Naruto RPG Akatsuki
Olá visitante, registre-se em nosso fórum e venha fazer parte desde mundo mágico de Naruto, sim, seja um Ninja! Veja no vídeo abaixo os primeiros passos para fazer parte deste mundo após o seu cadastro!


Convidado


23/11/2017, 09:26
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações
UM TEXTO AQUI LOGO LOGO
Meta: 00,00 R$ Recebido: 00,00 R$
00%
compre Seus AGs Pelo Pag Seguro e Paypal
UPDATES!
09.09.2017 — Exatamente um mês desde o último update, estou aqui hoje para avisar que o arco RUPTURAS está oficialmente encerrado. Ao longo dos próximos dias o tópico referente a ele será devidamente atualizado. Como prometido, novos sistemas virão (já estão disponíveis para o público ver e sugerir coisas) e novos Clãs/Kekkei Genkais também, além disto, muito em breve teremos o inicio de um novo arco.
ESTAÇÕES & EVENTOS
Ano: 08
Primavera:
14/11 - 07/12
Verão: 08/12 - 30/12
Outono: 31/12 - 22/01
Inverno: 23/01 - 13/02





Últimos assuntos

» Teste de Template (Shibō)
por Tokage Hoje à(s) 09:12

» [BANCO] Misaki Mei
por Watanabe Ren Hoje à(s) 07:03

» Crônicas de um Zoldyck
por Yamiko Hoje à(s) 06:58

» [F.P] Dante
por Yuzuki Hoje à(s) 06:56

» [FP] Inuzuka Ryujin
por Yuzuki Hoje à(s) 06:53

» Lista & Organização de Vilarejos
por Ryūjin Hoje à(s) 03:04

» Lista & Organização de Clãs
por Ryūjin Hoje à(s) 03:03

» Treinamento Pericia em Shurikenjutsu (01)
por Watanabe Ren Hoje à(s) 00:51

» [Missão Rank C - Urameshi] Preço da Fama
por Urameshi Hoje à(s) 00:48

» Loja de Iwa
por Watanabe Ren Hoje à(s) 00:32

Procurados
Procurados RPG Akat


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

[Invasão] Transcendendo a névoa

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 [Invasão] Transcendendo a névoa em 19/2/2017, 17:01

Shiroshi

avatar
Espadachim
Espadachim


Apex
Never trust anyone too much
remember the devil
was once an angel.
Esvaia-se junto ao vento, o tempo nivelava aquela estranha e longínqua viagem como as próprias brisas entre os cabelos níveos do jovem. Viajando aos céus, encarando nuvens e pássaros como se fosse um deles. Seu olhar alcançava horizontes e cada detalhe do solo uma parte de seu domínio, livrando quaisquer dificuldades de orientação.  O anil elétrico rasgava os céus da região montanhosa, e talvez algum eremita de bons olhos conseguisse visualizar aquela plataforma circular que carregava um homem de cabelos brancos, este que nem se dava o trabalho se ficar em pé sobre a mesma, seus braços debaixo da cabeça e seu joelho curvado revelavam até mesmo aos céus sua personalidade desleixada e preguiçosa.

Sua mente, já dispersa, não vagava mais entre os assuntos do vilarejo da nuvem, seu incessante pensamento fitava entre seus objetivos e anseios. Sua decisão seria essa, de fato. Sua busca por conhecimento e poder atingiria esse ápice cedo ou tarde, e sua estagnação apenas alertava a chegada da necessidade dessa decisão. A névoa, outrora seu lar de aprendizado e muitas lembranças, agora estaria sob seu controle – ou ao menos havia de ser. O único meio de mantê-lo acerca de todas informações disponíveis no alcance de um homem seria estar no topo das sombras do mundo shinobi. Esse objetivo, talvez o primeiro na vida do demônio branco, se concretizaria independentemente dos meios utilizado, estando disposto a trazer a queda da própria Saruzumi Rin, àquela que outrora confiara ao jovem o cargo de mestre espadachim.

Os olhos enrijecidos do rapaz cediam a escuridão de seu subconsciente, a umidade inserida em suas narinas naquele instante revelou a situação. Ambiente totalmente familiar ao ninja. Repousou por fim após aquela transição mental, solo alagado em águas mornas e calmas. Ao longe a silhueta de seu velho amigo era visível, gigantesca e amedrontadora para aqueles que não o conhecem. Sua movimentação gosmenta e já íntima insinuou sua aproximação lenta e constante rumo ao demônio Branco. — Olá, meu bom companheiro... – se apresentou a criatura, em toda sua formalidade e cordialidade. — A quanto tempo não nos encontramos... Como andas? – se apresentava um tanto quanto receosa em relação tempo de inatividade da relação entre os dois.

— Saiken, eaí. Tranquilo? – respondeu Shiroshi, de uma forma um tanto quanto agradável. A visão era nostálgica, transitava desde à sua batalha a dominação do chakra, esta que fora muito amigável, por sinal. — Ah, você deve saber já que fica aqui dentro o tempo todo, haha. – informalizou a situação quebrando qualquer tipo de clima de tensão, afinal, sua personalidade deveras infantil as vezes dominava as situações. — Me naturalizei como nuvem por algum tempo... Soube dos raios que lá existiam. Sabe, minha busca por conhecimento se torna cada vez mais ambígua. Estamos voltando para a névoa, quem sabe não encontro a Emy por lá, hehe. – dissertava superficialmente as razões e relações de toda sua translocação como ninja.

Saiken, tranquilo como de praxe, mesmo quando se tratava de assuntos sérios e problemáticos, esparramou todo seu corpo gelatinoso pelo chão enquanto as palavras do desleixado rapaz escorriam por entre seus ouvidos – sabe-se lá se o mesmo possuía ouvidos. Seus olhinhos esturrados para as laterais fitava o rapaz desajeitado. — Vejo dúvidas dentro de você, Shiroshi. Eu posso ver suas escolhas mas sua mente, enquanto reclusa, pertence somente a ti. Me diga... somos amigos desde outrora. Estou do seu lado. – comentou a milenar criatura, sua sabedoria transcendia qualquer interpretação ou cálculo que a genialidade do rapaz poderia sintetizar. Saiken estendeu-se pelo campo um pouco mais, buscando demonstrar intimidade entre ambos.

As palavras da sábia fera enraiaram o interior de Shiroshi, como se soubesse exatamente dos sentimentos do rapaz.  Coçando a cabeça e semi-cerrandos os olhos, o rapaz se jogou sobre aquela estrutura gosmenta, mas incrivelmente macia. Seus braços cruzaram-se abaixo da cabeça e suas pernas se esticaram. — Ah... – suspirou dando iniciou a sua fala. — Eu nunca tive muitos objetivos ou sonhos, minha fuga foram os livros e minha natividade com a eletricidade. Era um vazio, uma cratera que se estendia no decorrer da minha idade, enquanto eu fugia. Isso resultou em algo inesperado. Demônio branco? O ninja mais forte da névoa? Todas essas regalias me fizeram ainda mais perdido. Muitas vezes me refugiei na salvação da companhia de Emy, que na maioria das vezes, não era tão duradoura... por unicamente e exclusivamente, minha culpa. Ações infantis me levaram a ser um insano ansioso por conhecimento e poder. – dissertava enquanto uma pausa foi aplicada. Salivou e abriu seus olhos ao teto daquela estrutura negra, porém, nada escura, enquanto rolava sobre aquela gosma macia. Por mais melado Shiroshi ficasse, sua diversão parecia constante se portando sobre o corpo de Saiken. — Nunca houve ninguém por mim, e acabei me restringindo a essa busca infinita. Infinita uma ova! Esse limite burocrático ou talvez permanente me agonizou e acabei concluindo que o melhor caminho para me livrar ou me estagnar, seria me tornar umas das sombras. Não busco o caos e nem sou o melhor burocrático, mas enquanto um, manterei a névoa coberta pelos raios do demônio branco. – concluiu o rapaz com seu comentário, ou quase um desabafo, enquanto seus olhos agora se viravam lentamente para o perfil de Saiken. — Você vem comigo?

O silêncio e olhar de seu amigo interior eram o suficiente para levá-lo de volta a realidade de melhor forma, satisfeito e confiante de que, ao menos, não estaria completamente sozinho. Se indagou remotamente ao retornar a superfície elétrica que o carregava, enquanto sua consciência figurava novamente seu objetivo e foco. Byakugan ainda ativo, permitiu-o conferir sua rota, sempre em linha reta devido a vantagem da viagem aérea. Estava próximo aos limites do vilarejo da névoa, afinal, horas haviam se passado à uma velocidade superior a cinquenta metros por segundo. Toda aquela névoa causava colapsos de nostalgia no rapaz, que aproveitava cada segundo daquele clima agradável de seu vilarejo natal. Teria, afinal, alguma afinidade com aquele vilarejo? De fato.

A noite alcançou todas aquelas horas entrelaçadas naquele dia de viagem sob aquela superfície elétrica. Chakra havia sido gasto, resistência mental desgastada e o cansaço chegara de braços abertos. Então, o ninja de cabelos brancos concluiu que seria melhor, tanto para o próprio bem estar, quanto para o seu objetivo, dormir e interagir na manhã do dia seguinte. Infantil como de praxe, Shiroshi resmungou por não ter chego antes, sua ansiedade o consumia, porém, mal sabia que em passos aquela viagem duraria meia dúzia de dias, afinal, ninguém viaja a cinquenta metros por segundo. Decidido, aterrissou na região florestal das redondezas da névoa e montou uma pequena fogueira com galhos secos das bases das árvores litorâneas. Com seu byakugan buscou algum alimento e um pouco de água, estando em seguida, pronto para repousar.

[...]

A manhã era coroada pelos respingos de chuvas que transpassavam por entre as folhas das espessas árvores, pingos estes que fizeram a calamidade de acordar o jovem ninja. Irritou-se momentaneamente com o fato de ter sido acordado com algo tão incômodo. Sentimento passageiro ao se situar no fato de que já era manhã. A fogueira já estava apagada e o vilarejo estava próximo, o que o direcionou em uma rápida caminhada até os limites do vilarejo. Poucos minutos foram o suficiente para que o rapaz conseguisse avistar ao horizonte a magnitude das muralhes delimitadoras do vilarejo, muralha esta que fora um dos seus grandes cenários na guerra em prol da barragem da invasão da folha. Seus passos eram lentos e seu rosto abaixado se tornava cada vez mais encharcado junto aos seus trajes. Logo estava no interior do vilarejo, bem próximo da entrada, onde havia um conglomerado de aldeões e ninjas; proposital. Seus olhos se encheram de determinação se virando para o céu e contemplando as nuvens carregadas. Shiroshi estendeu um de seus braços para o céu, enquanto já era reconhecido por algumas pessoas de passagem, e trouxe por terra um raio de eletricidade gigantesco, que caiu ao seu lado – raio este controlado e delineado para que não causasse danos a nada e a ninguém.

— Povo da névoa! – ecoou a voz entonada e típica do jovem ninja, logo após o estrondo do raio perfurando o solo. — O demônio branco retornou! E a partir de agora, serei sua nova sombra! Antes que me chamem de burocrata ou oportunista, saibam que eu não desejo nada disso. – arqueou seu pulmão enquanto retomava o fôlego. — O país? Os céus? Eu não busco nenhum deles. Pois estarei ocupado protegendo o que está bem na minha frente. A névoa... estará debaixo dos meus raios, que afrontarão qualquer um que tentá-la. – suspirou cerrando os olhos. — Dito isso, peço que levem minha mensagem à elite. Caso ninguém se pronuncie, assumirei o comando. – finalizou o jovem ninjas, permanecendo atento a qualquer discrepância que entrasse no seu campo de visão ou na sua área sensorial.




Considerações:
-> Aparência como na ficha, as duas katanas criadas embainhadas no lado direito da cintura; máscara guardada num bolso interior do kimono; kibas na cintura ao lado esquedo; bolsa de armas na coxa direito; tudo fácil acesso.

-> Vim daqui: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t51002-conceitualidade#318359 - 24hrs

-> Tenho conhecimento da geografia da névoa, visto que já fui espadachim de lá antes de resetar. E o reset especial não perde os conhecimentos adquiridos e etc. Fora isso, meu personagem se orientou pela visão do Byakugan.

-> Viajei com meu jutsu Hyrenkyakko, que me permite voar na velocidade equivalente aos meus pontos em ninjutsu, velocidade esta que é dobrada quando fora de combate. Logo, 26m/s, dobrando fica 52m/s. Nessa velocidade, com oito horas de viagem eu percorreria 1.440km, o suficiente para cruzar as distâncias do mundo de Naruto. Dormi, recuperei os status e fui pro vilarejo.

-> É um invasão, mas tem alguns detalhes que interferem na situação do rpg. Apresentei o objetivo do meu personagem, que não é caótico e sim burocrático. Eu tenho uma fama positiva gigantesca que ultrapassa os 100, que mesmo sendo diminuído por 20 (Fuga de Vilarejo), ainda permaneceria com o máximo positivo. Logo, todos me veem como um salvador e etc, sendo que já fui considerado pela própria Mizukage como sucessor, outrora (link). Não seria um espanto o demônio branco da névoa se tornar o líder da mesma.

-> Fora isto, meu personagem ainda permanece atento aos arredores para evitar qualquer desvaneio, tanto com seu byakugan ativo, quanto com sua área sensorial.

Descrições
Ativo:


Kanchi no Jutsu - 275m²
Descrição: A técnica de detecção permite que o sensor tipo shinobi para detectar e rastrear alvos através de suas assinaturas de chakra. A gama de esta técnica varia entre os sensores.
Jutsus Usados:

Hyrenkyakko
Rank: C
Hyrenkyakko (飛廉脚 lit. Etapa: Tela de Vôo) trata-se de uma plataforma de eletricidade condensada e de corrente elétrica interna e reprimida. Plataforma em forma de disco, a qual mede meio metro de diâmetro e pode ser manipulada pelo ar, voando. A altura máxima da capacidade de vôo é de trinta e cinco metros de altura. Essa técnica é capaz de gerar apenas uma plataforma em seu custo base, gerando uma extra à cada dez pontos de chakra gasto além do custo base. A duração dessa técnica se limita a stamina do usuário. A velocidade de movimentação dessas plataformas se igualam a projeção de pontos de ninjutsu do usuário em batalha, fora delas, duplica-se.



Byakugan - 500m
Descrição: O Byakugan (白眼; Literalmente significa "branco do olho") é o dōjutsu kekkei genkai do clã Hyuga. É um dos Três Grandes Dōjutsu (大三 瞳 术, Daisan Dōjutsu), juntamente com o Sharingan e o Rinnegan. Aqueles que herdam o sangue deste clã quase inexpressivo, tem olhos brancos. Quando o Byakugan é ativado, as pupilas do usuário se tornam mais distintas, e as veias se elevam perto dos olhos. Parece também que ao contrário dos outros dois grandes dōjutsu, todos os membros do clã possuem e podem usar a kekkei genkai desde o nascimento, em oposição à necessidade de despertar ou mais, não herdá-lo em tudo.

As Habilidades do Byakugan deixa-o muito cobiçado por outras aldeias, como evidenciado por Kumogakure que tentou roubá-lo, um evento que levou até o que é conhecido como a "Questão dos Hyūga". Ao de Kirigakure foi capaz de obter um único Byakugan de um Hyūga que ele derrotou, e utiliza grandes forças para protegê-lo. Ao mesmo tempo, Danzō Shimura tentou igualmente recuperar ou destruí-lo. Ao contrário de um Sharingan transplantado, um Byakugan transplantado pode ser ativado e desativado a vontade.
Armas/Equipamentos:


Kiba
Rank: S
Descrições: Kiba (牙; literalmente significa "Presas"): Espadas gêmeas que são imbuídas de um raio que aumenta seu poder de corte. Elas são ditas as espadas mais afiadas já forjadas. Elas também são chamadas de "Espadas de Trovão" (雷刀, Raitō).
Habilidades da Arma: Conhecidas como as espadas mais afiadas já forjadas, ao serem banhadas em eletricidade se tornam capaz de cortar qualquer coisa até uma vez por turno - Rank S. Podem em conjunto de um portador manipulador de eletricidade (afinidade ou perícia) lançar manipulações de Raiton de até Rank A.
Hoshikudaki (星砕 Destruidora de Estrelas)
Rank: A - S (Quando banhada em chakra)
Tipo: Lendário
Descrição: Possui um passado obscuro, no qual expõe indagações por todos que a vêem o a manuseiam. Diz a lenda que numa noite em que o chakra emanava pelos céus no país do fogo, houve então, uma chuva estelar, onde era possível avistar vários cometas que escorriam ao redor da atmosfera do mundo ninja. Nessa noite, após o fim dessa chuva, um último cometa, bem maior que os demais que haviam antes passado, começou a traçar os céus; todos os aldeões de vilas e vilarejos se juntaram para apreciá-lo. Porém quando atingia o meio do céu escuro, ele desapareceu com um feixe de luz, e nesse exato momento, em uma velocidade imensa, despencou do céu uma bokuto que emanava uma energia de coloração dourada. Dessa forma fora nomeada de "Destruidora de Estrelas", levando um mito de que fora ela que destruiu aquele cometa. Foi encontrada naquela noite por pescadores que repousavam perto do Lago Toya - um lago antes desconhecido, situado nas redondezas do país do fogo - que foi onde ela aterrissou, e homenageado esse local, cravaram na madeira da bokuto, o nome do lago. Logo após sua misteriosa chegada, surgiram seus possuintes, que a manusearam; alegado pelos mesmos, dizia-se que ela era incrivelmente leve, porém inexplicavelmente resistente, capaz de partir rochas gigantes apenas com seu impacto natural, que era feito por uma habilidade da mesma - capacidade de absorver energia do portador e comprimi-lo e durante o impacto, liberá-lo como uma explosão - e essa fama levou várias pessoas em sua busca, para poderem possuí-la.
Habilidade da Arma: Absorver energia e libera-la em forma de impacto. Não sendo necessária força algum para manuseá-la ou para causar impacto, levando em conta sua habilidade de comprimir e liberar chakra. Capaz de romper barreiras físicas quando banhada em chakra. Capaz de conduzir chakra e elementos naturais, dessa forma, quando banhada em chakra, emana uma aura dourada e se torna bem mais resistente e mais fortes seus impactos.
Custos: 10 Ch para cada impacto que ela causar.
75 Ch para banha-la em chakra e torna-la rank S - 30Ch por post ativo.
Considerações: Possui 1,20m de comprimento.
Fear Mask (恐怖のマスク)
Espécie: Incomum
Rank: A
Descrição: Uma máscara feita a partir de couro humano, tecida e montada em meio ao medo e desespero que resguardavam sobre o tecido que fora arrancado, uma vez, dos vivos. Revestida por uma substância oleosa de uma árvore, deixou-a com uma consistência elástica e em suma, de cor preta. Se liga à uma tira articulosamente montada à mascara, que mantém firme um tapa olho - também preto - no lado direito. Possui sobre a altura da boca, em sua mandíbula, pintado em tinta permanente, um largo sorriso macabro, com dentes e gengivas resplandescentes. Na terminação inferior da máscara, em cada uma das extremidades, existe um resistente filtro de ar que pode ser utilizado para se livrar de gases e componentes tóxicos no ar.
Mecanismos: A partir dos filtros dispostos pela máscara, gases tóxicos e venenos gasosos (até Rank A) se tornam inúteis quando usada a máscara. A máscara é capaz de inutilizar os efeitos de até no máximo cinco venenos/gases/jutsus por batalha/tópico. Reitera-se que cada utilização de gases idênticos contará como uma no limite do quanto a máscara pode suportar.
Shiroshi
Rank: S
Rara
Shiroshi (白死, lit Morte Nívea) é uma katana japonesa rara do estilo daitō, reluzente, resplandece sua beleza e magnitude. Fora uma forja renomeada da lendária e atual artesã e ferreira, Murata Tetsuya. Conhecida por suas forjas conceituais e que se adequam ao conhecimento avançado em que os humanos atingiram, essa garota hilária forjou uma katana em prol da manipulação à distância, adequando a matéria prima utilizada nas lâmina, "tsuba" e "tsuka", eletrodos e componentes elétricos para que reagissem adequadamente à manipulação eletro-magnética. Projetada em prol dos usuários elementares e manipuladores de raio, a katana é resguardada sempre em uma "saya" de cor vinho que possui aproximadamente noventa centímetros de comprimento. A lâmina é forjada em ligas de aço leve de ótima qualidade, no qual fora mesclado com os componentes elétricos, medindo em sua conclusão, cem centímetros de extensão recurvada. No corpo da katana destaca-se a chamativa "tsuba", banhada em ouro que figura um dragão que se enrosca na lâmina gradativamente, possuindo um diâmetro de quinze centímetros. Nota-se também em seus "menukis" e "ito", detalhes trançados em ouro e fio esverdeado. A katana em suma, possui a capacidade de ser manipulá-la através da liberação do elemento Raiton. Fios elétricos se conectam de uma das mãos do portador ao eletrodo principal localizado na tsuba da katana, na qual escorre a eletricidade pelos demais componentes, gastando por essa conexão dez pontos de chakra por turno usado. A katana é arquitetada para que as ordens eletro-magnéticas coordenem perfeitamente os movimentos realizados pela katana. Sua capacidade de conexão é limitada à vinte metros quadrados. Adendo ao fato que a força e velocidade na qual a katana é exercida em manipulação à distância se igualam aos pontos de ninjutsu do usuário.



Shiroshi
Sangue: 880/880
Chakra: 870/900
Estamina: 012/012
Speed: 18m/s

Rokubi
Chakra: 3000/3000

Kiba
RES: 350/350

Hoshikudaki
RES: 280/280

Fear Mask
RES: 280/280

Shiroshi
RES: 350/350
Bolsa de Armas (120):

Kunai: 22 (22)
Shuriken: 24 (24)
Senbon: 48 (24)
Kemuridama: 14 (14)
Hyōrōgan: 20 (05)
Zōketsugan: 20 (05)
Hikaridama: 14 (14)
Fios: 60m (12)

Template by Karma(NRPGA)

LEGENDAS
Narração Falas Pensamentos



If you have time to think of a beautiful end, then live beautifully until the end.
Ver perfil do usuário

Shiroshi

avatar
Espadachim
Espadachim


Apex
Never trust anyone too much
remember the devil
was once an angel.
As gotas respingavam nos telhados e no chão já encharcado produzindo um som sutil, que por sua vez, predominou após a fala do demônio branco. O silêncio de toda a entrada do vilarejo ilustrou a protagonização do contínuo som da chuva, criando um clima um tanto quando misterioso. A ansiedade da incerteza da reação dos aldeões invadiu o ser do rapaz, este, que por mais poderoso fosse, estava suscetível a maleabilidade das emoções e dos sentimentos. Segundos se passavam como se fossem uma eternidade inacabável, a feição assustada e inaparente dos inúmeros aldeões e ninjas era preocupante.

Até que por fim ouviu um berro ao fundo gritando pelo apelido de Shiroshi. Demônio Branco! Este que desencadeou uma euforia incontrolável por todo o vilarejo, que agora sabiam do fulminante retorno do demônio da névoa. Pessoas gritavam, ninjas aplaudiam, crianças corriam por todos os lados. A fama mundial do rapaz era de fato estonteante, seus feitos o concederam uma reputação indescritivelmente boa entre todos. O rapaz apenas os agraciou com um sorriso extremamente desajeito diante daquela situação, acenando em seguida com uma de suas mãos.

Caminhou por entre a multidão de pessoas que abriam passagem na entrada do vilarejo até o centro comercial, estes que até aquele momento euforizavam com a notícia do novo líder. Qualquer elite, ou até mesmo a própria Rin, não aparecerem à requisição de Shiroshi, que decidiu após dezenas de minutos, que aquele gesto de ausência assimilava-se à um boas-vindas. O rapaz, por mais desajeitado e desinteressado que fosse, agora tinha um compromisso com o povo dali, que também conheciam sua famosa personalidade desleixada. A burocracia havia de ser cuidada por um assistente, pois no que se diz respeito a força bélica, o demônio branco seria mais do que o necessário. Atravessou por fim toda aquela situação, alcançando a entrada do gabinete, momento este que se deu pela dispersão das pessoas e da euforia.





Considerações:
-> Aparência como na ficha, as duas katanas criadas embainhadas no lado direito da cintura; máscara guardada num bolso interior do kimono; kibas na cintura ao lado esquedo; bolsa de armas na coxa direito; tudo fácil acesso.

-> Vim daqui: http://www.narutorpgakatsuki.com.br/t51002-conceitualidade#318359 - 24hrs

-> 48hrs rules~

-> Bom, assumi o cargo máximo do vilarejo, vide regras de invasão. Minha fama, antes caída em -20 por fuga do vilarejo, agora fica do jeito que está pelo +20 do cargo de Kage.


Descrições
Ativo:


Kanchi no Jutsu - 275m²
Descrição: A técnica de detecção permite que o sensor tipo shinobi para detectar e rastrear alvos através de suas assinaturas de chakra. A gama de esta técnica varia entre os sensores.
Armas/Equipamentos:


Kiba
Rank: S
Descrições: Kiba (牙; literalmente significa "Presas"): Espadas gêmeas que são imbuídas de um raio que aumenta seu poder de corte. Elas são ditas as espadas mais afiadas já forjadas. Elas também são chamadas de "Espadas de Trovão" (雷刀, Raitō).
Habilidades da Arma: Conhecidas como as espadas mais afiadas já forjadas, ao serem banhadas em eletricidade se tornam capaz de cortar qualquer coisa até uma vez por turno - Rank S. Podem em conjunto de um portador manipulador de eletricidade (afinidade ou perícia) lançar manipulações de Raiton de até Rank A.
Hoshikudaki (星砕 Destruidora de Estrelas)
Rank: A - S (Quando banhada em chakra)
Tipo: Lendário
Descrição: Possui um passado obscuro, no qual expõe indagações por todos que a vêem o a manuseiam. Diz a lenda que numa noite em que o chakra emanava pelos céus no país do fogo, houve então, uma chuva estelar, onde era possível avistar vários cometas que escorriam ao redor da atmosfera do mundo ninja. Nessa noite, após o fim dessa chuva, um último cometa, bem maior que os demais que haviam antes passado, começou a traçar os céus; todos os aldeões de vilas e vilarejos se juntaram para apreciá-lo. Porém quando atingia o meio do céu escuro, ele desapareceu com um feixe de luz, e nesse exato momento, em uma velocidade imensa, despencou do céu uma bokuto que emanava uma energia de coloração dourada. Dessa forma fora nomeada de "Destruidora de Estrelas", levando um mito de que fora ela que destruiu aquele cometa. Foi encontrada naquela noite por pescadores que repousavam perto do Lago Toya - um lago antes desconhecido, situado nas redondezas do país do fogo - que foi onde ela aterrissou, e homenageado esse local, cravaram na madeira da bokuto, o nome do lago. Logo após sua misteriosa chegada, surgiram seus possuintes, que a manusearam; alegado pelos mesmos, dizia-se que ela era incrivelmente leve, porém inexplicavelmente resistente, capaz de partir rochas gigantes apenas com seu impacto natural, que era feito por uma habilidade da mesma - capacidade de absorver energia do portador e comprimi-lo e durante o impacto, liberá-lo como uma explosão - e essa fama levou várias pessoas em sua busca, para poderem possuí-la.
Habilidade da Arma: Absorver energia e libera-la em forma de impacto. Não sendo necessária força algum para manuseá-la ou para causar impacto, levando em conta sua habilidade de comprimir e liberar chakra. Capaz de romper barreiras físicas quando banhada em chakra. Capaz de conduzir chakra e elementos naturais, dessa forma, quando banhada em chakra, emana uma aura dourada e se torna bem mais resistente e mais fortes seus impactos.
Custos: 10 Ch para cada impacto que ela causar.
75 Ch para banha-la em chakra e torna-la rank S - 30Ch por post ativo.
Considerações: Possui 1,20m de comprimento.
Fear Mask (恐怖のマスク)
Espécie: Incomum
Rank: A
Descrição: Uma máscara feita a partir de couro humano, tecida e montada em meio ao medo e desespero que resguardavam sobre o tecido que fora arrancado, uma vez, dos vivos. Revestida por uma substância oleosa de uma árvore, deixou-a com uma consistência elástica e em suma, de cor preta. Se liga à uma tira articulosamente montada à mascara, que mantém firme um tapa olho - também preto - no lado direito. Possui sobre a altura da boca, em sua mandíbula, pintado em tinta permanente, um largo sorriso macabro, com dentes e gengivas resplandescentes. Na terminação inferior da máscara, em cada uma das extremidades, existe um resistente filtro de ar que pode ser utilizado para se livrar de gases e componentes tóxicos no ar.
Mecanismos: A partir dos filtros dispostos pela máscara, gases tóxicos e venenos gasosos (até Rank A) se tornam inúteis quando usada a máscara. A máscara é capaz de inutilizar os efeitos de até no máximo cinco venenos/gases/jutsus por batalha/tópico. Reitera-se que cada utilização de gases idênticos contará como uma no limite do quanto a máscara pode suportar.
Shiroshi
Rank: S
Rara
Shiroshi (白死, lit Morte Nívea) é uma katana japonesa rara do estilo daitō, reluzente, resplandece sua beleza e magnitude. Fora uma forja renomeada da lendária e atual artesã e ferreira, Murata Tetsuya. Conhecida por suas forjas conceituais e que se adequam ao conhecimento avançado em que os humanos atingiram, essa garota hilária forjou uma katana em prol da manipulação à distância, adequando a matéria prima utilizada nas lâmina, "tsuba" e "tsuka", eletrodos e componentes elétricos para que reagissem adequadamente à manipulação eletro-magnética. Projetada em prol dos usuários elementares e manipuladores de raio, a katana é resguardada sempre em uma "saya" de cor vinho que possui aproximadamente noventa centímetros de comprimento. A lâmina é forjada em ligas de aço leve de ótima qualidade, no qual fora mesclado com os componentes elétricos, medindo em sua conclusão, cem centímetros de extensão recurvada. No corpo da katana destaca-se a chamativa "tsuba", banhada em ouro que figura um dragão que se enrosca na lâmina gradativamente, possuindo um diâmetro de quinze centímetros. Nota-se também em seus "menukis" e "ito", detalhes trançados em ouro e fio esverdeado. A katana em suma, possui a capacidade de ser manipulá-la através da liberação do elemento Raiton. Fios elétricos se conectam de uma das mãos do portador ao eletrodo principal localizado na tsuba da katana, na qual escorre a eletricidade pelos demais componentes, gastando por essa conexão dez pontos de chakra por turno usado. A katana é arquitetada para que as ordens eletro-magnéticas coordenem perfeitamente os movimentos realizados pela katana. Sua capacidade de conexão é limitada à vinte metros quadrados. Adendo ao fato que a força e velocidade na qual a katana é exercida em manipulação à distância se igualam aos pontos de ninjutsu do usuário.



Shiroshi
Sangue: 880/880
Chakra: 870/900
Estamina: 012/012
Speed: 18m/s

Rokubi
Chakra: 3000/3000

Kiba
RES: 350/350

Hoshikudaki
RES: 280/280

Fear Mask
RES: 280/280

Shiroshi
RES: 350/350
Bolsa de Armas (120):

Kunai: 22 (22)
Shuriken: 24 (24)
Senbon: 48 (24)
Kemuridama: 14 (14)
Hyōrōgan: 20 (05)
Zōketsugan: 20 (05)
Hikaridama: 14 (14)
Fios: 60m (12)

Template by Karma(NRPGA)

LEGENDAS
Narração Falas Pensamentos



If you have time to think of a beautiful end, then live beautifully until the end.
Ver perfil do usuário

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum