Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
» 2) Solicitações de Missões
Hoje à(s) 10:53 por Shin Garou

» [SUGESTÃO] Calmaria e Domínio Psicológico
Hoje à(s) 10:52 por Tenzou

» [ Bolão - 25/06 ] Vem Hexa!
Hoje à(s) 10:52 por IWannaKnow

» 2) Modificações de Ranks
Hoje à(s) 10:49 por Escanor

» [MF] Hatake Yukino
Hoje à(s) 10:49 por Escanor

» [ Sugestão ] Mokuton
Hoje à(s) 10:48 por Flare

» [FP] Daiki
Hoje à(s) 10:37 por DelRey

» Estilo de luta (Kuroi Kaminari) - Shin Garou [Onepost]
Hoje à(s) 10:36 por DelRey

» Solo, Douglas
Hoje à(s) 10:36 por DouglasCapiotti

» mod
Hoje à(s) 10:34 por DelRey


Convidado


25/6/2018, 10:58
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações

<

Quest Ekza - Pacto de Sangue (Nekos)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo



O Pacto
1/10

                                                                                                       
Narração: Era um belo dia em Konoha, Ekza um gennin de Konoha gostaria de aumentar a limitação
de seus poderes e para isso ele queria aprender um novo pacto de sangue, um pacto com o nekos,
mas antes disso ele teria que encontrar alguém que lhe ensinasse, por sorte em Konoha existia uma
senhorinha que amava nekos e tinha um monte deles, o problema é que a senhora raramente está
em casa, então primeiro ele teria que procurar a senhora.

                                                                                                       
Considerações: Pelas regras infelizmente, 200 palavras por post, vá na
casa dela procure por ela, depois continue sua procura por toda a vila,
mas não narre que achou ela jamais, se não será punido!.
Convidado
avatar
Convidado
Convidado


Contrato de Sangue


Eu precisava me tornar mais forte. As missões demandavam cada vez mais de mim e sentia a necessidade de ter mais poder. De algum jeito garantir que a missão fosse cumprida. Minha mãe sempre me falava algo sobre um pacto de sangue que ela usava em situações emergenciais, e que davam a ela mais segurança numa batalha. Fazia com que não se sentisse sozinha em campo. Ela não sabia me explicar muito sobre como essa dinâmica funcionava e nem se prestou a explicar seus efeitos. Apenas recomendou que eu procurasse a senhora Yuki, uma anciã Hyūga que morava ao norte da cidade.

Eu, como sempre, me entusiamei instantaneamente com a ideia. Decidi não perder nenhum segundo e fui correndo em direção à casa de Yuki. Era um pequeno chalé marrom coberto no teto por camadas de flores de cerejeira que despencavam da árvore que ficava ali perto. Bati na porta de madeira maciça que guardava a casa produzindo tanto som que até voltava pelas janelas. Resposta, entretanto, não obtive. A casa parecia vazia. Mesmo assim, tentei bisbilhotar. Talvez a velha estivesse dormindo, ou até morta. Morava sozinha e não tinha muitos parentes próximos pra virem checar sua condição. Olhei pelas janelas buscando sua presença, mas tudo que vi foram alguns gatos correndo de um lado para o outro.


HP: 350/350
CK: 400/400

_______________________


Ficha  Banco Modificações
avatar


O Pacto
2/10

                                                                                                     
Narração: A senhora infelizmente não estava em casa e o garoto
teria que procurar um pouco mais, caso quisesse achar ela, um gato pulou perto da janela
e fixou os seus olhos nele, ele não sabia, mas ela tinha começado um jogo com ele.

                                                                                                     
Considerações: Pelas regras infelizmente, 200 palavras por post, continue a procurar.
Convidado
avatar
Convidado
Convidado


Contrato de Sangue


Dona Yuki não estava. Aquela anciã era mais ativa que muitos jovens da Vila. Tinha uma saúde de ferro e histórias contam que ela a Kunoiche mais taletonsa de seu tempo. Conforme foi envelhecendo vários rumores maldosos surgiam sobre sua índole, sugerindo que havia vendido a alma para seres demoníacos que viviam com ela na forma de gatos. Eu não costumavadar ouvidos a essas histórias, mas me incomodava com o fato de ela ter tantos gatos. A coisa mais bizarra que me lembrava dela era de uma festa que fui na infância e eu podia jurar ter ouvido ela soltando um ronronar.

Um dos bichanos apareceu na janela e ficou me olhando com aqueles olhos esverdeados como que se quisesse me dizer alguma coisa. Seu pelo era cinza e já contava com alguns fios brancos distribuídos pelo corpo todo. Devia ser um gatinho velho. Seu rostinho era simpático e convidativo. Parecia me chamar pra entrar, mas eu não invadiria a casa de uma senhora. Ao notar minha resistência, o felino começou a se mover dentro da casa se dirigindo para uma pequena saída que dava até onde eu estava. Ele me fitou por um tempo, talvez esperando minha reação. Depois disso, ele saiu andando e checando para ver se eu estava o seguindo. No começo relutei, mas decidi ir, já que ele poderia me levar a sua dona.


HP: 350/350
CK: 400/400

_______________________


Ficha  Banco Modificações
avatar


O Pacto
3/10

                                                                                                     
Narração: Assim que ia adetrando a cada mais dois cada surgiram, e cada vez
mais gatos iam aparecendo sem parar, e então olhos vermelhos fixavam o garoto
numa escuridão total, e uma voz suave disse - Na próxima vez que tentar invadir uma casa
sem a permissão do dono é melhor verificar o quão preparada ela está - a voz era claramente
de uma senhora, seria a kunochi?.
                                                                                                     
Considerações: Pelas regras infelizmente, 200 palavras por post, fale com ela, e melhor
não adentrar a casa agora.
Convidado
avatar
Convidado
Convidado


Contrato de Sangue


Conforme eu seguia o gato as coisas iam se tornando mais estranhas. Ele me fazia passar por caminhos inusitados e, às vezes, tão apertadas que eu não conseguia passar. Alguns becos eram escuros e não habitados e eu só via mais gatos vindo atrás de mim. Comecei a imaginar que a ideia de seguir um gato parecia loucura e que talvez ele estivesse esse tempo todo tentando fugir de mim. Por fim o gato me levou de volta a casa da senhora,  entrando pelo mesmo buraco que havia saído. Observei ele pela mesma janela e quando passou por trás de um móvel, desapareceu completamente. Confesso que fiquei muito curioso e tentado a entrar na casa, mas não era algo do meu feitio.

Quando decidi me virar senti uma presença estranha atrás de mim. Ativei o Byakugan e vi uma mulher com feições animalescas me olhando de um jeito feroz, como se quisesse me jantar.

- Na próxima vez que tentar invadir uma casa sem a permissão do dono, é melhor verificar o quão preparada ela está. - Era uma voz de idosa, mas havia algo mais, como se ela mudasse o tom no fim, imitando um miado. Presumi que fosse Yuki, mesmo que não a reconhecesse completamente.

- Senhora Yuki. - Respondi. - Sinto muito se te ofendi por olhar pela janela, mas nunca tive a intenção de invadir sua casa. Minha mãe foi quem mandou vir te procurar.


HP: 350/350
CK: 400/400

_______________________


Ficha  Banco Modificações
avatar


O Pacto
3/10

                                                                                                      
Narração: -Sua mãe? e quem é você garoto? -  A senhora parecia está bem nervosa
e se aproximando do garoto e então ela gritou  - Boraaa, fale, se não você vai ver - Mesmo
com a idade a velinha causava um imenso medo.
                                                                                                      
Considerações: Pelas regras infelizmente, 200 palavras.
Convidado
avatar
Convidado
Convidado


Contrato de Sangue


-Sua mãe? E quem é você garoto? -  A senhora parecia estar bem nervosa. Se aproximou de mim e gritou: - Vamos! Fale, se não você vai ver!

- Eu sou Ezka Hyūga! - Falei rápido e apavorado. - Sou filho de Yumi, da casa principal. Minha mãe me disse que você ajudou ela na sua jornada pra se tornar mais forte e me disse para vir aqui.

Ao ouvir o nome da minha mãe as feições da velha regrediram. Deixaram de ser tão ferozes, mas não menos apavorantes. Ela começoua andar de um lado para o outro, colocando, aparentemente a cabeça no lugar. Ela me olhou com aqueles olhos de caçadora me ameaçando. Eu parecia como um pequeno brinquedo pra ela. Com meu Byakugan podia observar seu fluxo de chakra - era maciço e se movimentava muito rápido. Se ela viesse para o meu lado, não tinha certeza se conseguiria vencê-la. Acredito eu que minha melhor chance seria correr. Ela continuava andando de um lado para o outro e, conforme o tempo passava seu fluxo de chakra diminuia. Estava ficando calma. Por um momento pensei em correr, mas no menor sinal de movimento ela olhava pra mim. Escutei a frase "fique calmo" sair da boca dela, enquanto seu rosto começava a aparentar mais normal.


HP: 350/350
CK: 400/400

_______________________


Ficha  Banco Modificações
avatar


O Pacto
5/10

                                                                                                      
Narração: - Ah, então desculpe por tudo, mas o que você quer garoto?
e entre vamos, vamos - A senhora falava o botando para dentro querendo
saber o motivo da vinda do mesmo, dava um xícara de chá para o garoto
e continuava falando com o mesmo sobre quando treinava a mãe do garoto
rindo a beça, até que finalmente ela fechou um pouco a cara e disse
- Mas se veio aqui, não foi para saber da sua mãe, diga o que você
veio me pedi? - ao terminar de falar um gato pulou nos ombros da senhora
e seus olhos era azuis, seus pelos pretinhos, era uma verdadeira fofura.
                                                                                                      
Considerações: Pelas regras infelizmente, 200 palavras.
Convidado
avatar
Convidado
Convidado


Contrato de Sangue


Com o brandar do comportamento de Yuki, meu coração se aliviou como nunca antes. Um peso enorne foi retirado das minhas costas e o medo de morrer passou. Sua curiosidade, entretanto,  me deixara um pouco encucado. Ela insistia para que eu falasse e, mesmo que eu tivesse melhorado os ânimos, ainda relutei. Senti que ela estava tentando quebrar o gelo quando me contava todas as histórias sobre minha mãe. Ela nem sempre fora a mulher forte e íntegra que eu conhecia - já tinha sido imatura e mimada, tentando impor o que achava certo pra todos e, caso não seguissem aeus conselhos, ela ficava chateada com a pessoa por muito tempo.

Enquanto conversávamos,  Yuki preparou um chá que logo nos primeiros instantes de fervura fez com que eu quisesse bebê-lo. Era um chá de ervas bem doces e que nem precisou ser adoçado. Comemos alguns bolinhos tradicionais com o chá e continuamos jogando conversa fora por um tempo. Yuki, entretanto queria saber o motivo de minha visita.  No meu ponto de vista ela já sabia e estava me testando, mas resolvi abrir o jogo.

- Senhora Yuki, eu vim aqui porque quero me tornar um ninja mais forte. - Expliquei.- Cada vez mais as missões demandam de mim e às vezes sinto que não estou completamente preparado. Minha mãe me disse algo sobre um Pacto de Sangue e é por isso que estou aqui.


HP: 350/350
CK: 400/400

_______________________


Ficha  Banco Modificações
avatar


O Pacto
6/10

                                                                                                     
Narração: - Ah, isso é muito perigoso meu filho, é um trato feito com um ser
animalístico onde um servirá ao outro, eu tenho um com os gatos pois sempre os
amei, e eu até posso lhe ensinar caso seja isso que realmente queira.
                                                                                                     
Considerações: Pelas regras infelizmente, 200 palavras.
Convidado
avatar
Convidado
Convidado


Contrato de Sangue


Estava assustado. O risco de um contrato era alto. Teria a possibilidade de invocar um parceiro de combate para me ajudar em situações complicadas, mas também poderia ser chamado por ele quando ele precisasse. E se ele estivesse em um combate que excedesse as minhas capacidades e acabasse comigo morto? Não era uma reflexão simples e tampouco tranquila. Estaria selando um acordo e cumprir a minha parte era essencial para que suas dinâmicas continuassem funcionando. Também não gostaria nenhum um pouco de ser deixado na mão quando mais precisasse de ajuda ou endurecer um gato demônio gigante.

A casa de Yuki parecia cada vez mais fria e o pôr-do-sol a deixava com um aspecto terrível lembrado um funeral ou algo do gênero. Aqueles gatos também ficavam me olhando. Parecia estarem me testando, analisando se eu teria força ou coragem o suficiente pra continuar. Alguns olhavam tão penetrantes que pareciam duvidar completamente de mim. Outros, que ficavam se esfregando nas minhas pernas, pareciam torcer por mim.

- Tomei minha decisão, senhora Yuki. - Falei pronto. - Não tenho tempo pra ter medo. Vim aqui pra me tornar mais forte e não pra ir embora com assustado. Quero que a senhora me ajude!  Quero selar um pacto com gatos.


HP: 350/350
CK: 400/400

_______________________


Ficha  Banco Modificações
avatar


O Pacto
7/10

                                                                                                     
Narração: - Huum, antes de tudo pegue esses 3 gatos e vá passear com eles, e daqui
a uma hora volte com todos para cá, caso um volte sozinho ou sem você, você não vai está
pronto e não lhe ensinarei - ao terminar de falar a vóvó lhe entregou 3 gatos bem agitados,
e colocou um no ombro do garoto, o outros deitado com sua mão estendida.
                                                                                                     
Considerações: Pelas regras infelizmente, 200 palavras.
Convidado
avatar
Convidado
Convidado


Contrato de Sangue


Caminhar com gatos? Mas que tipo de tarefa era essa? Como isso provaria meu valor ou força? Eu já havia feito muito - protegido donzelas famosas, recuperado animais sagrados e até matado um traidor do meu clã. Não deveria encontrar dificuldade nisso. Eram apenas 3 gatos, afinal. Dois dos bichanos ficaram dispostos sobre meus braços e um no meu ombro. Eram gatos gordinhos e peludos, mas nada tão difícil de carregar. Fiquei tranquilo com a ideia de um dos meua testes ser vigiá-los por uma hora. Apesar de parecerem sapecas, pelo tempo de sairmos da casa de Yuki eles ficaram bem quietinhos.

Contudo, assim que me afastei, aquelas bolinhas de pelo adoráveis começaram a mostrar a garra. A todo momento tentavam sair do meu colo, e quando conseguiam ficavam me driblando para que não conseguisse recuperá-los. Não fosse o meu Byakugan, teria perdido os três de vista. Eles pareciam orquestrar um jogo de pega-pega contra mim. O momento que mais me assustou foi quando um deles, o que inicialmente se deitara no meu ombro, começou a correr na direção de Yuki-sama. Segurei os outros dois no meios dos braços, aguentando seus arranhadis e prendi o fujão entre meio meus pés. Assim que se completou uma hora, voltei para a casa de Yuki com os gatinhos que, assim que avistaram sua residência retomaram o comportamento amoroso. Nunca havia imaginado ser tão difícil cuidar de gatinhos.


HP: 350/350
CK: 400/400

_______________________


Ficha  Banco Modificações
avatar


O Pacto
8/10

                                                                                                     
Narração: - Parabéns, antes de começar a aprender vamos me ajudar a alimentar esses
bichanos que são muito - ao falar isso entregou umas vacilas de ração e mandou o mesmo
imitar ela naquela tarefa simples, e então começaram a alimentar os bichanos e pareciam
que os mesmo tava se acostumando com o garoto.
                                                                                                     
Considerações: Pelas regras infelizmente, 200 palavras.
Convidado
avatar
Convidado
Convidado


Contrato de Sangue



De alguma forma eu sentia que Yuki-Sama estava me enrolando. Não tinha certeza, mas parecia que ela queria aproveitar a companhia pra trabalhar. Ainda sim, podia ser mais algum teste. Ela era uma senhiora muito idosa e talvez tivesse alguns métodos de avaliação que eu não conseguisse entender.

As vasilhas eram pequenas e muito decoradas. Aliás,  parecia que toda casa era inspirada e lembrava gatos. Se não imitassem sua aparência,  eram para que eles os usassem. Yuki parecia ser completamente devota a eles. Talvez fosse por isso que era uma das pioneiras em sua invocação. Ela olhava com amor e admiração para os bichanos, me fazendo querer um dia ser tão entregue a alguma coisa.

Apesar de a tarefa ser fácil,  era demorada e tediosa.  Os sacos de ração eram pequenos e fracionados, provavelmente porque na idade em que se encontrava,  Yuki não tinha resistência muscular pra manter sacos pesados sobre seus braços. Os potes estavam espalhados pela casa toda, de certo para que os gatos pudessem comer onde e quando quisessem. Os felinos também não ajudavam muito. Sempre que ia colocar comida em um dos potes, vários se reuniam em cima, impedindo que a ração caísse no lugar certo. O resultado daquele trabalho monótono, entretanto, foi satisfatório. Aqueles gordinhos ficaram muito felizes e dormiram tão rápido que parecia terem ficado acordados por dias


HP: 350/350
CK: 400/400

_______________________


Ficha  Banco Modificações
avatar


O Pacto
9/10

                                                                                                     
Narração: Com os gatos dormindo a senhora levou o garoto até o quintal e começou
a ensinar a ele as vantagens do pacto, no final ela puxou um pergaminho e colocou no
chão, e então falou - Se é o que realmente vai fazer, terá que assinar seu nome com
sangue aqui - caso o mesmo assinasse ela já iria lhe ensinar o jutsu e tudo mais.
                                                                                                     
Considerações: Pelas regras infelizmente, 200 palavras.
Convidado
avatar
Convidado
Convidado


Contrato de Sangue


Quando tivemos certeza de que todos os gatos estavam confortáveis - cheios e dormindo - resolvemos finalmente começar a fazer algo de verdade.  Yuki-Sama sugeriu que saíssemos da casa pra evitar fazer sujeira ou barulho. Ela não queria acordar os seus gatos. O quintal era grande e aberto. Também haviam algumas folhas da cerejeira que enfeitava seu telhado espalhadas,  criando uma tela de verde e rosa que era muito agradável de se ver. Dava até pena de pisar e estragar aquela obra de arte natural. Não tinha tempo pra apreciá-la, entretanto. Tinha que prosseguir para continuar o que a senhora Yuki estava querendo me ajudar a completar.

Aliás, sentia-me extremamente honrado. Estava adquirindo conhecimento de uma das anciãs mais antigas e poderosas do clã. Podia parecer algo pequeno, mas para mim era enorme. Era também uma das mestres pelas quais minha mãe tinha passado. Sentia que estava, de alguma forma seguindo seus passos. Yuki-Sama preparou um pergaminho gigante e pediu pra que eu o analisasse e descobrisse seu segredo. A cada movimento que eu fazia, Yuki dava uma risadinha discreta. Depois de me deixar sofrer um pouco, ela me contou que estava apenas brincando e não havia nenhum segredo. Após rirmos um pouco, ela me contou que eu precisava assinar o pergaminho com meu sangue, marcando um elo entre mim e os Nekos. Me cortei com a Kunai e uma mancha em vermelho: Hyūga Ezka.


HP: 350/350
CK: 400/400

_______________________


Ficha  Banco Modificações
avatar


O Pacto
10/10

                                                                                                     
Narração: Depois de assinar, por fim a senhora ensinou o mesmo a invocar, ficaram
treinando o resto do dia inteiro e ao ficar de noite o Hyuuga já tinha dominado tal invocação
apenas o restava voltar para sua casa, descansar.
                                                                                                     
Considerações: Pelas regras infelizmente, 200 palavras.
Convidado
avatar
Convidado
Convidado


Contrato de Sangue


Assim que assinei, meu vínculo estava selado. Entretanto, ainda precisava aprender a efetivar a técnica. Pelo que havia entendido, existiam vários níveis de criaturas que podeira invocar e para trazer as mais poderosas, precisaria de um grande controle e também de muito chakra. Apesar de eu possuir uma boa quantidade de chakra e, como característica genética, conseguir manipular bem o meu chakra, precisei de várias tentativas, até que conseguisse invocar o meu primeiro bichano. Ele, por acaso, era um filhote bem pequeno e indefeso. Apesar de ter adorado sua companhia, confesso que fiquei muito envergonhado com a minha invocação.

Yuki perdeu seu jeito paciente e meigo e começou a me pressionar. Disse que os gatos não tem paciência com pessoas fracas e que eu deveria honrar o meu pacto. Seus gatos começaram a sair da casa e me cercar, me deixando apreensivo, mas me ajudando a invocar Nekomata, o rei do submundo felino. Fiquei tão impressionado quanto Yuki, cumprimentou o velho amigo que não via há tempos.

Fiquei extremamente feliz com a minha realização. Agradeci muito a Yuki que não conseguia tirar um sorriso do rosto. Despedi-me de Nekomata, que se mostrou um animal sádico e impaciente, mas orgulhoso de um garoto ter conseguido invocá-lo. Ajudei Yuki a arrumar suas coisas e fui embora agradecendo.


HP: 350/350
CK: 400/400

_______________________


Ficha  Banco Modificações
avatar

@
Convidado
avatar
Convidado
Convidado

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

resposta rápida

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum