Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
» [CENA] A chuva sobre os fios negros
Hoje à(s) 03:41 por Hipátia

» Elemelons parte 3
Hoje à(s) 03:36 por Aoi

» 1) Solicitações de Roleplay (Plotting)
Hoje à(s) 03:32 por Zarmo

» [Episódio] A Casa da Noite
Hoje à(s) 03:32 por Kiwi

» Oscar Semetral Naruto RPG Akatsuki 2018
Hoje à(s) 03:28 por Zarmo

» [RP - Crônica] Libertação - Hidey
Hoje à(s) 03:27 por Oda

» [História] O Arqueiro Astuto
Hoje à(s) 03:18 por Urameshi

» [ MF ] Vorn
Hoje à(s) 03:18 por Urameshi

» [ SOLO ] Vorn, o Aprendiz
Hoje à(s) 03:18 por Tenshin

» Rankeamento de Técnicas
Hoje à(s) 02:53 por GuillotineCrown


Convidado


20/7/2018, 03:43
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações

<

[T] Ruusaku'

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[T] Ruusaku' - em 13/1/2018, 04:42


畠人
HP: ❲ 200 • 200 ❳ CH: ❲ 300 • 300 ❳ ST: ❲ 02 • 02 ❳
Part I: Stamina

- Ah, mais um belo dia! - Mesmo o período do ano ser outono, isso não impedia que estivesse fazendo um exímio dia em Konohagakure: passáros cantavam, pessoas passeavam pelas ruas e alguns jovens shinobis treinavam, na esperança de se tornarem mais forte. E é claro, também tinha eu, um recém-graduado na Academia Ninja. Sinceramente, eu estava bastante ansioso pela chegada daquele dia. Seria meu primeiro "treinamento" sozinho após me formar na Academia Ninja. Claro, para alguns isso pode parecer bobagem, mas isso para mim carregava um grande significado: o começo da minha vida como shinobi.

Eu andava apressadamente pelas ruas, desviando de qualquer corpo que estivesse em meu caminho. Além de meu bom humor, as únicas coisas que eu levava comigo eram uma bolsa de armamentos, amarrada na perna esquerda, e uma espada passada de geração à geração entre os Hatake: a Hakkõ Chakura Tõ, que estava embainhada em minhas costas. Após um longo percurso, finalmente cheguei ao campo de treinamento, meu destino previamente decidido. O local era cercado de árvores, algumas que pareciam dificilmente se manterem de pé, já tendo sido surradas inúmeras vezes. Havia também um espaçoso local para que curiosos por aprendizado pudessem aproveitar o máximo que o local tinha à oferecer. - Yosh! Vaaamos começar! - É bastante difícil para uma criança esconder sua felicidade/alegria em certas ocasiões, e comigo não foi diferente. Estar ali era algo reconfortante para mim.

Eu reconhecia uma das minhas fraquezas: me cansar rápido demais. Em um combate real, tal debilidade poderia custar minha vida. - Eu só saio quando eu conseguir correr até o infinito! - berrei, cerrando os punhos, apontando para o céu logo em seguida, visto que este era a única testemunha daquilo que eu acabara de falar. Alonguei um pouco as pernas, dando alguns poucos saltos, além de segurá-las atrás do corpo, uma de cada vez. Levei os braços para trás do corpo e, em seguida, irrompi em uma corrida, movendo de forma quase automática uma perna de cada vez. " Tenho que ter mais vigor!" Enquanto corria, eu bufava, demonstrando cansaço. Minha aparência jovial somada aos meus traços um tanto femininos acabaram sumindo. A única coisa que se via em minha face era desgaste. - Po..Poxa vida! É mais difícil do que eu imaginei! - Cessei a corrida, levando ambas as mãos aos joelhos. Eu precisava de um pouco de tempo para respirar e recobrar minhas energias.

Contudo, eu não vim até aqui pra desistir agora. Se depender de mim eu vou até o fim. Dei uma demorada respirada, estufando os peitos. Seguidamente, comecei a correr, mantendo o ritmo em meu trabalho aeróbico. "Inspirar..Expirar.." Repetir aquela curta sequência em minha mente foi de extrema ajuda. No fim da corrida, eu não me sentia tão desgastado quanto no início. Eu certamente havia sido capaz de, ao menos, melhorar um pouco meu vigor.  

Part II: Genjutsu

Acabado o treino de estamina, eu ainda tinha tempo suficiente para realizar um treino ou dois. - Ah, é mesmo! Meu Genjutsu é uma merda! - Bati minha mão direita, cerrada, sobre o palmo da esquerda. Minha inabilidade em ilusões era tanta que eu sequer percebi que havia dito um palavrão. Levei meu dedo indicador até o lábio, além de curvar um pouco o quadril. Era uma posição duvidosa para alguém que se dizia heterossexual, mas eu não me importava muito com a visão de terceiros. " Hm..Será que a biblioteca é uma boa escolha? " indaguei, sem ter certeza do destino que me aguardava. Dei um suspiro e, seguidamente, fui em direção à tão aclamada biblioteca de Konoha.

Meu caminho até a biblioteca não foi demorado e, se foi, eu sequer percebi. Por estar cansado, eu andava vagarosamente, mas acabava me perdendo em minha mente. - I..Incrível! Olha o tamanho disso! - Eu tinha que olhar para cima se eu quisesse vislumbrar a imensidão da biblioteca. Detalhe: isso por fora, imagine por dentro, então. Comecei a me aproximar do estabelecimento, lendo uma plaquinha de madeira onde estava escrito "Silêncio". Era um pedido importante, e eu deveria respeitá-lo. Afinal, pessoas estavam lá para ler, e não para serem atrapalhadas por um garotinho inconveniente que estava brincando de ser ninja.

- I..Incrível! Tem muuuuitos livros aqui! - É..Eu ignorei o aviso, mil perdões. Alguns olhares de "ai que criança fofinha" foi-me direcionado por um grupo de mulheres, a maioria com idade suficiente para serem mães. Entretanto, o que realmente me cercou foram inúmeros olhares de ódio e desgosto, como se eu tivesse interrompido algo de extrema importância. " E agora?" - DESCULPA, PESSOAL! - berrei, mais alto que a última frase, agora me direcionando à estante de livros. A secretária pareceu estar um pouco receosa pela minha presença, mas eu acredito as razões dela não ter me expulsado: primeiro, ela gosta de crianças. Segundo, ela respeita ninjas. Terceiro, ela achou que eu era autista. Talvez tenha sido as duas primeiras opções.

" Conhecimentos Básicos de Taijutsu..Conhecimentos Básicos de Ninjutsu.. Conhecimentos Básicos de Genjutsu, isso!" Eu "folheava" os livros com os dedos. A maioria estava empoeirada. Que desperdício.. Tanto conteúdo bom sendo tratado feito lixo, principalmente pela ignorância dos ninjas que, em grande maioria, acreditam que a única coisa importante é poder, deixando de lado a força mental. Peguei o livro que se tratava sobre genjutsu, e me sentei na mesa delas. Nã..Não foi pelo motivo de eu me parecer com uma, idiota! E sim pelo fato de elas não demonstrarem antipatia em relação à minha pessoa.

- Caramba..Já é de noite? Esse livro foi bom.. - A escuridão que vinha da janela da biblioteca me mostrava que eu havia passado horas lendo aquele livro. Não me arrependia de nada, porém. Aprendi várias formas de escapar de genjutsus, fosse por dor, interferência interna ou externa, etc. Também estudei sobre as vantagens de ser um usuário de Genjutsu. Era uma arte ninja que, além do Ninjutsu, também chamava minha atenção. Eu estava muuuito curioso sobre Genjutsu. Infelizmente, meu tempo havia acabado. Tudo que eu fiz foi guardar o livro na prateleira, antes de sair da biblioteca. Eu fui em direção à minha casa, onde tomei um banho antes de cair em um sono profundo.
Leia-me:
Aparência Aqui

Treino para Stamina 481 palavras, para Genjutsu 559. Tmj Dora
Negrito falas
Itálico pensamentos
Armamentos:
10x Shuriken
5x Kunai
10x Senbon


Hakkō Chakura Tō
Rank: A
Descrição: O Hakkō Chakura Tō foi um Tanto que originalmente pertencia a Sakumo Hatake, que passou para o seu filho, Kakashi. Foi um Tanto reta de lâmina com um pequeno, mão-guarda circular. Ele exalava um faixa branca de chakra quando foi balançado, este ganho Sakumo seu título de "White Fang de Konoha" (木 ノ 葉 の 白 い 牙, Konoha não Shiroi Kiba). Esta lâmina foi destruída durante a Terceira Guerra Mundial Ninja durante a luta de Kakashi com Kakko. No anime, que mais tarde foi mostrado reparado com Kakashi ainda usá-lo para as missões.

孤独 - Template por MilkWho.

_______________________

avatar
Re: [T] Ruusaku' - em 13/1/2018, 08:39

@

_______________________

avatar
Tokubetsu Jonin
Tokubetsu Jonin
Re: [T] Ruusaku' - em 14/1/2018, 15:10



HP: ❲ 225 • 225 ❳ CH: ❲ 400 • 400 ❳ ST: ❲ 03 • 03 ❳
Part I: Intelligence

Mais um belo dia de outono em Konohagakure no Sato. O clima estava ameno, e o Sol parecia não se esconder entre as nuvens. Muitas pessoas caminhavam pelas ruas, visto que nenhum fenômeno da natureza as impedia de realizar suas tarefas. - Yooosh! Vamos treinar! - Bem, eu era uma dessas pessoas, também. Por não ter sido designado à nenhuma missão, eu claramente podia tirar aquele dia para treinar. "Hm..A biblioteca, novamente" Por mais que me doesse admitir, o tempo que eu havia gasto na biblioteca, algumas semanas antes, foram certamente valiosos. Pensando nisso, eu fui em direção à mesma, me mantendo animado. Mesmo nos atos mais monótonos e simplórios, como ler um livro em uma biblioteca, eu era facilmente capaz de achar a motivação necessária para que eu exercesse minhas funções.

"Não vou gritar dessa vez." Na última vez que eu tinha ido até a biblioteca, eu fui visto por maus olhos por..er..gritar duas vezes. Eu sei que pode parecer inconveniente, mas eu juro que fiz sem querer! Além disso, eu não iria permitir que a mesma coisa acontecesse duas vezes. Não em um curto período de tempo, ao menos. Assim que meus pés encostaram no solo da biblioteca, cerrei minha boca fortemente, respirando unicamente pelo nariz. Como é aquele ditado, mesmo? Ah, sim: boca fechada não entra mosca. - Quiquirível (Que incrível).- Falar com a boca fechada também não era uma ideia exemplar, mas pelo menos impedia de que, por um descuido, eu acabasse berrando. Andei vagarosamente, quase que arrastando os pés, indo em direção à uma seção reservada, que parecia conter informações sobre, principalmente, a Vila da Folha.

- Hm.. Esse aqui parece interessante. - Como eu estava um pouco afastado das demais pessoas, minha voz não as incomodou dessa vez, para meu alívio e também para felicidade geral. Fui passando o dedo entre os livros, até finalmente encontrar um que contava a história de alguns dos vários clãs de Konoha. Peguei o livro e, apressado, fui sentar em uma cadeira. Por mais que eu fosse um Hatake, meus conhecimentos sobre meu clã eram praticamente nulos. - Que esteja nesse livro, por favor. - Fui passando as páginas, rapidamente, na esperança de encontrar alguma informação sobre meu amado clã.

Depois de remexer em algumas páginas, eu finalmente encontrei informações relacionadas ao Clã Hatake.- Eu posso invocar..cachorros? - A ideia da invocação de ninkens perdurou na minha cabeça. Aparentemente, todos os Hatake eram aptos a invocar cachorros ninjas. Eu fiz questão de decorar o nome de todos os cães. -Akino, Bisuke, Bull, Guruko, Pakkun, Shiba, Ūhei e Urushi. - Foi necessário repetir várias vezes até que eu finalmente decorasse. Feito isso, eu dei mais algumas olhadinhas pelo livro, para conhecer tanto a história de Hatake Kakashi quanto a de Hatake Sakumo. Foram ninjas formidáveis, e eu certamente queria superá-los.

Part II: Ninjutsu

Guardei o livro na estante, sem fazer muita cerimônia. Em seguida, fui em direção à saída da biblioteca, já que não tinha mais nada que chamasse minha atenção por ali(ao menos, não por enquanto). - Hm.. O que eu poderia treinar agora? - Parando pra pensar, já fazia um tempo que eu não implementava o meu ninjutsu que, diga-se de passagem, era a arte ninja que eu melhor me saía. Sem tardar, fui em direção ao Campo de Treinamento do Vilarejo. Acho que dessa vez eu fui mais "esperto": realizei o treino mental antes do físico, diferentemente do que eu havia feito da última vez. Assim que cheguei no local desejado, tirei minha jaqueta marrom, apoiando-a em uma árvore. Agora, minhas únicas vestes eram minha calça preta e uma regata escura, que estava escondida embaixo do casaco. - Vamos começar!

Modéstia à parte, não haviam razões para eu treinar o "básico do básico", como Bunshin no Jutsu e Henge no Jutsu. Eu já tinha passado dessa fase, em que jutsus de academia eram tarefas árduas e você tinha que passar um bom tempo treinando para aperfeiçoá-los. Eu pensei em algo diferente, que envolvia treinar tanto meu ninjutsu quanto meu controle de chakra. - Ki Nobori no Shugyõ! - Com a mão esquerda somente, fiz o selo do tigre. Ser hábil em selos era realmente uma dádiva, e eu não podia reclamar. Senti como se meu chakra estivesse rodeando as solas de meus pés e, assim sendo, corri em direção à uma árvore, das várias que haviam no Campo de Treinamento.

Assim que meu corpo ficou frente à frente com a árvore, eu coloquei meu pé esquerdo sobre o tronco da mesma, seguido pelo direito. Não que aquilo me surpreendesse, mas meus pés pareciam ter "colado" na árvore. Mesmo estando com o corpo em horizontal, eu não caía. Aquilo testava a veracidade das leis da gravidade até o limite. Se bem que certas coisas nesse mundo, como o que ninjas são capazes de fazer, sequer possuem explicação. Comecei a escalar a árvore, correndo. Minha meta era chegar até o topo da mesma. Por mais que fosse um treinamento, eu estava me divertindo fazendo aquilo. - Oh, merda. - Talvez por estar me "divertindo", eu acabei me desconcentrado, fato que fez com que o chakra na sola do meu pé se tornasse instável, fazendo com que eu caísse. Antes, porém, eu saquei a Hakkõ Chakura Tõ rapidamente da bainha, efetuando um corte em horizontal na árvore, para marcar até onde eu havia chegado. Eu cheguei a uma altura considerável, mas não alto o suficiente para chamar de "topo". No fim, não importava: eu tinha certeza de ter ampliado minhas habilidades em ninjutsu, mesmo que tivesse caído antes de alcançar o topo. O que eu treinaria em seguida?

Part III: Katon

Eu ainda tinha tempo para aprender ou especializar mais alguma coisa, se eu assim desejasse. - Ah, sim! Os elementos! - Eu parecia animado, chegando a sorrir após falar. Eu estava conversando sozinho e, qualquer pessoa que me visse, provavelmente acharia que eu era louco. Alguns dias antes, eu tinha descoberto que meu elemento primário, assim como afinidade elemental, era o Raiton. Independente disso, tanto meus instintos quanto minhas habilidades em ninjutsu me diziam que, de alguma forma, eu já estava apto a aprender a manipular outro elemento da natureza. Sem querer mentir, eu tinha uma certa preferência por Katon, principalmente por viver no País do Fogo.

Por mais que eu quisesse, porém, eu não conhecia nenhum jutsu elemental que não fosse o da minha afinidade. Não importava que meu elemento secundário fosse Katon, Doton, Suiton, ou até mesmo Fuuton(eu tenho certo preconceito em relação à esse elemento), visto que eu não seria capaz de realizar uma técnica. Não importava, eu tinha que dar meu jeito. "Katon!" Eu sempre pensava na manipulação de fogo, fazendo alguns selos de mão aleatórios, na esperança de algum jutsu dar indícios de estar sendo efetuado. Não saber o que eu tinha que fazer tornava as coisas estupidamente mais complicadas, e você não faz ideia do tanto.

Já era quase noite, e eu ainda estava tentando. Eu me sentia esgotado. Não por falta de chakra, e sim por cansaço ocasionado pela repetição. As sequências de selos de mão que eu havia realizado foram várias, apesar de absolutamente nada ainda ter acontecido. Sem esperanças, eu fiz o selo do cavalo, seguido pelo do tigre, por mais que eu não tivesse esperanças de algo acontecer. Contudo, tive uma surpresa: senti uma sensação de algo subindo pela minha garganta, até chegar em minha boca. Abri meus lábios, e uma pequena labareda surgiu. Não era algo capaz de chamar de jutsu, e nem algo que devesse ser motivo de orgulho. Contudo, aquilo deixou claro que eu era capaz de efetuar jutsus do estilo fogo.

Me sentindo gasto, eu cessei o treinamento, contente com o meu aprendizado adquirido. Eu fui em direção à minha casa, onde eu iria descansar até que fosse necessário realizar uma missão.
Leia-me:
478 palavras para 1 em inteligência, 465 para 1 em ninjutsu e 367 para aprender o Katon como elemento secundário Dora
Aparência Aqui
Negrito falas
Itálico pensamentos
Armamentos:
10x Shuriken
5x Kunai
10x Senbon


Hakkō Chakura Tō
Rank: A
Descrição: O Hakkō Chakura Tō foi um Tanto que originalmente pertencia a Sakumo Hatake, que passou para o seu filho, Kakashi. Foi um Tanto reta de lâmina com um pequeno, mão-guarda circular. Ele exalava um faixa branca de chakra quando foi balançado, este ganho Sakumo seu título de "White Fang de Konoha" (木 ノ 葉 の 白 い 牙, Konoha não Shiroi Kiba). Esta lâmina foi destruída durante a Terceira Guerra Mundial Ninja durante a luta de Kakashi com Kakko. No anime, que mais tarde foi mostrado reparado com Kakashi ainda usá-lo para as missões.
Jutsus Usados:

Ki Nobori no Shugyō
Rank: E
Descrição: Ki Nobori no Shugyō é um método de treinamento utilizado para obter mais habilidades com controle de chakra. Esta formação envolve focalizar uma quantia fixa de chakra para o fundo do seus pés, e usar isso para subir em uma árvore sem utilizar as mãos. Se o fluxo de chakra é muito fraco, o usuário perderá sua posição na árvore e cair. Se ele for muito forte, o utilizador irá ser empurrada para longe da árvore, fazendo com que a árvore se quebre em torno do ponto de contacto com o utilizador.
孤独 - Template por MilkWho.

_______________________

avatar
Re: [T] Ruusaku' - em 14/1/2018, 15:47

— Aprovado —
avatar
Jōnin
Jōnin
Re: [T] Ruusaku' - em 27/1/2018, 20:59



HP: ❲ 325 • 325 ❳ CH: ❲ 425 • 425 ❳ ST: ❲ 03 • 03 ❳
I: Stamina

Por mais que meu combate à média-distância, principalmente proveniente de meu Ninjutsu, pudesse ser considerado "razoavelmente bom" para um Gennin, meus dotes físicos deixavam a desejar. Devido a isso, eu tinha que encontrar alguma forma de me fortalecer fisicamente, para que essa fraqueza não me comprometesse seriamente em uma luta. Mediante a isso, eu tinha que ampliar tanto meu vigor quanto minha velocidade. "Nossa, por que não melhorar seu combate corpo a corpo e/ou sua força?" Simples: eu não quero, pelo menos agora. - Novamente aqui! - Não que fosse uma surpresa, mas eu novamente realizaria meu treino no Campo de Treinamento de Konohagakure. Chegando lá, removi meu casaco marrom, colocando-o apoiado em uma árvore qualquer. Alonguei um bocado o corpo, chacoalhando os braços e as pernas um pouco, para me "aquecer". Feito isso, eu finalmente poderia dar início ao treinamento.

Para aumentar meu vigor, eu comecei o treinamento que exigiria o máximo de meu corpo: primeiro, dar um pequeno salto. Um pulo, praticamente. Assim que meus pés encostassem no chão, eu diretamente emendava em uma flexão de braço, realizando esse movimento inúmeras vezes. "Merda.." Depois de algum tempo, meu corpo começou à ceder àquele exercício, por demandar um vigor que eu ainda não possuía. Cacete..Não sabia que esse tipo de treinamento era tão difícil.. Minhas pernas doíam um pouco, mas a dor que eu sentia em meus braços era descomunal à que eu sentia no resto do corpo. - É..Meus braços estão me matando.. - Com as mãos apoiadas no chão e o corpo reto, eu estava praticamente travado na posição de flexão, incapaz de efetuar o movimento por completo. Subitamente, meu corpo desabou, cedendo à posição. Caí de barriga no chão, além de minha bochecha direita ter ficado um pouco arranhada quando eu caí, virando um pouco um rosto para não ir de nariz ao encontro do solo.  

Algum tempo se passou e meu corpo ainda repousava no solo, imóvel. Qualquer pessoa que me visse ao longe provavelmente não saberia dizer se eu estava morto ou apenas desacordado. Minhas vestes estavam sujas, assim como meu corpo inteiro. - Não.. - Mesmo no limite de meus braços/capacidade pulmonar, eu não podia cessar meu treinamento aiinda. - Ainda não acabou..- Apoiei minhas mãos no chão, meus braços extremamente contraídos. Com grande dificuldade, finalmente me levantei. É..Eu realmente estava disposto a ir longe, se isso me fortalecesse. Dei uma longa respirada, tentando pegar todo o ar que minhas narinas aguentassem.  Após isso, continuei o exercício, bufando feito um touro. Se eu não estivesse disposto a sacrificar meu corpo a fim de me fortalecer, eu facilmente já teria desistido. "No pain no gain." Por mais que meus músculos doessem, eu fiz o treinamento até notar melhoras em meu vigor. Cacete..Foi mais difícil que o esperado.

II: Velocidade

Finalmente eu tinha terminado meu treino físico. - Acho que tenho que descansar meus braços.. - Aparentemente, qualquer método de treinamento que envolvesse trabalho braçal estava fora de cogitação. Mas..Eu ainda queria treinar! Cabelos brancos..Olhos vermelhos..Não só em aparência, mas eu era um "rato" de treinamento. Bem, ampliar minha velocidade não parecia uma má ideia. Contudo, eu não vou me limitar a apenas correr pelo Campo de Treinamento. A meta seria dar uma fucking volta completa em Konohagakure, na minha mais alta velocidade. Vesti meu casaco marrom novamente, já que eu o provavelmente esqueceria ali. Abaixei um pouco o corpo, em uma clara posição de quem estava se preparando para correr. - Run, Ruusaku, Run! - gritei, começando a correr. Não que fosse inesperado, mas minha velocidade máxima claramente era a mesma, algo em torno de seis metros por segundo. Se tudo der certo, eu finalizarei meu treinamento correndo a uma velocidade consideravelmente maior que essa.

Alguns minutos se passaram e eu não tinha notado diferenças chamativas em minha corrida. Pessoas olhavam para mim, com um olhar de dúvida. Talvez estivessem se perguntando por que caralhos um garoto de nove anos estava todo suado, sujo e machucado no rosto, correndo de forma incessante. Podiam até mesmo pensar que eu tinha roubado alguma coisa valiosa, como a Hakkõ Chakura Tõ embainhada em minhas costas. Mesmo assim, ninguém se colocou em minha frente para impedir o meu trajeto, o que foi um alívio. Afinal, eu não tinha feito absolutamente nada de errado. "Mas..que merda" Nessa altura, eu já estava no portão Norte do vilarejo. Se meus braços não doessem tanto, eu os apoiaria sobre meus joelhos, para descansar. Puts, nem isso eu podia fazer. Permaneci olhando para o céu, enquanto recuperava minha força. - Ainda..Não é o suficiente.. - disse, tornando a olhar para frente. Se eu quisesse me tornar mais rápido, eu tinha que superar meus limites, da mesma forma que eu fiz com o treinamento anterior.

Voltei novamente a me mover, inicialmente trotando. Porra, existiam pessoas capazes de se mover a vinte, até vinte e cinco metros por segundo, e eu não chegava nem perto disso. Como eu seria capaz de sobreviver se eu morrer antes de sequer perceber o que aconteceu comigo? Não..Eu não podia. - Rápido.. - Nesse instante, comecei a correr, na minha maior velocidade. Ainda não era o suficiente, entretanto. - Mais..Mais rápido! - gritei, enquanto passava pelo centro comercial de Konoha. Senti como se tivesse acelerado um pouco. Eu certamente estava me movendo a uma maior velocidade, por mais que minhas pernas doessem. Ainda demoraria um pouco para eu me acostumar com aquilo, definitivamente. Extremamente cansado, eu parei de correr. Fui praticamente rastejando até a minha casa, onde eu enfim descansaria.

Considerações:
472 no primeiro treino. 450, 460 sla no segundo.
Gostaria de +1 tanto em Velocidade quanto em Stamina Dora
Aparência Aqui
Negrito falas
Itálico pensamentos
Armamentos:
10x Shuriken
5x Kunai
10x Senbon


Hakkō Chakura Tō
Rank: A
Descrição: O Hakkō Chakura Tō foi um Tanto que originalmente pertencia a Sakumo Hatake, que passou para o seu filho, Kakashi. Foi um Tanto reta de lâmina com um pequeno, mão-guarda circular. Ele exalava um faixa branca de chakra quando foi balançado, este ganho Sakumo seu título de "White Fang de Konoha" (木 ノ 葉 の 白 い 牙, Konoha não Shiroi Kiba). Esta lâmina foi destruída durante a Terceira Guerra Mundial Ninja durante a luta de Kakashi com Kakko. No anime, que mais tarde foi mostrado reparado com Kakashi ainda usá-lo para as missões.

孤独 - Template por MilkWho.

_______________________

avatar
Re: [T] Ruusaku' - em 27/1/2018, 21:05

Aprovado. +1 em Stamina e +1 em Velocidade.

_______________________

avatar
Genin
Genin

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

resposta rápida

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum