Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
» [RP - Crônica] Libertação - Hidey
Hoje à(s) 03:44 por Tenshin

» [CENA] A chuva sobre os fios negros
Hoje à(s) 03:41 por Hipátia

» Elemelons parte 3
Hoje à(s) 03:36 por Aoi

» 1) Solicitações de Roleplay (Plotting)
Hoje à(s) 03:32 por Zarmo

» [Episódio] A Casa da Noite
Hoje à(s) 03:32 por Kiwi

» Oscar Semetral Naruto RPG Akatsuki 2018
Hoje à(s) 03:28 por Zarmo

» [História] O Arqueiro Astuto
Hoje à(s) 03:18 por Urameshi

» [ MF ] Vorn
Hoje à(s) 03:18 por Urameshi

» [ SOLO ] Vorn, o Aprendiz
Hoje à(s) 03:18 por Tenshin

» Rankeamento de Técnicas
Hoje à(s) 02:53 por GuillotineCrown


Convidado


20/7/2018, 03:49
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações

<

[QUEST]O Descendente de Indra

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[QUEST]O Descendente de Indra - em 3/9/2017, 22:43



narrador


O Caminho do Hospedeiro


Local: Monte Myoboku Estação: Outono Temperatura 20°C 01/05


Ambiente:  Campo Aberto.

A assassina de Deuses depositava seu peso em ambas as pernas, trombando-se contra obstáculos enquanto seu corpo não se acostumava com o "novo poder". Seus olhos embaçados lhe prejudicavam, tornando o percurso difícil, praticamente impossível. Seu corpo pesava, enquanto sua cabeça latejava em uma dor insuportável. O suor frio que escorria por sua testa foi a última coisa que sentiu, antes que sua consciência se perdesse, fazendo com que seu corpo tombasse contra o solo, imóvel.

[...]

Os sonhos maculados de maldade açoitavam a mente da Uchiha, trazendo pequenos flashes de memória que ela tinha certeza de que não pertenciam a ela. Chamas, gritos e sangue, foi o que ela viu, antes que a imagem da raposa demônio surgisse diante dela, apenas para que abrisse seus olhos em seguida. — Ei...pirralha! Vamos, acorde de uma vez! — Dizia uma voz estranha, porém, estranhamente amigável. No momento em que seus olhos pudessem se acostumar, provavelmente tomaria um susto, ao ver que seu salvador era um sapo falante. — Ufa, até que enfim! Você me deu um susto, sabia? — Indaga ele, aparentemente aliviado.

A garota provavelmente não entenderia a situação, então era dever de Fukasaku lhe explicá-la. — Lhe trouxe para cá para lhe parabenizar, afinal...você salvou o mundo, pirralha! — Contente, esboçava um sorriso gentil, enquanto dava de costas e se afastava, partindo na direção de sua moradia. — Venha, vamos comer algo. Shima está nos esperando! — Esperava ser seguido, então esperou sua companhia para acelerar o paço.

Considerações: Nem sei. Siga o Fukasaku pra comer uns insetos marotos, fale pra ele do seu sonho ou tente interpretá-lo sozinho. Faça o que achar melhor, só estou aqui pra lhe auxiliar.



_______________________


Database
Creation
Bank
Uptade
Techniques
Codes


avatar
Genin
Genin

Sonhou um sonho tenebroso, sobre dois cavaleiros de manto branco, um jardim multicolorido cuja predominância era o verde intenso e um rugido furioso que ecoou através das plantas, dos bosques e das árvores, maculando o manto dos cavaleiros em um escarlate profundo e sombrio e tomando da flora seu suco de vida. A paisagem fora gradativamente substituída por terremotos, ventanias poderosas e acúmulos de água que assemelhavam-se a tsunamis. Os cavaleiros mantinham-se prostrados de pé mesmo diante das calamidades da natureza, acorrentando-se a si mesmos em árvores e pedras, de forma que a cada novo desastre, eles eram a única coisa no cenário que jamais mudava. Sobreveio então a maior das calamidades: um grande meteorito invadiu a atmosfera terrestre, penetrando as nuvens e avançando contra a terra. Os cavaleiros deram-se por vencidos, mas se sentiam honrados pelo combate. E naquele momento um terceiro cavaleiro surgiu. Portava nove espadas douradas no coudre de sua armadura e possuía olhos de um vermelho intenso. O cavaleiro brandiu suas espadas, todas de uma única vez, e então gritou:

— Ei...pirralha! Vamos, acorde de uma vez! — Foi naquele momento que o cavaleiro transmutou-se em uma grande raposa alaranjada de nove massivas caudas, para a surpresa da sonhadora Mordred. Engoliu em seco e deu um passo para trás, mas apenas para perceber que não se encontrava em lugar algum. E caiu, infinitamente, até que uma voz diferente lhe acordou novamente, com as mesmas palavras.

— O-onde, eu... — Foram as únicas palavras que disse, pois o corpo permanecia atordoado demais para processar as informações. Teria ficado com vergonha diante da parabenização do sapo esverdeado e de olhos dourados, mas diante da situação em que se encontrava, limitou-se a sorrir. Não sabia ao certo onde estava, mas tais criaturinhas já haviam se mostrado muito amigáveis para com sua pessoa e por isso, decidiu seguir o animal, embora não soubesse nem mesmo o seu nome. Os sonhos estranhos incomodavam sua mente e por isso, teve como única e mais sensata saída falar sobre eles. Enquanto caminhavam, começou a explicar — talvez mais para si mesma do que para o sapo — sobre o sonho que tivera, buscando por respostas que muito provavelmente não obteria.



Mordred; HP: 2000, CK: 2850/2850.
Kurama; CK: 5000/5000
Kokorowatari; RES: 350
Amaunator; RES: 300/350
Spoiler:
Roupas são essas: por dentro, por fora. Não há máscara. Kokorowatari na posição da tradição e Kibas transformadas no outro lado da cintura.

1/5
Spoiler:

Kokorowatari
Espécie: Lendária.
Rank: S.
Descrição: Também conhecida como Kami no namida (神の涙, lit. Lágrima de Deus), esta é uma arma lendária de origem divina cuja existência foi mantida em segredo absoluto, sendo esta um tesouro sagrado e a única prova da existência do Deus coelho. Segundo a lenda, a Kokorowatari surgiu em um período de guerras sangrentas, quando a violência humana sobrepujou a dádiva do amor e só então fez-se necessária a intervenção divina. O criador, decepcionado com tamanho pecado de sua própria criação, permitiu que uma porção de sua essência caísse sobre a terra na forma de lágrimas. Essas lágrimas juntaram-se e através da essência divina, tomaram a forma de uma espada sagrada.

A Kokorowatari tem a forma de uma katana tradicional, de ornamentos brancos e trançados completamente pretos. Sua guarda é escura tal como os trançados, mas possui adornos de cor levemente mais clara que contam a história da criação da arma através de pequenos desenhos na área da guarda. A lâmina possui oitenta centímetros e é branca como a neve, tal qual lhe confere um brilho verdadeiramente incômodo em dias ensolarados. A tradição dos que já a empunharam é de que Kokorowatari é  sempre posta do lado esquerdo da cintura.

Sendo uma espada divina cujo objetivo era parar guerras, a arma possui duas habilidades distintas que agem em prol de evitar conflitos. A primeira e mais interessante delas é a capacidade de, com o mero toque no adversário ou mesmo através do contato indireto, a espada toma parte do vigor do afetado e o transfere para seu portador, sendo essa quantia equivalente a um turno de Stamina por post. A segunda é uma forma mais ofensiva de evitar conflitos, pela qual a espada consegue destruir armas básicas completamente ao se chocarem com ela e também infligir um dano extra de 140 pontos de dano na RES das armas especiais a confronta-la.

Amaunator
Espécie: Rara.
Rank: S.
Descrição: Inspirados pela deusa do sol que lhes presenteou com o fogo, os primeiros homens tinham agora o conhecimento para forjar as primeiras armas. Entretanto, a deusa logo notou a ineficácia nos primatas recém evoluídos em forjar e devido a isto, presenteou-os novamente, mas desta vez com uma das peças de sua coleção mais preciosa. A peça presenteada foi a Amaunator, a defensora.

Amaunator é uma armadura completa, possuindo uma diadema de prata em vez de um capacete. A fortaleza móvel é predominantemente branca, com alguns detalhes azuis e ornamentada em ouro em diversas partes da armadura. Embora de aparência robusta, fora feita sob medida para mulheres e permite os mesmos movimentos ágeis, furtivos e de malabarismos que ninjas costumam executar sem nenhuma queda em velocidade. Seu material não é muito pesado e por isso, é possível utiliza-la sem problemas caso possua ao menos dois pontos em força, mas é extremamente resistente, sendo uma parte importante para sua habilidade. A habilidade da armadura da deusa do sol é a resistência absoluta, podendo defender armas básicas e especiais sem diminuição da RES — e consequentemente, sem dano. É, entretanto, passível a ser destruída através de técnicas de rank B e força 4.


Kiba
Rank: S
Descrições: Kiba (牙; literalmente significa "Presas"): Espadas gêmeas que são imbuídas de um raio que aumenta seu poder de corte. Elas são ditas as espadas mais afiadas já forjadas. Elas também são chamadas de "Espadas de Trovão" (雷刀, Raitō).
Habilidades da Arma: Conhecidas como as espadas mais afiadas já forjadas, ao serem banhadas em eletricidade se tornam capaz de cortar qualquer coisa até uma vez por turno - Rank S. Podem em conjunto de um portador manipulador de eletricidade (afinidade ou perícia) lançar manipulações de Raiton de até Rank A.

_______________________


What you're looking for? Stay away from my character sheet!
avatar
Superior a Kage | Anbu | Heroína
Superior a Kage | Anbu | Heroína



narrador


O Caminho do Hospedeiro


Local: Monte Myoboku Estação: Outono Temperatura 20°C 02/05


Ambiente:  Campo Aberto.

Os passos lerdos e levemente desengonçados do sapo não se comparavam aos passos abertos e ligeiros de Mordred, que seguia o sapo, curiosa com a situação de seu interior. A explicação que soltou para o não tão grandioso sapo foi suficiente para que ele soubesse do que se tratava aquilo. Admirou-a por um segundo, depositando sua mão sobre o queixo para pensar melhor. — Já houve outro...sabia? — Indicou, ainda reflexivo. — Esse sonho pode não ser um simples sonho, mas para ter certeza, temos que nos preparar...espera aqui um momento, sim? — E lá se foi, sumindo cada vez mais, enquanto esperava que Mordred aguardasse parada, sem questionar.

[...]

Talvez meia hora houvesse se passado, talvez mais, era impossível ter certeza com o ambiente diferenciado aonde os sapos viviam. Mas o que importava era Fukasaku, retornando ao longe, pulando velozmente com suas quatro patas, como um sapo deveria fazer. Se aproximou e indicou com o dedo, para que fosse seguido. — Vamos fazer algo a respeito disso, mas terá de confiar em mim. — Garantiu, esperançoso.

Mais longe dali, sentou-se sobre o chão frio de terra e o pó levantou, como se ele mais pesado do que seu tamanho aparentava. Esticou seus membros superiores para a garota, com algo que se assemelhava à uma lancheira. — Shima caprichou hoje, me diga o que acha! — Se animou, abrindo o recipiente para espantar a garota com todo tipo de inseto, com diversas cores que jamais imaginou ser possível, alguns cozinhados de uma forma, outros de outra, mas nenhum deles pareceria apetitoso para um humano comum. Tendo a loira se servido ou não, Fukasaku prosseguiria. — Você deve meditar agora...busque fundo em si mesma por alguma diferença, mínima que seja! — Requisitou, permanecendo com a boca cheia com insetos.

Considerações: Aceite os insetos ou não, não faz diferença. A meditação servirá para trazer a tona os sentimentos de Kurama, algo como buscar dentro de si por pensamentos, sensações ou até lembranças que não lhe pertencem. Enrole um pouco e no fim escute Kurama lhe chamar, indo então para o mundo interior.



_______________________


Database
Creation
Bank
Uptade
Techniques
Codes


avatar
Genin
Genin

Outro o que? Questionou-se, ainda um pouco atordoada com o que quer que lhe afligisse. O pequeno sapo lhe pediu por sua paciência e sem outra escolha, Mordred assentiu com a cabeça e recostou-se sobre a estátua de um grande sapo em pedra, percebendo que esta não era nem um pouco confortável. O clima ameno de onde quer que estivesse lhe trazia uma paz sem igual, que misturada com os ventos leves a lhe massagearem o rosto, tornavam daquele recinto um Oasis perfeito para um perfeito fim de semana de férias. Ainda sim, em seu estado atual, o lugar em que estava pouco faria diferença para seu bem estar.

E permaneceu ali por um bom tempo até que o pequeno sapo esverdeado surgiu novamente no horizonte, apressado, trazendo consigo uma espécie de maleta adornada em ouro e prata. Quando desatou as pequenas pecinhas de plástico que a mantinham fechada, revelou dezenas de vermes minúsculos retorcendo-se uns sobre os outros dentro da lancheira, como se lutassem por um espaço maior para se movimentarem. Mordred pensou em vomitar, mas já não havia muito em seu estômago para tal e por isso, limitou-se a agradecer e então tomou posição de meditação. Cerrou os olhos, acalmando seu coração e pacificando seu corpo de forma a relaxar completamente. Jamais havia feito algo do tipo e portanto, manteve a calma e a concentração até que uma voz lhe convocou, arrastando-a para um outro plano de existência mais... profundo.


Mordred; HP: 2000, CK: 2850/2850.
Kurama; CK: 5000/5000
Kokorowatari; RES: 350
Amaunator; RES: 300/350
Spoiler:
Roupas são essas: por dentro, por fora. Não há máscara. Kokorowatari na posição da tradição e Kibas transformadas no outro lado da cintura.

2/5
Spoiler:

Kokorowatari
Espécie: Lendária.
Rank: S.
Descrição: Também conhecida como Kami no namida (神の涙, lit. Lágrima de Deus), esta é uma arma lendária de origem divina cuja existência foi mantida em segredo absoluto, sendo esta um tesouro sagrado e a única prova da existência do Deus coelho. Segundo a lenda, a Kokorowatari surgiu em um período de guerras sangrentas, quando a violência humana sobrepujou a dádiva do amor e só então fez-se necessária a intervenção divina. O criador, decepcionado com tamanho pecado de sua própria criação, permitiu que uma porção de sua essência caísse sobre a terra na forma de lágrimas. Essas lágrimas juntaram-se e através da essência divina, tomaram a forma de uma espada sagrada.

A Kokorowatari tem a forma de uma katana tradicional, de ornamentos brancos e trançados completamente pretos. Sua guarda é escura tal como os trançados, mas possui adornos de cor levemente mais clara que contam a história da criação da arma através de pequenos desenhos na área da guarda. A lâmina possui oitenta centímetros e é branca como a neve, tal qual lhe confere um brilho verdadeiramente incômodo em dias ensolarados. A tradição dos que já a empunharam é de que Kokorowatari é  sempre posta do lado esquerdo da cintura.

Sendo uma espada divina cujo objetivo era parar guerras, a arma possui duas habilidades distintas que agem em prol de evitar conflitos. A primeira e mais interessante delas é a capacidade de, com o mero toque no adversário ou mesmo através do contato indireto, a espada toma parte do vigor do afetado e o transfere para seu portador, sendo essa quantia equivalente a um turno de Stamina por post. A segunda é uma forma mais ofensiva de evitar conflitos, pela qual a espada consegue destruir armas básicas completamente ao se chocarem com ela e também infligir um dano extra de 140 pontos de dano na RES das armas especiais a confronta-la.

Amaunator
Espécie: Rara.
Rank: S.
Descrição: Inspirados pela deusa do sol que lhes presenteou com o fogo, os primeiros homens tinham agora o conhecimento para forjar as primeiras armas. Entretanto, a deusa logo notou a ineficácia nos primatas recém evoluídos em forjar e devido a isto, presenteou-os novamente, mas desta vez com uma das peças de sua coleção mais preciosa. A peça presenteada foi a Amaunator, a defensora.

Amaunator é uma armadura completa, possuindo uma diadema de prata em vez de um capacete. A fortaleza móvel é predominantemente branca, com alguns detalhes azuis e ornamentada em ouro em diversas partes da armadura. Embora de aparência robusta, fora feita sob medida para mulheres e permite os mesmos movimentos ágeis, furtivos e de malabarismos que ninjas costumam executar sem nenhuma queda em velocidade. Seu material não é muito pesado e por isso, é possível utiliza-la sem problemas caso possua ao menos dois pontos em força, mas é extremamente resistente, sendo uma parte importante para sua habilidade. A habilidade da armadura da deusa do sol é a resistência absoluta, podendo defender armas básicas e especiais sem diminuição da RES — e consequentemente, sem dano. É, entretanto, passível a ser destruída através de técnicas de rank B e força 4.


Kiba
Rank: S
Descrições: Kiba (牙; literalmente significa "Presas"): Espadas gêmeas que são imbuídas de um raio que aumenta seu poder de corte. Elas são ditas as espadas mais afiadas já forjadas. Elas também são chamadas de "Espadas de Trovão" (雷刀, Raitō).
Habilidades da Arma: Conhecidas como as espadas mais afiadas já forjadas, ao serem banhadas em eletricidade se tornam capaz de cortar qualquer coisa até uma vez por turno - Rank S. Podem em conjunto de um portador manipulador de eletricidade (afinidade ou perícia) lançar manipulações de Raiton de até Rank A.

_______________________


What you're looking for? Stay away from my character sheet!
avatar
Superior a Kage | Anbu | Heroína
Superior a Kage | Anbu | Heroína



narrador


O Caminho do Hospedeiro


Local: Monte Myoboku Estação: Outono Temperatura 20°C 03/05


Ambiente:  Campo Aberto.

Os insetos haviam sido recusados afinal, Fukasaku não reclamava — sobrariam mais para ele, afinal. Com a meditação tendo início, a garota divagou na escuridão penumbral de seu subconsciente, caindo de costas sobre algo que lhe remetia à água, esta porém, era de cor negra. A água era gelada, esfriando seu corpo por completo ao menor toque, mas diferente do que estaria acostumada, não afundou, permaneceu sobre a superfície desta como um barco, boiando com a correnteza.

Uma voz se revelou novamente, sendo a mesma de outrora — Parece que você finalmente chegou, estava aguardando sua visita... — Falou, zombando, enquanto sua forma ia surgindo aos poucos. A enorme raposa se depositava ao lado da jovem, deitada sobre a imensidão obscura, sem nada lhe segurando ou debilitando, estava praticamente livre dentro da garota. — Agora que chegou, temos algumas coisas para conversar...começando com um agradecimento pelo que fez com aquele Uchiha desprezível. — Moveu a cabeça mais para baixo, enquanto seus olhos iam se fechando, como uma reverência. — Imagino que esteja confusa sobre o porque de eu estar aqui, mas sinto que se não estivesse, provavelmente ambos estaríamos mortos agora, então não precisa me agradecer. — Deu uma risada meio frouxa, não estava tão feliz afinal. — Mas agora...vamos ao que interessa! Já que ocuparemos o mesmo espaço, deve aprender como nosso compartilhamento de chakra funciona! — Disse, animada para começar.

Considerações: Bom, dei um ponto de partida. Narre o processo de aprendizado, com ela lhe explicando como fazer e suas tentativas. Pode narrar as consequências no mundo físico também, é contigo.



_______________________


Database
Creation
Bank
Uptade
Techniques
Codes


avatar
Genin
Genin

— K-Kyuubi? — Diante da colossal besta alaranjada de nove massivas caudas que descansava sobre a água negra, a princesa de Lucis não projetou em suas palavras o quão perplexa estava. Seu semblante era de dúvida, atenção e um certo tom de curiosidade acerca do que se desenrolava naquele recinto. Olhou de soslaio o ambiente em sépia e a penumbra sobre este e a resposta para a pergunta que pensou em fazer se acendeu em sua mente tão depressa quanto havia se formado, como se houvesse pensado em perguntar o que já sabia: a besta encontrava-se em seu mundo interior e o local em que se encontrava era o mundo interior.

— Então me tornei a sua Jinchuuriki... que problemão, eim? — Embora a frase parecesse séria, foi seguida por uma risada reprimida. Mordred não percebera esta parte da besta durante a batalha e devido a isto, havia se alertado o máximo possível para surpresas, mas diante das atitudes amistosas da Kyuubi, decidiu se acalmar um pouco. A moradora de seu corpo elevou uma de suas garras e desta, uma generosa quantia de chakra sob a forma de uma pequena raposa surgiu, serpenteando através do corpo da Uchiha e então partindo em direção a seu corpo. A energia imediatamente fundiu-se a de Mordred, causando uma pequena mudança em seu corpo real, que agora brilhava em um dourado intenso, e também no mundo não físico, da mesma maneira. A besta ensinou-lhe os princípios básicos da manipulação do chakra especial, explicando-lhe também através da prática como manter toda esta imensa reserva de chakra em seu corpo. Por mim, alcançou o patamar das técnicas mais avançadas, como a bomba da besta com cauda.

— Aliás, seu nome é mesmo "Nove caudas"? Não quero ser ofensiva, mas é... diferente.

Mordred; HP: 2000, CK: 2850/2850.
Kurama; CK: 5000/5000
Kokorowatari; RES: 350
Amaunator; RES: 300/350
Spoiler:
Roupas são essas: por dentro, por fora. Não há máscara. Kokorowatari na posição da tradição e Kibas transformadas no outro lado da cintura.

3/5
Spoiler:

Kokorowatari
Espécie: Lendária.
Rank: S.
Descrição: Também conhecida como Kami no namida (神の涙, lit. Lágrima de Deus), esta é uma arma lendária de origem divina cuja existência foi mantida em segredo absoluto, sendo esta um tesouro sagrado e a única prova da existência do Deus coelho. Segundo a lenda, a Kokorowatari surgiu em um período de guerras sangrentas, quando a violência humana sobrepujou a dádiva do amor e só então fez-se necessária a intervenção divina. O criador, decepcionado com tamanho pecado de sua própria criação, permitiu que uma porção de sua essência caísse sobre a terra na forma de lágrimas. Essas lágrimas juntaram-se e através da essência divina, tomaram a forma de uma espada sagrada.

A Kokorowatari tem a forma de uma katana tradicional, de ornamentos brancos e trançados completamente pretos. Sua guarda é escura tal como os trançados, mas possui adornos de cor levemente mais clara que contam a história da criação da arma através de pequenos desenhos na área da guarda. A lâmina possui oitenta centímetros e é branca como a neve, tal qual lhe confere um brilho verdadeiramente incômodo em dias ensolarados. A tradição dos que já a empunharam é de que Kokorowatari é  sempre posta do lado esquerdo da cintura.

Sendo uma espada divina cujo objetivo era parar guerras, a arma possui duas habilidades distintas que agem em prol de evitar conflitos. A primeira e mais interessante delas é a capacidade de, com o mero toque no adversário ou mesmo através do contato indireto, a espada toma parte do vigor do afetado e o transfere para seu portador, sendo essa quantia equivalente a um turno de Stamina por post. A segunda é uma forma mais ofensiva de evitar conflitos, pela qual a espada consegue destruir armas básicas completamente ao se chocarem com ela e também infligir um dano extra de 140 pontos de dano na RES das armas especiais a confronta-la.

Amaunator
Espécie: Rara.
Rank: S.
Descrição: Inspirados pela deusa do sol que lhes presenteou com o fogo, os primeiros homens tinham agora o conhecimento para forjar as primeiras armas. Entretanto, a deusa logo notou a ineficácia nos primatas recém evoluídos em forjar e devido a isto, presenteou-os novamente, mas desta vez com uma das peças de sua coleção mais preciosa. A peça presenteada foi a Amaunator, a defensora.

Amaunator é uma armadura completa, possuindo uma diadema de prata em vez de um capacete. A fortaleza móvel é predominantemente branca, com alguns detalhes azuis e ornamentada em ouro em diversas partes da armadura. Embora de aparência robusta, fora feita sob medida para mulheres e permite os mesmos movimentos ágeis, furtivos e de malabarismos que ninjas costumam executar sem nenhuma queda em velocidade. Seu material não é muito pesado e por isso, é possível utiliza-la sem problemas caso possua ao menos dois pontos em força, mas é extremamente resistente, sendo uma parte importante para sua habilidade. A habilidade da armadura da deusa do sol é a resistência absoluta, podendo defender armas básicas e especiais sem diminuição da RES — e consequentemente, sem dano. É, entretanto, passível a ser destruída através de técnicas de rank B e força 4.


Kiba
Rank: S
Descrições: Kiba (牙; literalmente significa "Presas"): Espadas gêmeas que são imbuídas de um raio que aumenta seu poder de corte. Elas são ditas as espadas mais afiadas já forjadas. Elas também são chamadas de "Espadas de Trovão" (雷刀, Raitō).
Habilidades da Arma: Conhecidas como as espadas mais afiadas já forjadas, ao serem banhadas em eletricidade se tornam capaz de cortar qualquer coisa até uma vez por turno - Rank S. Podem em conjunto de um portador manipulador de eletricidade (afinidade ou perícia) lançar manipulações de Raiton de até Rank A.

_______________________


What you're looking for? Stay away from my character sheet!
avatar
Superior a Kage | Anbu | Heroína
Superior a Kage | Anbu | Heroína



narrador


O Caminho do Hospedeiro


Local: Monte Myoboku Estação: Outono Temperatura 20°C 04/05


Ambiente:  Campo Aberto.

As palavras da loira só fizeram a raposa gargalhar, espantada com tamanha ingenuidade da garota Uchiha. — HAHAHAHAHA, não seja tola! Óbvio que esse não é meu nome. Me chamo Kurama, mas acho que ainda não me disse o seu. — Aguardou uma resposta, com um sorriso leve. — De qualquer forma, a Bijuudama é algo mais complicado de se fazer, sugiro que pratique um pouco agora, antes de um combate real. — Disse, esperando que ela captasse suas instruções.

Considerações: Comece a treinar a Bijuudama, pode interpretar as instruções de Kurama como preferir.



_______________________


Database
Creation
Bank
Uptade
Techniques
Codes


avatar
Genin
Genin

— Yo, Kurama, me chamo Mordred! — A apresentação amistosa marcava o inicio de um novo laço entre a fera de cauda e a princesa. Através da infusão do chakra de Kurama sobre as reservas de chakra de Mordred, uma nova transformação ocorreu: seu corpo fora completamente tomado por um manto bruxuleante e incandescente em tons dourados, também adornado por magatamas e símbolos negros. Diante de Kurama, a Uchiha apresentava uma transformação semelhante a que Mikoto utilizara em sua batalha, mas dezenas de vezes mais inferior que esta.

— Isto é... quanto poder! — Admitiu, maravilhada com a energia a fluir através de cada parte de seu corpo. Kurama deu um sorriso, orgulhosa de si mesma, e semicerrou os olhos, para observar melhor a criança. Mordred esticou os braços o máximo que pode e então abriu as mãos, manipulando o manto de chakra sob a forma de grandes mãos de chakra que auxiliariam-na na produção da bomba da besta com cauda. A concentração falhou nas três primeiras vezes e a energia dissipou-se violentamente, arremessando a aprendiz a metros de distância. O revestimento vivo lhe servia como proteção e devido a isto, mesmo arremessos violentos não lhe causavam grandes danos físicos. Permaneceu erguendo-se sempre que falhava, repetindo a tentativa e aprendendo com os erros e acertos, ao passo em que os ensinamentos de Kurama lhe permitiam alcançar patamares mais próximos do poder real da habilidade.

Mordred; HP: 2000, CK: 2850/2850.
Kurama; CK: 5000/5000
Kokorowatari; RES: 350
Amaunator; RES: 300/350
Spoiler:
Roupas são essas: por dentro, por fora. Não há máscara. Kokorowatari na posição da tradição e Kibas transformadas no outro lado da cintura.

4/5
Spoiler:

Kokorowatari
Espécie: Lendária.
Rank: S.
Descrição: Também conhecida como Kami no namida (神の涙, lit. Lágrima de Deus), esta é uma arma lendária de origem divina cuja existência foi mantida em segredo absoluto, sendo esta um tesouro sagrado e a única prova da existência do Deus coelho. Segundo a lenda, a Kokorowatari surgiu em um período de guerras sangrentas, quando a violência humana sobrepujou a dádiva do amor e só então fez-se necessária a intervenção divina. O criador, decepcionado com tamanho pecado de sua própria criação, permitiu que uma porção de sua essência caísse sobre a terra na forma de lágrimas. Essas lágrimas juntaram-se e através da essência divina, tomaram a forma de uma espada sagrada.

A Kokorowatari tem a forma de uma katana tradicional, de ornamentos brancos e trançados completamente pretos. Sua guarda é escura tal como os trançados, mas possui adornos de cor levemente mais clara que contam a história da criação da arma através de pequenos desenhos na área da guarda. A lâmina possui oitenta centímetros e é branca como a neve, tal qual lhe confere um brilho verdadeiramente incômodo em dias ensolarados. A tradição dos que já a empunharam é de que Kokorowatari é  sempre posta do lado esquerdo da cintura.

Sendo uma espada divina cujo objetivo era parar guerras, a arma possui duas habilidades distintas que agem em prol de evitar conflitos. A primeira e mais interessante delas é a capacidade de, com o mero toque no adversário ou mesmo através do contato indireto, a espada toma parte do vigor do afetado e o transfere para seu portador, sendo essa quantia equivalente a um turno de Stamina por post. A segunda é uma forma mais ofensiva de evitar conflitos, pela qual a espada consegue destruir armas básicas completamente ao se chocarem com ela e também infligir um dano extra de 140 pontos de dano na RES das armas especiais a confronta-la.

Amaunator
Espécie: Rara.
Rank: S.
Descrição: Inspirados pela deusa do sol que lhes presenteou com o fogo, os primeiros homens tinham agora o conhecimento para forjar as primeiras armas. Entretanto, a deusa logo notou a ineficácia nos primatas recém evoluídos em forjar e devido a isto, presenteou-os novamente, mas desta vez com uma das peças de sua coleção mais preciosa. A peça presenteada foi a Amaunator, a defensora.

Amaunator é uma armadura completa, possuindo uma diadema de prata em vez de um capacete. A fortaleza móvel é predominantemente branca, com alguns detalhes azuis e ornamentada em ouro em diversas partes da armadura. Embora de aparência robusta, fora feita sob medida para mulheres e permite os mesmos movimentos ágeis, furtivos e de malabarismos que ninjas costumam executar sem nenhuma queda em velocidade. Seu material não é muito pesado e por isso, é possível utiliza-la sem problemas caso possua ao menos dois pontos em força, mas é extremamente resistente, sendo uma parte importante para sua habilidade. A habilidade da armadura da deusa do sol é a resistência absoluta, podendo defender armas básicas e especiais sem diminuição da RES — e consequentemente, sem dano. É, entretanto, passível a ser destruída através de técnicas de rank B e força 4.


Kiba
Rank: S
Descrições: Kiba (牙; literalmente significa "Presas"): Espadas gêmeas que são imbuídas de um raio que aumenta seu poder de corte. Elas são ditas as espadas mais afiadas já forjadas. Elas também são chamadas de "Espadas de Trovão" (雷刀, Raitō).
Habilidades da Arma: Conhecidas como as espadas mais afiadas já forjadas, ao serem banhadas em eletricidade se tornam capaz de cortar qualquer coisa até uma vez por turno - Rank S. Podem em conjunto de um portador manipulador de eletricidade (afinidade ou perícia) lançar manipulações de Raiton de até Rank A.

_______________________


What you're looking for? Stay away from my character sheet!
avatar
Superior a Kage | Anbu | Heroína
Superior a Kage | Anbu | Heroína



narrador


O Caminho do Hospedeiro


Local: Monte Myoboku Estação: Outono Temperatura 20°C 05/05


Ambiente:  Campo Aberto.

O orgulho era o que Kurama mais sentia daquela garota, relembrando-se dos laços já não mais existentes com um garoto que outrora conheceu. — Muito bem! Você conseguiu, agora acho que podemos nos despedir...se bem que provavelmente nos veremos em breve, já que estamos conectados. — Dizia, erguendo-se nas patas traseiras, saudando Mordred em uma despedida.

A garota foi trazida para fora à força, sendo arrastada para o mundo físico novamente. Fukasaku parecia surpreso, admirando a garota com alegria. — Parece que correu tudo certo afinal, você conseguiu conversar com Kurama? Creio que sim, reconheceria esse manto em qualquer lugar! — Respondia sua própria pergunta, com um sorriso em seu rosto. — Mas então, agora que tal nós- — Sequer pôde terminar a sentença, sendo visitado por um outro sapo que Mordred desconhecia. O terceiro parecia com pressa para dizer algo, enquanto corria quase sem fôlego na direção do sábio. — Notícias fresquinhas, senhor! Soubemos de uma caçadora de recompensas atuando no País da Água. Ela é muito habilidosa e ainda há boatos dizendo que ela possui um Sharingan! Quem diria, não é? Uma Uchiha instaurando o caos! Até parece que vai tudo se repetir! — Foi repreendido rispidamente por Fukasaku — Pare de falar asneiras! Não vê que estou com uma convidada? — O sapo se amedrontou, sendo despachado para longe. — Me desculpe por isso...quem sabe não nos vemos em outra hora, não é? — Foi simpático, preparando-se para uma despedida.

Considerações: Se despede e vai embora, reaparecendo aonde sumiu no mundo normal.



_______________________


Database
Creation
Bank
Uptade
Techniques
Codes


avatar
Genin
Genin

Entreolharam-se, em um momento ínfimo em que compartilharam um profundo respeito mútuo um pelo outro, e então cerraram os punhos dominantes, tocando-os como se selassem um contrato de vida. A energia que envolveu o corpo de Mordred bruxuleou de maneira anormal e então dissipou-se retornando a sua fonte original, o corpo. Terminada a despedida, a criança relaxou a mente e retornou ao plano de existência normal, mas não da mesma maneira que partira. Possuía agora não apenas um patamar de poder muito além do que o normal, como também desenvolvera uma nova amizade. A luz do sol incomodou suas pálpebras e a fez finalmente as abrir passados seis horas desde que iniciara a meditação. Fukasaku permanecia no mesmo lugar e segundo suas palavras, parecia já conhecer aquelas habilidades. Mordred pensou em lhe perguntar o motivo, mas a vinda de um outro anfíbio no ambiente quebrou completamente o sentido da conversa, de forma que sentiu-se obrigada a prestar atenção na nova conversa iniciada.

— Sharingan? Você tem mesmo certeza disso? Não é algo que eu possa simplesmente ignorar. — Concluiu, sendo em seguida levada por Fukasaku até uma fonte de água sobre a forma de folhas verdes. Dali, a jovem fez seu caminho de onde viera, desaparecendo em rumo a Kirigakure no Sato.


Mordred; HP: 2000, CK: 2850/2850.
Kurama; CK: 5000/5000
Kokorowatari; RES: 350
Amaunator; RES: 300/350
Spoiler:
Roupas são essas: por dentro, por fora. Não há máscara. Kokorowatari na posição da tradição e Kibas transformadas no outro lado da cintura.

5/5
Spoiler:

Kokorowatari
Espécie: Lendária.
Rank: S.
Descrição: Também conhecida como Kami no namida (神の涙, lit. Lágrima de Deus), esta é uma arma lendária de origem divina cuja existência foi mantida em segredo absoluto, sendo esta um tesouro sagrado e a única prova da existência do Deus coelho. Segundo a lenda, a Kokorowatari surgiu em um período de guerras sangrentas, quando a violência humana sobrepujou a dádiva do amor e só então fez-se necessária a intervenção divina. O criador, decepcionado com tamanho pecado de sua própria criação, permitiu que uma porção de sua essência caísse sobre a terra na forma de lágrimas. Essas lágrimas juntaram-se e através da essência divina, tomaram a forma de uma espada sagrada.

A Kokorowatari tem a forma de uma katana tradicional, de ornamentos brancos e trançados completamente pretos. Sua guarda é escura tal como os trançados, mas possui adornos de cor levemente mais clara que contam a história da criação da arma através de pequenos desenhos na área da guarda. A lâmina possui oitenta centímetros e é branca como a neve, tal qual lhe confere um brilho verdadeiramente incômodo em dias ensolarados. A tradição dos que já a empunharam é de que Kokorowatari é  sempre posta do lado esquerdo da cintura.

Sendo uma espada divina cujo objetivo era parar guerras, a arma possui duas habilidades distintas que agem em prol de evitar conflitos. A primeira e mais interessante delas é a capacidade de, com o mero toque no adversário ou mesmo através do contato indireto, a espada toma parte do vigor do afetado e o transfere para seu portador, sendo essa quantia equivalente a um turno de Stamina por post. A segunda é uma forma mais ofensiva de evitar conflitos, pela qual a espada consegue destruir armas básicas completamente ao se chocarem com ela e também infligir um dano extra de 140 pontos de dano na RES das armas especiais a confronta-la.

Amaunator
Espécie: Rara.
Rank: S.
Descrição: Inspirados pela deusa do sol que lhes presenteou com o fogo, os primeiros homens tinham agora o conhecimento para forjar as primeiras armas. Entretanto, a deusa logo notou a ineficácia nos primatas recém evoluídos em forjar e devido a isto, presenteou-os novamente, mas desta vez com uma das peças de sua coleção mais preciosa. A peça presenteada foi a Amaunator, a defensora.

Amaunator é uma armadura completa, possuindo uma diadema de prata em vez de um capacete. A fortaleza móvel é predominantemente branca, com alguns detalhes azuis e ornamentada em ouro em diversas partes da armadura. Embora de aparência robusta, fora feita sob medida para mulheres e permite os mesmos movimentos ágeis, furtivos e de malabarismos que ninjas costumam executar sem nenhuma queda em velocidade. Seu material não é muito pesado e por isso, é possível utiliza-la sem problemas caso possua ao menos dois pontos em força, mas é extremamente resistente, sendo uma parte importante para sua habilidade. A habilidade da armadura da deusa do sol é a resistência absoluta, podendo defender armas básicas e especiais sem diminuição da RES — e consequentemente, sem dano. É, entretanto, passível a ser destruída através de técnicas de rank B e força 4.


Kiba
Rank: S
Descrições: Kiba (牙; literalmente significa "Presas"): Espadas gêmeas que são imbuídas de um raio que aumenta seu poder de corte. Elas são ditas as espadas mais afiadas já forjadas. Elas também são chamadas de "Espadas de Trovão" (雷刀, Raitō).
Habilidades da Arma: Conhecidas como as espadas mais afiadas já forjadas, ao serem banhadas em eletricidade se tornam capaz de cortar qualquer coisa até uma vez por turno - Rank S. Podem em conjunto de um portador manipulador de eletricidade (afinidade ou perícia) lançar manipulações de Raiton de até Rank A.

_______________________


What you're looking for? Stay away from my character sheet!
avatar
Superior a Kage | Anbu | Heroína
Superior a Kage | Anbu | Heroína

@

_______________________


Database
Creation
Bank
Uptade
Techniques
Codes


avatar
Genin
Genin

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

resposta rápida

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum