei a mão na minha bolsa de equipamentos e notei eu só me restava uma kunai. Tinha algumas shuriken, mas pelo modo como ele se comportava até agora eu me julgava incapaz de feri-lo com simples shuriken. Os ataques com os explosivos eram o que eu julgava mais efetivo até agora, porém ele desviara de tudo. Eu tinha apenas mais uma chance de conseguir fazer algo nesta luta. Pensamentos passavam pela minha cabeça a cada segundo, e o garoto, já reconstituído, se preparava para um novo ataque. Como de praxe, até agora, as folhas de papel se juntavam para um novo ataque. O que pareciam estacas seguiam em minha direção, porém desta vez em uma velocidade um pouco mais lenta do que fora os outros ataques. Me concentrando em não ser atingida por nenhuma dos objetos pontiagudos, utilizei da máxima velocidade que podia alcançar para desviar. Cerrava meu cenho e mordia meu lábio inferior enquanto tentava pensar em uma maneira de contra-atacar. O homem estava preocupado em fazer ataques tanto contra mim quanto contra sua sensei, o que podia me dar, mesmo que uma mínima, vantagem em algum momento por ele estar dividindo sua atenção. Tinha dúvidas se minhas habilidades básicas poderiam ser úteis contra alguém daquele nível, mas eu precisava tentar. Com alguns selos utilizava novamente o shunshin para me mover até as costas do garoto, nesse meio tempo utilizando a técnica de clones para tentar pelo menos criar uma abertura, e com minha última kunai ligada a um selo bomba, em sincronia com os clones, lançaria em direção ao garoto, esperando pelo melhor, mesmo que isso fosse improvável. Já na espera de um novo ataque, continuava a concentrar meu chakra para uma possível defesa.

Considerações:

Você não especificou a distância que ele se materializaria de mim, então eu considerei que os 20m permitidos com o gasto básico do Shunshin seria suficiente para alcançar as costas dele.

Foram criados 4 clones ilusórios no ataque.

Todas as ações são meras tentativas.

Jutsu:

Shunshin no Jutsu
Rank: D
Descrição: O Shumshin no Jutsu é uma técnica de movimento de alta velocidade, permitindo que um ninja possa se mover de curta para longas distâncias a uma velocidade quase indetectável. Para um observador, ele aparece como se o usuário tiver teletransportado. Uma bomba de fumaça é ocasionalmente usada para disfarçar os movimentos do usuário. É realizado o uso do chakra temporariamente para revitalizar o corpo para se mover em velocidades extremas. A quantidade de chakra necessária depende da distância total e elevação entre o utilizador e o destino pretendido. Tem havido alguma confusão em algumas traduções entre este e o Jikuukan Ninjutsu, mas estes são de fato diferentes técnicas, esta técnica não é teletransporte e sim apenas um movimento extremamente rápido.

Bunshin no Jutsu
Rank: E
Selos: Carneiro, Cobra e Tigre.
Descrição: Um ninjutsu que cria uma cópia intangível de seu próprio corpo, sem qualquer substância. Uma vez que o clone em si não tem a capacidade de ataque, e, assim, só pode ser usado para confundir o inimigo, que é usado principalmente em combinação com outros ninjutsu. É uma técnica básica, mas dependendo de uma engenho, ela pode ser utilizada de forma eficaz. Os clones se dissiparm quando entram em contato com algo.

[Em preparação]
Kawarimi no Jutsu
Rank: E
Selos: Carneiro, Javali, Touro, Cachorro e Cobra.
Descrição: Com esta técnica, os usuários substituem o seu próprio corpo com algum outro objeto, geralmente com um bloco de madeira no momento de um ataque. Isso cria uma ilusão de ótica, fazendo com que o inimigo ache que o ataque foi bem sucedido. A partir disso, o usuário pode usar o lapso de atenção do inimigo para atacar ou fugir do campo de batalha. Etiquetas de explosivos podem ser anexados à substituição de uma surpresa adicionado. É um ninjutsu básico mesmo ensinado na Academia, mas é uma arte útil que pode ser aplicada em várias situações.

Armamentos:
[00] Kunai [-1]
[05] Shuriken
[02] Kemuridama
[9,80m] Fios [-5cm]
[16] Kibaku Fuuda [-1]
[02] Hikaridama

HP 200 • 200 // CH 263 • 275        
   ST 03 • 04 // VEL 6m/s


_______________________

"[...] Because you are darkness, a world without light where flowers can only wither and die!"

[B] | [M] | [Fil.] | [M.S.] | [T] | [C.T.] | [C.J.]  

avatar
Genin
Genin










RP História
Sayuri
- Papéis Inacabados -
A inteligência da garota era grande. Ela aproveitava a brecha criada quando o garoto atacava sua Sensei, pra lhe desferir uma ofensiva. E era efetivo. O garoto caía ao chão, e estava cm seu corpo parcialmente desfeito em papéis. Erza iria até o rapaz, e realizava alguns selos, selando o garoto em uma caixa feita de puro chakra. "_ Garota, me ajude. Envolva essa caixa de selos explosivos, e se afaste."

Considerações: Auto explicativo. Faça como pedido, e não precisa descontar as Kibaku Fuda de sua bolsa. Apenas corrija sua Stamina, pois nesse post era pra estar em 01. Aparência da Mulher
Quest - Shikigami 08/20
Convidado
avatar
Convidado
Convidado



希望
PAPÉIS INACABADOS

O ataque finalmente fizera efeito. Ele tinha habilidade, mas não fora capaz de manter sua atenção em ambas inimigas. O garoto ferido foi ao chão, porém seu estado ainda era estranho. Mesmo após receber o ataque, a habilidade de papéis ainda se mantinha ativa, deixando parte de seu corpo desfeito em folhas. A mulher ruiva fora rápida. Em poucos segundos estava ao lado do garoto, e com uma técnica desconhecida a mim, criou uma pequena caixa radiante, caixa essa onde o garoto parecia ter sido selado. Com algumas palavras ela me pediu ajuda. Pediu-me para que eu envolvesse a caixa com explosivos. A frase me surpreendeu. Normalmente existe uma relação forte entre sensei e aluno, mesmo quando um acaba tomando um caminho escuro. Não tinha certeza se uma explosão naquela situação o mataria, mas era o que dava a entender. Mesmo relutante, acolhi a ordem. Com a caixa totalmente envolta em explosivos, deixei-a no chão e me afastei o suficiente para que a provável explosão que estava por vir não me atingisse. Após me afastar, apenas observei a mulher, esperando o que estava por vir.  

Considerações:
Como te falei por MP, eu estava utilizando uma contagem crescente para a Stamina, mas já vou deixar no 1 agora e começar a usar a decrescente.

Todas as ações são meras tentativas.

Jutsu:

Armamentos:
[00] Kunai
[05] Shuriken
[02] Kemuridama
[9,80m] Fios
[16] Kibaku Fuuda
[02] Hikaridama

HP 200 • 200 // CH 263 • 275        
   ST 01 • 04 // VEL 6m/s


_______________________

"[...] Because you are darkness, a world without light where flowers can only wither and die!"

[B] | [M] | [Fil.] | [M.S.] | [T] | [C.T.] | [C.J.]  

avatar
Genin
Genin










RP História
Sayuri
- Papéis Inacabados -
Ao encher a caixa com selos explosivos, a garota se afastava. Tomando distância também, a mulher laça um selo em direção a caixa, explodindo assim junto com todos os outros. Além da fumaça, centenas de papéis novamente tomava conta do lugar. — Sabe sensei, voce precisa entender que sempre o aprendiz vai superar o mestre. Eu não só dominei o Shikigami no Mai, como também consegui criar várias técnicas. Assim, o garoto tomava sua forma novamente, e uma nuvem de papéis era formada. Mas não eram simples papéis. Era selos explosivos, que o jovem tinha criado por conta própria. O mesmo então começava a espalhar os selos por toda a floresta, sem intenção de atacar suas oponentes. Sua insanidade era mostrada, e aquilo espantava a Sensei. Ela olhava para a jovem Gennin. — Acho melhor você se afastar. Acho que não conseguirei dar conta disso...

Considerações: Auto explicativo. Ache uma forma de mostrar ajuda pra mulher, e tente usar a perca de concentração do garoto pra atacá-lo e acabar a luta. Aparência da Mulher
Quest - Shikigami 09/20
Convidado
avatar
Convidado
Convidado



希望
PAPÉIS INACABADOS

A ruiva lançara outro selo, esse que desencadeava uma onda de explosões. Cerrava o cenho com uma expressão mista entre tristeza e confusão. O garoto deve ter feito muito mal para merecer um destino como esse de sua sensei, alguém com quem deveria existir uma relação de apreço. A fumaça começava a se dispersar, mas junto desta papeis começavam a tomar forma novamente. — Não é possível... – Sussurrei não acreditando no que via. — Sabe sensei, você precisa entender que sempre o aprendiz vai superar o mestre. Eu não só dominei o Shikigami no Mai, como também consegui criar várias técnicas. – O garoto novamente recomposto parecia zombar da mulher. Seguido de seu discurso, o garoto começava a preparar algo. Uma nuvem de papéis. Quando pude ver claramente minha expressão beirou o desespero. Eram selos bomba. As coisas estavam prestes a piorar. Os selos não foram direcionados a nós, mas à floresta. Aquilo causaria um desastre. O que era uma missão de simples investigação se tornara um risco imenso ao Vilarejo da Flor. Meus pensamentos não paravam por um segundo. Eu me perguntava como alguém tão jovem podia ter tanto chakra, e mesmo após ter sofrido um ataque direto, ser aprisionado e literalmente explodido continuava controlando de maneira tão bem uma técnica de tamanho nível.  Agora eu entendia a razão pela qual a mulher tentara acabar com a vida do homem frente a nós. Mas não era possível. Ele provavelmente estava cansado, ou no mínimo, suas reservas de chakra estavam se esgotando, após tantas técnicas. O alívio que o último ataque trouxera à tona foi-se embora quando o homem se reconstituiu. Mesmo tendo meu chakra quase intocado, meu corpo começava a sentir o pesar da batalha. Mesmo a ruiva, que se mostrara uma shinobi de alto nível parecia surpresa, para não dizer assustada, com o às do garoto. — Acho melhor você se afastar. Acho que não conseguirei dar conta disso... – Ela anunciou enquanto me encarava. — Não podemos desistir agora... Ele vai destruir a floresta... – Tentei contestar a mulher. Eu não desistiria. Não podia. Meu cérebro começou a trabalhar. Considerei a velocidade do último ataque do homem. Foi algo muito lento para alguém que demonstrou tanta habilidade. Talvez isso pudesse ser o sopro tênue que logo se transformaria em uma tempestade para o garoto, ao menos era o que eu esperava. Estaria sem condições de combate logo, então precisava terminar isso. Ignorando o conselho da mulher, segui em frente. Com alguns selos invoquei uma legião de ilusões de mim. Cerca de 14 clones apareciam, fazendo uma barragem frente ao homem. Com sorte, qualquer que tenha sido a habilidade que ele tivesse utilizado para me detectar na floresta a pouco, agora estaria inativa. Em sincronia com os clones, lancei três shurikens em direção ao garoto, mirando órgãos vitais básicos, se é que isso era possível lutando contra o tal shikigami no mai. No segundo seguinte, usando do shunshin, saltaria em direção ao garoto para me aproximar o mais rápido possível, porém estando a alguns palmos de sua cabeça, e lançaria abaixo seis dos meus kibaku fuuda, utilizando do shunshin novamente em seguida  para me afastar da explosão que viria a seguir, esperando que fosse o suficiente para, no mínimo, desestabiliza-lo de vez.

Considerações:
No turno a seguir, com stamina 0, Sayuri estará sem condições de continuar lutando.
Considerei que o 1 que tenho em Tai é o suficiente para dar um salto "alto".
Todas as ações foram feitas em seus limites máximos, mas não passam de meras tentativas.

Jutsu:
Shunshin no Jutsu
Rank: D
Descrição: O Shumshin no Jutsu é uma técnica de movimento de alta velocidade, permitindo que um ninja possa se mover de curta para longas distâncias a uma velocidade quase indetectável. Para um observador, ele aparece como se o usuário tiver teletransportado. Uma bomba de fumaça é ocasionalmente usada para disfarçar os movimentos do usuário. É realizado o uso do chakra temporariamente para revitalizar o corpo para se mover em velocidades extremas. A quantidade de chakra necessária depende da distância total e elevação entre o utilizador e o destino pretendido. Tem havido alguma confusão em algumas traduções entre este e o Jikuukan Ninjutsu, mas estes são de fato diferentes técnicas, esta técnica não é teletransporte e sim apenas um movimento extremamente rápido.

Bunshin no Jutsu
Rank: E
Selos: Carneiro, Cobra e Tigre.
Descrição: Um ninjutsu que cria uma cópia intangível de seu próprio corpo, sem qualquer substância. Uma vez que o clone em si não tem a capacidade de ataque, e, assim, só pode ser usado para confundir o inimigo, que é usado principalmente em combinação com outros ninjutsu. É uma técnica básica, mas dependendo de uma engenho, ela pode ser utilizada de forma eficaz. Os clones se dissiparm quando entram em contato com algo.

Armamentos:
[00] Kunai
[02] Shuriken[-3]
[02] Kemuridama
[9,80m] Fios
[10] Kibaku Fuuda[-6]
[02] Hikaridama

HP 200 • 200 // CH 255 • 275        
   ST 00 • 04 // VEL 6m/s


_______________________

"[...] Because you are darkness, a world without light where flowers can only wither and die!"

[B] | [M] | [Fil.] | [M.S.] | [T] | [C.T.] | [C.J.]  

avatar
Genin
Genin










RP História
Sayuri
- Papéis Inacabados -
O ataque da garota fora o suficiente pra deixar o rapaz inconsciente. A sense do garoto ia imediatamente verificar se ele havia morrido. Mas não. Assim, ela solicitava ajuda para a Gennin para ajudar ela a carregá-lo até uma cabana ali próxima.

Considerações: Auto explicativo. Aqui começará a parte que você vai aprender a técnica. Pode fazer posts menores, no mínimo 100 palavras tá bom. Fica mais fácil criar o enredo. Aparência da Mulher
Quest - Shikigami 10/20
Convidado
avatar
Convidado
Convidado

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

resposta rápida

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum