Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
» 3) Solicitações de Avaliação
Hoje à(s) 11:47 por Victor151

» Campo de treinamento Ryo
Hoje à(s) 11:43 por Victor151

» [Ato] Kazui
Hoje à(s) 11:32 por Kazui

» [M.S.] Status de um Yamanaka
Hoje à(s) 11:24 por DelRey

» [BB] Goroima
Hoje à(s) 11:24 por DelRey

» [ FIXO ] Sistema de Reset Parcial e Total
Hoje à(s) 11:21 por DelRey

» Rankeamento de Técnicas
Hoje à(s) 11:20 por DelRey

» [Sugestão] Especialidade em Aprendizagem
Hoje à(s) 11:12 por Arlong

» [RP - Hist] O ciclo da vida, Gamabuga
Hoje à(s) 10:47 por Kiwi

» [EPEC-SOLO] Incansável
Hoje à(s) 10:38 por Arlong


Convidado


20/6/2018, 11:54
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações

<

[C] Olly

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[C] Olly - em 16/7/2017, 20:34

Pare os genin!
                                                                                                    
Narração: Dois ninja começaram uma briga sem motivo alguma,
apenas por rivalidade, e ambos são muito forte sua missão é
evitar que ambos acabam se ferindo muito ou até mesmo se matando.
                                                                                                    
Considerações: Quantas palavras quiser, one post.
Convidado
avatar
Convidado
Convidado
Re: [C] Olly - em 16/7/2017, 23:35

F I G H T

– Qual é o problema de vocês dois? Não conseguem perceber que isso não vai dar em nada? Em pleno final de semana eu tinha sido convocado por uma avó desesperada para apartar a briga em que seu filho tinha entrado com um dos seus melhores amigos. O motivo? Segundo a velhinha, o mais banal possível: – De que importa quem come mais? Se querem mesmo tirar a dúvida, porque ao invés de se matarem, não vão pra um restaurante, bar ou sei lá... e se entopem? Estragar uma amizade pelo simples motivo de querer provar que você tem o estômago maior? Me poupe, se poupe, nos poupe. – PAREM COM ESSA PALHAÇADA! - Gritei, alto o bastante para os prédios vizinhos todos me ouvirem. – Vocês estão dentro da vila! Não estão somente se estragando, mas estragando todas as construções que tocam! Nem mesmo as crianças escaparam. Todas estavam muito assustadas com a fúria que os dois emanavam, e eu, quase tarde demais, resolvi acalmar as coisas com as minhas próprias mãos. – Eu não queria ter que fazer isso, mas vocês pediram!
Eu estava em pé e de cabeça baixa no centro do topo de uma casa, com ambos os shinobis, um de cada lado, imobilizados pelas minhas mãos antes de conseguirem acertar um soco. – Vocês têm noção de quantas pessoas da nossa idade gostariam de ter uma amizade? De quantas pessoas não tem a mesma facilidade, que eu suponho que vocês tenham, de se gostar? Gente que tenta, mas não consegue criar laços? Eu precisava fazê-los compreender que aquilo era um dom, e eles não podiam estragar tudo. – Por que caralhos vocês não entendem? - Perguntei, erguendo a cabeça e olhando para frente, apertando o máximo que eu conseguia os seus punhos. Fortes do jeito que eram, não demorou muito para que se livrassem e admitissem distância o suficiente para prepararem outros jutsus. Movimentei-me rápido, com o auxílio de uma técnica, para o topo do prédio ao lado, incapaz de paralisar o choque das habilidades elementais que usariam. A julgar pela força que puseram no soco que eu segurei, e em todas as outras técnicas antes de eu interferir, o poder dos dois parece bastante equilibrado... E como esperado, um ninjutsu anulou o outro, impedindo-o de passar além da metade do campo e de acertá-los. Acompanhado de dois clones, pedi para que confrontassem o loiro sem contato físico, somente desviando dos seus golpes e, assim, permanecendo em campo. Eu cuidaria do outro. – Enquanto vocês estão lá eu vou perturbar o ruivo! Os três pularam juntos do topo de uma construção para o topo de outra.
Era um combate completamente físico, com socos, chutes, pontapés, giros e até tentativas de arranhão com uma ou duas kunais, muito bem manuseadas. Esse cuzão é bom... Só não é inteligente o bastante para compreender que isso daqui não vai dar em nada! Desferi chutes com o pé direito no estômago do ruivinho antes de ele se defender do terceiro, juntando os braços em um xis em frente ao golpe, descendo e estendo uma das pernas antes de girar e tentar colocar força o suficiente para derrubar o único membro inferior que me suportava. Rotei, trocando a perna que me sustentava e me mantendo de pé numa posição ofensiva, onde minha figura recordava a pose clássica de Karatê Kid. Eu sou o próprio discípulo do Senhor Han, pensei, consciente de que faltava muito para isso ser verdade. Meu taijutsu sequer tinha aparecido, mas ao menos força eu já tinha conquistado. Tentei uma investida com o punho fechado na direção do queixo do menino mas ele desviou e, ainda, me chutou. Sorte que eu já servi de aparador de chutes para os treinos com a Anna muitas vezes, lembrei, agradecendo por ter tido a ideia de treinar minha força com uma das minhas amigas.
Os clones a essa altura já tinham se desfeito e, definitivamente, o loiro vinha na nossa direção com ainda mais raiva, não só do seu ex amigo, como de mim. A construção em que nos encontrávamos ficava na borda da vila e, por isso, grudada com algumas rochas, onde subi depois de concentrar chakra nos meus pés, preparado para me impulsionar para trás e, no ar, lançar armas naqueles dois, tirando a sorte para ver quem encararia um dos meus genjutsus primeiro. Caralho! Fuuma shuriken e papel explosivo, um de cada lado, anulando completamente os meus planos. Se eles estão preocupados em prestar atenção no que vai acontecer ali, dificilmente eles notarão as shurikens se aproximando, principalmente por causa do barulho da explosão, que aconteceria ao mesmo tempo, se os meus cálculos estão corretos. Desci em cima da Fuuma Shuriken, com uma kunai na mão, pronta para desviar aquela arma com um papel explosivo junto. Foi o que fiz, lançando-a para longe. Depois, virei meu rosto rápido na direção dos dois shinobis, fitando-o nos olhos e declarando-os presidiários. – Isso é por terem sido maus meninos! - Afirmei, proclamando mentalmente o nome de um dos meus jutsus: Técnica do Falso Aprisionamento! Ambos os shinobis pareceram sofrer com a ilusão, que ocasionou um certo desconforto em um e uma forte fobia em outro. – Mais um claustrofóbico, eu imagino... Só isso explicaria tamanha insatisfação com aquela prisão ilusória. – Maho, fica calmo, eu vou te tirar daí! O shinobi de cabelos claros se dirigiu ao de cabelos de fogo desse jeito, parecendo preocupado com o seu estado atual. – Então é isso...? Você precisou vê-lo sofrer pelas mãos de outro para decidir salvá-lo? Se vocês não tivessem iniciado a discussão, não teríamos chegado nesse ponto! A culpa era totalmente deles. Kai, proferi, cancelando a técnica e permitindo os dois de se aproximarem. Eu esperava que admitissem culpa. Por enquanto, me satisfaz saber que esses dois pararam... Minha cabeça latejava. Tudo o que eu precisava era de algumas horas de meditação.

HP: 200/200;
CH: 186/200.

Considerações:
O gasto de chakra se deu em prol das duas técnicas de rank D que usei, com o desconto da qualidade Grande Controle de Chakra.

Jutsus Usados:


Shunshin no Jutsu
(Técnica de Cintilação Corporal)
Rank:
D.
Descrição: O Shunshin no Jutsu é uma técnica de movimento de alta velocidade que permite que um ninja se movimente de curtas à longas distâncias a uma velocidade quase indetectável. Para um observador, ela aparece como se o usuário tivesse se teletransportado. Uma bomba de fumaça é ocasionalmente usada para disfarçar os movimentos do usuário. É realizado o uso do chakra temporariamente para revitalizar o corpo que se movimenta em velocidades extremas. A quantidade de chakra necessária depende da distância total e elevação entre o utilizador e o destino pretendido. Tem havido alguma confusão em algumas traduções entre este e o Jikuukan Ninjutsu, mas estes são de fato diferentes técnicas, sendo esta uma técnica de movimentação extremamente rápida e não de teletransporte.


Ki Nobori no Shugyō
(Prática de Escalada em Árvore)
Rank:
E.
Descrição: Ki Nobori no Shugyō é um método de treinamento utilizado para obter mais habilidades com controle de chakra. Esta formação envolve focalizar uma quantia fixa de chakra para o fundo dos seus pés, e usar isso para subir em uma árvore sem utilizar as mãos. Se o fluxo de chakra é muito fraco, o usuário perderá sua posição na árvore e cairá. Se ele for muito forte, o ninja irá ser empurrado para longe da árvore, fazendo com que a mesma se quebre em torno do ponto de contato com o utilizador.


Tōgoku no Jutsu
(Técnica do Falso Aprisionamento)
Rank:
D.
Descrição: Essa técnica cria uma prisão ilusória ao redor do alvo, deixando-o incapacitado, por conta dos estímulos nervosos, de caminhar além das extremidades desse pequeno presídio.


♦ O genjutsu consegue ser aplicado em até dois alvos de uma única vez, bastando fitá-los nos olhos;
♦ O alcance do genjutsu se estende até um perímetro de cinco metros;
♦ O genjutsu tem duração de um turno;
♦ Pode-se cancelá-lo através da dor, interferência interna ou interferência externa.

_______________________

OLLY KURAMA SIVAN

_
avatar
Chūnin
Chūnin
Re: [C] Olly - em 16/7/2017, 23:47

@
Convidado
avatar
Convidado
Convidado

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

resposta rápida

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum