Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
» [ Bolão - 23/06 ] Vem Hexa!
Hoje à(s) 18:06 por Kazui

» [ Bolão - 22/06 ] O Hexa é real!
Hoje à(s) 18:04 por Uta

» [ Bolão - 21/06 ] Vem Hexa!
Hoje à(s) 18:02 por Uta

» [Compras] jutsus de clã
Hoje à(s) 17:55 por DelRey

» [RP - Cap] A espada de dois gumes, Oni e Omoii
Hoje à(s) 17:36 por Oni

» [Smith] Rize
Hoje à(s) 17:36 por Aoi

» Shark Cave サメ洞窟
Hoje à(s) 17:29 por Yamm

» [M.F] 海賊カード Pirate's Card
Hoje à(s) 17:25 por DelRey

» [Banco] Hatake Sakata
Hoje à(s) 17:24 por Kaginimaru

» [Modificação de Ficha] Hatake Sataka
Hoje à(s) 17:17 por Kaginimaru


Convidado


20/6/2018, 18:16
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações

<

(Rank C) - Olly Sivan

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

(Rank C) - Olly Sivan - em 23/7/2017, 18:04

Expedição de Mineradores
Descrição:
 Um grupo expedicionário de mineradores quer explorar a região montanhosa de nosso País, porém há relatos de bandidos e alguns ninjas renegados saqueando qualquer um que passe por ali. Sua missão é proteger o Grupo de Mineradores, até que eles investiguem os minerais e pedras preciosas existentes na região. Caso seja confirmado a presença desses minerais, nossa vila irá expulsar e impedir qualquer ataque ao campo de mineração.

Ouro, diamantes, pedras preciosas! Tá aí uma coisa que todo mundo ama, não é verdade? Aquele que falar que não, com certeza estará mentindo. Todos desejam riquezas em algum grau na vida, mesmo que seja pouco. Afinal, sem isso não há como sobreviver no mundo. Mas deixemos de conversa fiada, e partamos para o que interessa: O jovem Olly novamente era convocado para uma missão. Dessa vez, deveria guiar um grupo de mineradores até as regiões montanhosas do País do Relâmpago e protegê-los enquanto realizam sua investigação. Existem bandidos na área...quem sairia mais rico dessa: os mineradores? Os bandidos? Olly? A vila? O Kage? Veremos. Que a corrida pelo ouro inicie. 

considerações:
- Narre onde estava quando recebeu a missão e tomou conhecimento sobre seu conteúdo. Em seguida, dirija-se até os portões da vila. Lá os mineradores estarão a sua espera. Apresente-se a eles, e inicie um diálogo. Tem liberdade pra criar um diálogo desde que não fuja aos propósitos da missão, é claro. Em seguida, partam em viagem, e pare de narrar aí.
01/03

_______________________

avatar
Chūnin
Chūnin
Re: (Rank C) - Olly Sivan - em 23/7/2017, 23:49


mais uma

Já fazia algum tempo que eu tinha saído da casa de uma das minhas amigas, entregando-a sã e salva aos seus pais depois de um passeio pelos arredores de Kumo. – A mocinha está em suas mãos, tia! - Referi-me à mãe dela, brincalhão. Caminhava tranquilamente em direção a minha residência quando trombei com o Quadro de Missões da vila, onde não parava há tempos. – Nesses últimos dias tem sempre alguém me entregando tarefas, nem precisei mais passar por aqui... Mas agora eu estava ali, e nada melhor do que aproveitar o tempo livre de um dos meus dias exercendo meu papel de ninja. – Deixe-me ver... Hm... Não... Não... - O lugar estava vazio, e por isso pude analisar com calma cada um daqueles papéis. – Interessante! É isso! Retirei o folheto do quadro e guardei comigo. Virei-me de costas para continuar meu caminho. – Olly? - Uma mulher desconhecida perguntou. – Sim. Olly. E a senhora, seria...? A bandana em seu braço me tranquilizou, e só o que me restava era saber o que queria. – Meu marido faz parte de um grupo expedicionário de mineradores, interessados em explorar uma região montanhosa aqui perto e... Gostaríamos de saber se tem condições de escoltá-los até lá, permanecendo ao seu lado durante o trabalho e mesmo na volta? Escolher uma missão foi perda de tempo. – Ah, sim... Claro! Onde e quando nós nos encontramos? Nos portões da vila. A tarde.

– Creio que os senhores sejam o grupo expedicionário de mineradores, acertei? Eu tinha acabado de me aproximar da entrada de Kumo, dando de cara com um amontoado de homens mais velhos. – Sim, nós mesmos. E você? Contei que a mulher de um deles tinha me encontrado no meio da vila, que era amiga de meus pais e que confiava no meu potencial, narrado por eles. Eu só espero que Haza e Levi não espalhem por aí que sou algum tipo de prodígio! Eu estava propício a errar. Não era nenhum shinobi mestre, muito pelo contrário, tinha total consciência de que havia centenas de milhares de ensinamentos a se compreender. – Você é que vai nos acompanhar, então? Eles não me pareceram confiantes nisso, mas eu confirmei, desinteressado se acreditavam ou não nas minhas habilidades. – Já são quase duas da tarde. Partimos agora? - Indaguei, preocupado em escurecer antes de conseguirmos voltar. Começamos a andar. Fiquei ouvindo sobre as coordenadas do lugar para onde íamos.


HP: 200/200;
CH: 200/200.

Bolsa de Armas:
Todas as presentes na ficha.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin
Re: (Rank C) - Olly Sivan - em 24/7/2017, 20:45

A viagem até as regiões montanhosas do País do Relâmpago havia começado. O jovem Olly e os mineradores caminhavam por estradas de terra batida, enquanto uma leve brisa dos ventos batiam em seus rostos. Tudo seguia tranquilo, e não havia nem sequer sinal de bandidos ou de ninjas renegados pela região. Mas isso não significa que não devessem tomar cuidado. 

Conforme os minutos passavam, Olly percebia que aqueles 6 homens não estavam se sentindo muito seguros por estarem sendo escoltados por uma menino tão novo.
- De todos os ninjas de Kumo, tinham que nos mandar justamente uma criança?
- Eles tratam nosso trabalho como qualquer coisa, por isso nos disponibilizam qualquer coisa...
- Se formos atacados, muito provavelmente seremos saqueados e assassinados.
Olly podia ouvir os sussurros dos homens claramente. A desconfiança deles era grande, e até justificável dependendo do ponto de vista analisado.  Olly precisava dar um jeito nisso, para que os homens o respeitassem e seguissem suas orientações.

Após um certo tempo de caminhada, os sete pararam de frente a uma estrada bifurcada. Haviam dois caminhos a seguir: O caminho da esquerda, seria um caminho mais rápido até as montanhas, porém haveriam altas possibilidades de serem atacados por bandidos caso seguissem por ali. E o caminho da direita, do qual as possibilidades de serem atacados por alguém seriam muito remotas, porém haveria um alto risco físico, pois o caminho era de difícil acesso: escaladas, subidas perigosas e mais outros esforços que envolviam risco de queda e morte imediata.

Nenhuma das escolhas parecia 100% boa. Caberia a Olly decidir que caminho seria o menos inconveniente, e arcar com as consequências de suas escolhas.
considerações:
- Narre seus pensamentos, emoções durante todo o trajeto e o que fez para deixar os homens um pouco mais confiantes ao seu respeito. Ao chegar na estrada bifurcada, escolha um dos caminhos citados na narrativa: Se escolher o caminho da esquerda, pare de narrar no instante em que derem os primeiros passos em direção a ele. Mas caso escolha o da direita, narre de forma convincente e bem detalhada, tudo o que fez e todos os cuidados que teve para levar os homens em segurança para o topo das montanhas durante as escaladas e subidas perigosas, sem matar nenhum deles e sem morrer no processo.

02/02

_______________________

avatar
Chūnin
Chūnin
Re: (Rank C) - Olly Sivan - em 25/7/2017, 01:36


dane-se

A coisa toda estava muito monótona, e para piorar a minha situação, aqueles homens pareciam ainda mais aborrecidos com o fato de eu ser responsável pelos seus cuidados. – Eu sinto muito se não lhes pareço o suficiente. Acontece que eu fui abordado por alguém muito educado que requiriu meus serviços sabendo das suas qualidades. Se vocês estão insatisfeitos, eu posso muito bem trocar a minha estadia ao lado de vocês pela minha cama, deixando-os com nada! Que aparentemente é o que vocês consideram que eu seja. Não parei por aí. Tinha mais entalado na minha garganta. – Não é por causa do meu tamanho ou da minha idade que isso significa que não tenho o bastante para ajudá-los. Não passei todo aquele tempo na Academia Ninja, saindo de lá formado, à toa. Eu não sou de todo especial, mas é claro que possuo habilidades específicas de um shinobi equivalente com essa missão. O que não dá pra acontecer é continuar andando ao lado de pessoas com comentários tão sórdidos. Minha verdadeira vontade era de regurgitar. – De qualquer forma, se preferirem ficar sem nada à companhia de um gennin, estou mudando o meu percurso agora mesmo. Em momento algum eu esbocei outra expressão se não a de desprezo. Não há nada que eu deteste mais do que pessoas duvidando, subestimando ou implicando com o potencial alheio. Eu só não digo para tomarem no cu, porque ainda estou interessado na grana...

Tudo parecia ter se acalmado. Eu não sabia se pelo o que eu disse ou pela minha expressão ao dizer, mas os homens finalmente cessaram com as alfinetadas. O que nos esperava agora era uma decisão, onde haviam duas alternativas e uma única opção de escolha. Eu me recordo desse lugar! Brincava por aqui quando mais novo. Também já acompanhei minha mãe na colheita de algumas frutas das árvores por perto! Eu avisei os mineradores do quão difícil e demorada seria a passagem pela estrada à direita. Dei-lhes então outras duas alternativas: – Ou os senhores seguem pela esquerda, e têm a garantia da minha proteção, ou os senhores seguem pela direita, e têm as suas habilidades circenses postas em prática! - Ironizei. Eles definitivamente conseguiriam lidar com tantos obstáculos. – É como eu disse: já passei por essas bandas antes, conheço o que nos espera nesses caminhos... Ora, vejam só! Não sou mais tão inútil assim, certo? - Indaguei, sarcástico. Alguns sussurros e depois uma voz alta. – Decidimos pelo caminho à esquerda... Eles me dariam esse crédito. – Não esperem que eu lhes prove algo. Somente farei o que for necessário. Em momento algum eu colocaria a minha vida em risco, mas certamente me preocuparia com as suas defesas. Bando de bosta.


HP: 200/200;
CH: 200/200.

Bolsa de Armas:
Todas as presentes na ficha.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin
Re: (Rank C) - Olly Sivan - em 26/7/2017, 03:09

As coisas haviam ficado tensas entre Olly e os seis mineradores. Mas após uma breve discussão, Olly havia conseguido contornar a situação se impondo como o shinobi que realmente é, fazendo cessar assim as reclamações daqueles homens. O silêncio reinava conforme eles seguiam pelo caminho escolhido. Faltava pouco para que chegassem na região montanhosa, e os ventos batiam pelo rosto de todos eles, causando um leve arrepio em seus corpos. 

Alguns minutos mais haviam se passado, quando chegando já aos pés da montanha, um grupo de três homens saiu em alta velocidade de trás das pedras, colocando-se diante do grupo de Olly interrompendo sua passagem.
- Ora, ora, o que temos aqui - falou um dos homens se posicionando mais a frente. Aparentemente, era o líder do bando - Um grupo de mineradores e um ninja. Com certeza devem ter dinheiro, muito dinheiro!

Sem fazer nenhum rodeio, o líder do bando partiu em velocidade máxima na direção de Olly e dos mineradores realizando selos em rápida sucessão. Seu golpe não tardou a se manifestar. No mesmo instante, uma corrente elétrica foi gerada pelas mãos daquele bandido e atirava na direção de Olly e dos demais mineradores. O homem visava acertar todos eles de uma vez só... a batalha havia começado. Ao ver tamanho poder surgindo das mãos daquele homem, o instinto de sobrevivência dos mineradores falou mais alto, e todos iniciaram uma fuga covarde, deixando Olly sozinho no campo de batalha. O que ele faria? 
considerações:
- Desculpe a demora para postar. Tive um dia cheio.
- Databook no Bandido: Ninjutsu 3 - Inteligência 4 - Velocidade 4
- Os outros dois cúmplices estão parados apenas observando o líder atacar. Eles são bandidinhos pé de chinelo, não vão ser problema. 
- O jutsu que ele usa ataca várias pessoas ao mesmo tempo, ou seja, é direcionado a todos vocês.
- Derrote-os de maneira convincente, e em seguida prossiga com os mineradores até o topo das montanhas. Narre a pesquisa deles na área e o seu sucesso em encontrar ouro no local. Em seguida, retorne ao seu superior e o informe sobre o caso. Receba o pagamento da missão e pode ir embora.
Jutsu Usado:
Raigeki
Rank: B
Descrição: O utilizador cria uma corrente eléctrica que pode atingir várias pessoas ao mesmo tempo. Além disso, ele pode estender a corrente até distâncias incríveis e pode evitar obstáculos. Percorrendo no máximo quarenta metros de distância.

03/03

_______________________

avatar
Chūnin
Chūnin
Re: (Rank C) - Olly Sivan - em 26/7/2017, 19:24


e agora?

Nós todos praticamente conseguíamos enxergar a montanha onde os mineradores queriam estar. Até aquele momento, nada nem ninguém tinha nos atrapalhado, as proximidades estavam caladas e o único som que se ouvia era o assobio dos ventos. – Chegamos! Quer dizer, essa é a montanha! Um dos mineradores apontou para a enorme elevação, declarando que nos faltava ir de encontro ao topo. – Puta merda...! Três homens tinham saído de algum lugar e se posicionado na nossa frente. Mantive a minha postura e seriedade no olhar, mas os mineradores todos pareciam mais desesperados do que nunca. Triste... Triste... O que me aparentou ser o líder do bando deu alguns passos, aproximando-se e criando uma formação triangular. Aqueles selos... Um ninjutsu! Eu não fazia ideia do que estava por vir, mas julgando pela velocidade com que ele mexia as mãos e corria na minha direção, era preferível apenas me defender. Com o auxílio de uma técnica, ampliei minha velocidade e me resguardei no topo do galho de uma árvore. Raiton!

Eu não precisei me preocupar com os mineradores. Quase no exato momento em que o inimigo liberou aquele chakra elemental, todos os seis homens correram, abandonando-me. Se eles ficassem, somente iriam atrapalhar! Eu também não precisei me preocupar em defendê-los. A distância admitida entre nós e o oponente não era tão baixa, e conforme aquele usuário de relâmpago falou, os mineradores já começaram a se afastar. Quando iniciaram a corrida, conquistaram velocidade suficiente para sair da extremidade da técnica ninja. – Não me parece que será fácil - Pensei alto, lançando-me no combate depois de atirar duas kunais com tarjas explosivas nos ninjas de trás.

Preferi testar mais das habilidades do superior, mantendo um contato físico brutal com ele. – HA! Um chute no rosto, uma defesa lateral. Um soco no peito, uma defesa frontal. Uma rasteira, um pulo. Duas kunais em choque, impulso para longe. – Boa mesmo, lindinho! - Exclamei, piscando um dos meus olhos e me preparando para mais um daqueles turnos, dessa vez com uma kunai em cada mão. Tsc! - O inimigo rosnou. – Cachorrinho bravo, esse! - Considerei. Estava prestes a desferir um corte duplo em xis, quando um daqueles outros dois apareceu em cima de mim. Caralho! Girei meu corpo para a direita, riscando um dos meus pés no chão duro e colocando meu peso no joelho esquerdo, depois de pressionar as minhas armas contra o punho rochoso do vândalo. Doton! Ambas as kunais se quebraram e, por pouco, o soco não me feriu, atingindo o solo bem na minha frente. – Esse som! Da poeira que aquele ataque levantou, surgiram uma dúzia de shurikens. Eu tinha certeza de que não conseguiria me livrar de todas elas, ainda mais com as duas kunais de antes, destruídas. Acertaram em cheio.

– O quê? - Os três exclamaram, em uníssono. – Uma Técnica de Substituição? Pareciam furiosos. Seu... Seu...! Eu havia retornado para aquela mesma árvore do começo do embate. Bostinha? - Completei o xingamento. – Credo! A mãe de vocês não lhes ensinou bons modos? Dois clones estavam correndo na direção dos três, mas ignorando completamente as suas presenças, o shinobi do relâmpago começou um discurso. – Além de se aproveitar das sombras que projetamos com a luz do luar para descobrir um ataque que vinha de cima, também se aproveitou da poeira que subiu com aquele soco para se substituir! Ele tinha acertado. – Eu vou acabar com você! - Gritou. – Ao menos é provido de inteligência, não é? - Questionei, erguendo as sobrancelhas. – Acabar comigo? Bem... A oportunidade é essa! Aproveita! Enquanto outros dois de mim cuidavam dos outros dois ladrões, o líder deu um belo pulo em minha direção. – Eu só vou te pedir pra esperar mais um pouquinho! Desviei do seu corpo com o auxílio da cintilação corporal, preferindo dar atenção aos adversários dos meus clones.

Técnica do Falso Aprisionamento! – Não saiam daí! Corri nas suas direções com seis shurikens, três em cada mão, no meio dos espaços entre os dedos. Lancei-as. Outro doton! Pequenos blocos de terra subiram na frente de cada um dos alvos, os shurikens foram repelidos e meus clones desapareceram. – Sem problemas! Antes de a defesa subir eu preferi acreditar que eles podiam resistir àquele genjutsu (como de fato aconteceu), aplicando um mais forte logo quando eles olharam para as armas. Se até agora eles não se mexeram, é sinal de que deu certo, pensei, virando-me para o meu último problema. – Agora sim podemos... Não consegui completar. Mais raivoso que antes, ele se atirou na minha frente com os punhos fechados e envoltos de relâmpago. Se isso me pegar, eu vou ter problemas! Desviei de um, dois, três, mas... Hãn? Antes de ele desferir um último e certeiro golpe, algo pareceu acertá-lo. – Vocês? Os mineradores retornaram. Quatro deles se encarregaram dos usuários de terra e os outros atiraram pedras na cabeça do que me batia. – Decidimos não deixar tudo nas suas costas! Poderiam ter decidido isso antes.

Agora todos os sete estávamos no topo das montanhas, libertos de mais perigos e preocupados apenas em encontrar minerais preciosos que poderiam auxiliar no desenvolvimento monetário da Vila da Nuvem. – Se precisarem de ajuda, ou se algo ou alguém lhes surpreender, por favor, me contatem! Estarei supervisionando na beirada da montanha, impedindo que mais algum felizardo nos atrapalhe - Declarei, dirigindo-me para lá. Eles faziam movimentos com os pés, como se estivessem analisando as propriedades do solo. Agachavam-se quase de dois em dois minutos para encostar no piso e pressioná-lo, ou então movimentar pedras e descobrir o que guardavam embaixo. Também trabalhavam com instrumentos. Enxadas, pás, eletrônicos. – Tem alguma coisa aqui! Um aparelho estava apitando freneticamente. – Cavem! Três homens mexeram seus braços e desceram a ponta de suas pás no chão, retirando parte do revestimento do solo. – Isso é... OURO! Todos se reuniram ao redor daquele espaço, exceto eu. – ENCONTRAMOS! – OURO! – SIM! – OURO! Esbocei um sorriso, virando o meu rosto na direção dos mineradores e encontrando os olhos do líder daquele grupo, parecendo me agradecer.

– No fim das contas conseguimos encontrar o que queríamos, além de outras preciosidades... Creio que isso ajudará muito no aumento do fluxo monetário da vila, Raikage. Tinha se passado metade de uma hora desde que voltamos para a vila. Os homens me encarregaram de uma última tarefa: comunicar o líder de Kumo sobre a descoberta. – Feito. Agora nada mais justo do que meu pagamento, estou certo? Não estava mais no gabinete do nosso superior, mas sim de frente para os expedicionários. – O Raikage pediu para que eu lhes cobrasse. O dinheiro, segundo ele, encontra-se com vocês. E foi assim que um longo dia acabou: com uma recompensa de sete mil e quinhentos Ryous nas minhas mãos. – Agradecido.


HP: 200/200;
CH: 154/200.

Considerações:
Primeiro, como os mineradores conseguiram fugir? Bom, você não narrou distância alguma, sendo assim, julguei que eles estava distantes o bastante para, mesmo depois de um deles correr, não conseguir alcançar os trabalhadores incentivados a fugir pelo grande desespero e medo. E como, mesmo não alfinetando mais, continuavam receosos quanto ao meu potencial, julguei também que já iniciariam um afastamento assim que ficaram frente a frente com os inimigos, daí a maior facilidade para a fuga. Segundo, com o uso da técnica de cintilação, a minha velocidade se iguala a dele, da mesma maneira que os nossos ninjutsus são do mesmo patamar e, por isso, têm a mesma eficiência, o que credibiliza a minha fuga, efetivando-a.
O que veio depois não precisa de explicações, mas, somente fortalecendo, os ladrões não foram mortos, porém, foram neutralizados o suficiente para impedir estes de retornarem a atrapalhar.
Últimos adendos: cri não ter problema algum considerar os ostros dois, usuários de doton.
O gasto de chakra se deu em prol da utilização de duas técnicas de rank D (uma delas usada duas vezes) e uma de rank B, contando com a qualidade grande controle de chakra.

Jutsus Usados:


Shunshin no Jutsu
(Técnica de Cintilação Corporal)
Rank:
D.
Descrição: O Shunshin no Jutsu é uma técnica de movimento de alta velocidade que permite que um ninja se movimente de curtas à longas distâncias a uma velocidade quase indetectável. Para um observador, ela aparece como se o usuário tivesse se teletransportado. Uma bomba de fumaça é ocasionalmente usada para disfarçar os movimentos do usuário. É realizado o uso do chakra temporariamente para revitalizar o corpo que se movimenta em velocidades extremas. A quantidade de chakra necessária depende da distância total e elevação entre o utilizador e o destino pretendido. Tem havido alguma confusão em algumas traduções entre este e o Jikuukan Ninjutsu, mas estes são de fato diferentes técnicas, sendo esta uma técnica de movimentação extremamente rápida e não de teletransporte.


Ki Nobori no Shugyō
(Prática de Escalada em Árvore)
Rank:
E.
Descrição: Ki Nobori no Shugyō é um método de treinamento utilizado para obter mais habilidades com controle de chakra. Esta formação envolve focalizar uma quantia fixa de chakra para o fundo dos seus pés, e usar isso para subir em uma árvore sem utilizar as mãos. Se o fluxo de chakra é muito fraco, o usuário perderá sua posição na árvore e cairá. Se ele for muito forte, o ninja irá ser empurrado para longe da árvore, fazendo com que a mesma se quebre em torno do ponto de contato com o utilizador.


Kawarimi no Jutsu
(Técnica de Substituição)
Rank:
E.
Selos: Carneiro, Javali, Touro, Cachorro e Cobra.
Descrição: Com esta técnica, os usuários substituem o seu próprio corpo por algum outro objeto (geralmente por um bloco de madeira) no momento de um ataque. Isso cria uma ilusão de ótica, fazendo com que o inimigo ache que o ataque foi bem sucedido. A partir disso, o usuário pode usar o lapso de atenção do inimigo para atacar ou fugir do campo de batalha. Etiquetas de explosivos podem ser anexadas à substituição. É um ninjutsu básico ensinado na Academia, mas é uma arte útil que pode ser aplicada em várias situações.


Bunshin no Jutsu
(Técnica de Clonagem)
Rank:
E.
Selos: Carneiro, Cobra e Tigre.
Descrição: Um ninjutsu que cria uma cópia intangível de seu próprio corpo, sem qualquer substância. Uma vez que o clone em si não tem a capacidade de ataque, e, assim, só pode ser útil para confundir o inimigo, é usado principalmente em combinação com outros ninjutsus. É uma técnica básica, mas dependendo de seu engenho, ela pode ser eficaz. Os clones se dissipam quando entram em contato com algo.


Tōgoku no Jutsu
(Técnica do Falso Aprisionamento)
Rank:
D.
Descrição: Essa técnica cria uma prisão ilusória ao redor do alvo, deixando-o incapacitado, por conta dos estímulos nervosos, de caminhar além das extremidades desse pequeno presídio.

♦ O genjutsu consegue ser aplicado em até dois alvos de uma única vez, bastando fitá-los nos olhos;
♦ O alcance do genjutsu se estende até um perímetro de cinco metros;
♦ O genjutsu tem duração de um turno;
♦ Pode-se cancelá-lo através da dor, interferência interna ou interferência externa.


Genjutsu Waikyoku
(Distorção da Realidade)
Rank:
B.
Descrição: A técnica ilusória acontece depois do lançamento de uma arma em direção ao alvo, fazendo-a desaparecer em espiral da mesma maneira que todo o campo de visão inimigo, dando lugar para uma espécie de mundo reverso onde o adversário anda, no meio do nada, sobre as águas, da onde saem uma série de katanas que buscam ferir, de baixo para cima, a sola do pé do alvo.


♦ O genjutsu consegue ser aplicado através da visualização de armas que seguem em direção aos alvos, que podem ser três, no máximo;
♦ O alcance do genjutsu se estende até um perímetro de vinte metros;
♦ O genjutsu tem duração de dois turnos, ativando-se por completo logo no primeiro, isto é, fazendo o inimigo acreditar nas katanas no post seguinte à sua ativação;
Os danos que as katanas podem causar são verdadeiros somente na cabeça da vítima, sendo que a finalidade da técnica é fazê-la acreditar e se ocupar com a miragem para, então, tirar proveito da sua vulnerabilidade em batalha;
♦ Pode-se cancelá-lo através da dor ou interferência externa.

Bolsa de Armas:
Todas as presentes na ficha.

Usadas:


Kunai
Descrição:
Juntamente com o shuriken, é uma das ferramentas ninja mais comuns. Resume-se a um punhal preto com uma alça envolta em ligaduras e com um pequeno anel ligado ao seu fim. A arma foi projetada para empurrar e esfaquear, embora ainda possa causar algum dano se lançada, mesmo não tendo sido projetada para isso. Uma kunai possui o comprimento de uma mão adulta.


Kibaku Fuda
(Papel Explosivo)
Descrição:
São fragmentos de papéis com escrituras especiais. Infundidos com o chakra, eles explodirão após uma certa quantidade de tempo, remotamente, ou depois de serem inflamados por chama. Os Kibaku Fuda podem ser anexados a uma superfície ou envolvidos em torno de uma arma que será lançada contra um inimigo. Eles são muito versáteis e uma das ferramentas ninja básicas. Eles trabalham mesmo sob fortes chuvas.


Shuriken
Descrição:
Eles são afiados, estrelas metálicas de quatro pontas, úteis para lançar. Eles também podem ser usados ​​para o combate corpo a corpo, mesmo não sendo muito eficientes nesse caso. Embora pequenos, podem ser usados ​​para distrair, puxar o shinobi inimigo quando amarrados a um fio, ou ainda, se arremessados com precisão, matar ou incapacitar um inimigo. Eles têm um círculo aberto no centro que serve de espaço para um dedo, evitando de cortar-se com a sua lâmina e possibilitando a amarração de fios. O círculo também é benéfico para a aerodinâmica geral da arma, garantindo trajetórias mais precisas.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin
Re: (Rank C) - Olly Sivan - em 27/7/2017, 02:34

@ Aprovado


Off: Eu não disse que eles conseguiram fugir, eu disse que eles começaram. Não falei que a fuga foi bem sucedida. kkk 

_______________________

avatar
Chūnin
Chūnin

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

resposta rápida

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum