Os Imortais
Okina conseguiu destruir Sunagakure, tornando o vilarejo um só com as suas origens, as areias profundas do deserto. O mesmo aconteceu em Kirigakure no Sato, onde a entidade afundou a vila no oceano que o cercava. Porém, ao tentar acabar com Konoha, a inimiga da humanidade falhou sendo impedida pelos novos salvadores do mundo. Abençoados por Hagoromo, os ninjas Mako e Mordred conseguiram selar a adversária criando uma segunda lua pairando sobre o planeta. Passadas algumas semanas, uma seita antiga se reuniu procurando o local onde poderiam ressuscitar Jashin, um deus antigo. Liderados por uma mulher capaz de ouvir a voz do deus, os seguidores subiram a Cordilheira dos Deuses e encontraram uma rocha cheia de selamentos frágeis e acabaram assim liberando um novo inimigo que se diz ter muitos nomes: Kami-sama, Jashin-sama e Shaka-sama. A nova divindade absorveu os poderes da lua onde Okina foi selada e transformou-se totalmente, porém, uma quantidade estranha de chakra vazou e espalhou-se no planeta inteiro.O novo inimigo da humanidade marcou três vilarejos: Konoha, Iwa e Kumo. Mas quais são seus verdadeiros planos? E quem é a pessoa que despertou depois de muitos anos?
.
.
.
.
.
Últimos assuntos
» [M.F] Wings
Hoje à(s) 13:29 por DouglasCapiotti

» [Banco] Shiroi
Hoje à(s) 13:26 por DouglasCapiotti

» [comprar tecnicas] Shiroi
Hoje à(s) 13:25 por DouglasCapiotti

» [Ato] Reconhecimento Glorioso
Hoje à(s) 13:22 por Yagami

» [História] O Arqueiro Astuto
Hoje à(s) 13:11 por Yagami

» [ CAP - Espec. & H.U ] Resgatando Almas.
Hoje à(s) 13:11 por Olsen

» [Capítulo] Ascensão Hatake: Voe
Hoje à(s) 13:07 por Yagami

» [Ato] Hyakuya - Ajuste de contas
Hoje à(s) 13:07 por Yagura26

» [SOLO] O Inferno Espiral
Hoje à(s) 12:56 por Oda

» 2) Solicitações de Missões
Hoje à(s) 12:56 por Flare

» 1) Solicitações de Roleplay (Plotting)
Hoje à(s) 12:11 por Yagura26

» [Missão Rank C] O Professor - Julian Kyor
Hoje à(s) 11:58 por Julian Kyor

» [Capítulo] The Cursed Jaguar
Hoje à(s) 11:49 por Summer

» [Criação de Químicos] Joe Sato
Hoje à(s) 11:47 por Tenshin

» [Missao B] Notice me senpai - omoii
Hoje à(s) 10:49 por IWannaKnow

» [M.S] Naoki
Hoje à(s) 10:39 por Summer

» status
Hoje à(s) 10:37 por DelRey

» mod
Hoje à(s) 10:36 por DelRey

» [M.F] Naoki
Hoje à(s) 10:36 por DelRey

» [Missão C] Busca por chá
Hoje à(s) 10:28 por IWannaKnow


Convidado


22/7/2018, 13:34
Mensagens: 0
Geral
RPG
Ficha de personagem
Rank:
Perso:
HP:
CK:
ST:

Notificações
Não há notificações
Resetar as notificações

<

[Missões Rank D] Hyuuga Yukimaru e Yamanaka Mei

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo


Floricultura da Vila

Descrição: A garota que cuida da floricultura agora é uma Kunoichi (ninja) médica muito atarefada, sua missão é cuidar da Floricultura enquanto ela está fora! Se tem alergias a flores, use uma máscara!


Estava eu, em frente a entrada da casa do Hokage, segurando um pergaminho que claramente era um pedido de missão do mesmo. Porém, recebi um outro pedido inusitado, fazer a missão em conjunto com outro gennin, que também estava começando, curioso, pensava comigo mesmo na razão de tal decisão, será por eu estar começando? por ser minha primeira missão? Bom, apenas obedeci, e encostado na lateral esquerda da porta, observando as crianças que passavam pela entrada do terreno que ficava logo a frente brincando sorridentes, o clima era bom, um pouco nublado, fazia um frio razoável, nada demais, ventava muito, meus cabelos eram lançados para a direção contraria do mesmo, então fecho os olhos, e apenas aguardo o meu companheiro, para que possamos concluir o pedido do Hokage.


_______________________



''Mesmo depois de perder tudo o que é mais caro a você...Mesmo depois da exaustão total da sua mente e do seu corpo...Se, mesmo depois de tudo isso, você ainda tiver algo que não consegue abandonar, então essa é a sua verdade, que ninguém pode tirar de você...''










Ficha de Yukimaru | Banco de Yukimaru
avatar

Era próximo ao meio dia enquanto eu caminhava em direção a casa do hokage para um missão que recebi, estava apressada pois precisava chegar rapidamente, me distraí conversando com a minha mãe em casa e isso tomou uma boa fração de meu tempo. Havia uma brisa constante por todo ambiente, estava nublado e isto dava uma sensação de um frio leve. 

Me aproximando do local estava um pouco irritada com aquele vento jogando minha franja em meus olhos mas logo esse sentimento se foi, algumas crianças brincavam por ali e vê-las foi realmente divertido. Também pude observar aquele que provavelmente era meu parceiro nesta missão em que fomos designados, seus cabelos eram longos e voavam levevemente junto ao vento, me aproximei devagar para cumprimentá-lo com uma reverência quando tive uma surpresa, eu o conhecia, Hyuuga Yukimaru. 

Me aproximei um pouco sem jeito naquela situação, naquele dia eu resolvi me vestir mais apropriadamente para uma missão, me encontrava com uma blusa branca de mangas compridas, ela era completamente fechada e possuía um capuz, meu cabelo estava preso atrás e somente minha franja se encontrava solta, minha bolsa de armas se encontra em minha cintura acima de uma calça  azul claro, também com um tecido leve e que possuía bolsos. Graças a estes podia carregar comigo um caderno para caso eu precisasse de um. Retirei o caderno de meus bolsos, e vi que não era meu caderno normal e não lembrava de tê-lo comprado, não tempo pra isso agora, pensei comigo por estar atrasada, reverenciei-o e mostrei-lhe uma página na qual escrevi apenas um bom dia, estava bem nervosa e não consegui pensar em mais nada.

Esta é minha primeira missão e estou bem empolgada.

_______________________

Me ensinaram a seguir, a lutar e não deixar as paredes me pararem nem as curvas desviarem meu foco ... Luto para mostrar para aqueles cujo muro é expesso que com um pouco mais de impulso se torna apenas memória empoeirada.

avatar

Mas que destino maldito! Sempre me proporcionando surpresas, a bruxinha estava ali! Seriamos bons parceiros? bom, veremos. Ela estava linda, e que maldito jeito de se vestir que sempre me chamava a atenção, a suavidade presente em seu jeito sempre me fazia viajar por instantes, logo recobrei-me à realidade, pois tínhamos um dever a cumprir e isso, estava acima dos meus interesses em questão. Retribuo a reverência, e ao ler o Bom dia, percebo que teria que me acostumar com aquela forma de se comunicar, respondo então:

-Ora, Bom dia bruxinha! Que mundo pequeno, não? Acho que vamos ser parceiros dessa vez! Espero que não seja um peso, Há! - Falo com um tom sátiro, pois era óbvio que tudo o que eu queria era vê-la novamente, mas mais uma vez, tive que me trazer de volta a realidade, e focar em nossa missão.
A missão nos mandava tomar conta de uma floricultura de konoha, e por sorte, já havia visitado aquela loja outrora, então, pego na mão da linda moça que estava à minha frente, e saio a arrastando por meia vila, até chegarmos ao local que nos foi designado, logo percebo que trancada estava a porta, abro novamente o pergaminho, e percebo uma chave acoplada no mesmo adentramos, e noto que a loja parecia bem organizada, acredito que não seria dificil o trabalho em questão, todas separadas por cor, espécie, e até mesmo, por objetivos especiais, em cima do balcão estava um bilhete com alguns dos afazeres e recomendações, e a primeira delas era regar todas as flores que ali estavam, mas tinha uma quantidade certa, enfim, acabei me embolando todo com essa questão da irrigação, então entreguei essa parte para o anjinho Mei, a outra tarefa, era colocar todos os sacos de fertilizantes em uma dispensa próxima, então apenas olhei para Mei e disse:

-Acho que é aqui que nos separamos por hora!


Sorri de leve, e fui em direção à parte lateral da loja, apenas um vidro me separavam à estufa, onde estavam as flores, eram aproximadamente 15 sacos, me agachei próximo a eles os encarando, e levanto um para medir o peso, concluo que para mim, eral muito leves, pesavam aproximadamente 30kg, então consegua empilhar 5 de cada vez, e com destreza, levar para a dispensa, repeti a mesma ação pelo menos três vezes, porém errei em achar que eram somente aqueles sacos, ao olhar o outro lado da sala, um pouco mais próximo do vidro que separava a área lateral da estufa, estavam jogados aproximadamente 20 sacos, bufei, e então voltei a empilhar os fertilizantes, e ir levando para a dispensa, que por sinal, estava ainda mais distante tanto que após repetir por 4 vezes a mesma ação, já era visível o suor escorrer em meu rosto, meus momentos de incentivo eram l as vezes em que olhava para a estufa, com o objetivo de trocar olhares ''sem intenção'' com a garota que lhe acompanhava, na qual fazia a outra parte da tarefa. Em poucos minutos havia terminado, então, me movo para perto de minha companheira e pergunto com um sorriso no rosto:

-Precisa de alguma ajuda bruxinha?

_______________________



''Mesmo depois de perder tudo o que é mais caro a você...Mesmo depois da exaustão total da sua mente e do seu corpo...Se, mesmo depois de tudo isso, você ainda tiver algo que não consegue abandonar, então essa é a sua verdade, que ninguém pode tirar de você...''










Ficha de Yukimaru | Banco de Yukimaru
avatar

Ele me cumprimentou e logo abriu o pergaminho, a missão era cuidar de uma floricultura na ausência de sua dona. Ele me deu um susto ao pegar em minha mão e sair me arrastando e acabei puxando-a involuntariamente, fiquei com medo de ele ficar chateado mas parece que ele não se importou, não era como se odiasse ele fazer isso mas simplesmente não podia lidar com ele pegando minha mão assim do nada... pensando sobre o assunto eu me constrangeria ainda mais se ele me avisasse ou algo assim. 

Seguimos nosso caminho caminhando em silêncio, não havia muitas pessoas caminhando pela rua, era horário de almoço então a maioria das pessoas por ali estavam no ichikaru ramen ou outro lugar em que pudessem comer. Caminhar em todo este silêncio me deixou bem apreensiva.

Logo chegamos a floricultura, ele abriu a porta e nós adentramos o local, ali estava tudo organizado e bem limpo. Havia flores que realmente se destacavam dentre as outras naquele local, algumas rosas vermelhas, alguns lírios e outras que também eram consideravelmente bonitas. Também haviam algumas flores que possuíam fichas detalhadas sobre seus efeitos, e outras que pareciam exirgir bastante cuidado, sejam por serem frágeis. Enquanto caminhava olhando o lugar comecei a ler a ficha de uma delas que dizia que ela poderia ser usada para interromper a ação de um certo tipo de veneno, aquelas informações realmente me instigavam a continuar lendo mas precisava conferir com o hyuuga quais seriam nossas tarefas ali. Ao me aproximar ele me disse qual era minha tarefa, parece que ele não estava á toa enquanto me distraí, pensei eu admirando o foco com que ele estava durante a missão. Ele caminhou para longe passando entre as flores dispostas sobres algumas prateleiras, foi uma visão um tanto quanto interessante, pensei comigo se ele se sentia confortável em um ambiente como este.

Minha tarefa era cuidar das plantas ali, irrigá-las se necessário e também cuidar da recepção da loja. Felizmente a loja naquele momento estava vazia pois não sabia como exatamente ia lidar com os cliente sendo assim comecei a ler as instruções de como cuidar das flores para que eu pudesse começar.Haviam algumas regras gerais como manter as flores em um local iluminado mas não muito quente, a água nunca poderia estar acima das folhas no caule para plantas em água, também dizia para não aguar em excesso pois isso propiciaria o desenvolvimento de fungos e bactérias que prejudicariam o desenvolvimento da planta. Aquela informações eram realmente interessantes mas precisava começar, primeiro cuidei para que algumas orquídeas estivessem em lugar com um pouco mais de luz do que onde estavam antes pois na parte mais escura estava bem frio, e estas flores deviam permanecer entre 21°C e 30°C, águei algumas plantas em que a superfície do substratos se encontrava seca. As rosas são flores que precisam de bem pouca água, somente as que ainda não haviam florescido precisavam que fosse colocado apenas um pouquinho de água. Cuidei também para que o escoamento de água de alguns lírios estivesse funcionando bem e colhi algumas folhas para a produção de um remédio.

Assim que acabei de cuidar das flores ali uma mulher de cabelos castanhos curtos, um pouco mais alta que eu, que aparentava possuir uma idade em torno de quarenta anos adentrou aquele local, eu a observei enquanto ela caminhava em direção a plantas medicinais que se encontravam mais ao fundo, o corpo dela mostrava que ela treinava então provavelmente era uma kunoichi e seu semblante firme, ela não parecia ter dúvidas do que veio buscar ali e logo voltou com o que queria. Colocou uma certa planta sobre a mesa, me deu um breve sorriso e me perguntou se estava eu estava ajudando a dona da loja, enquanto procurava em uma tabela sobre o preço acenei com a cabeça que sim enquanto sorria buscando ser simpática com a cliente, apontei para o preço, ela me olhou com um olhar curioso mas não me perguntou nada, e apenas saiu após pagar. Reverenciei-a agradecendo, me voltei para o caixa para deixar o dinheiro ali e anotar sobre a venda feita. Ufa, pensei comigo, é bem estranho interagir com pessoas que você não conhece, ainda que detrás de um balcão.

Aquele dia ninguém mais apareceu, provavelmente seus clientes estava cientes de que ela estaria ocupada e pensaram que a loja não abriria, sorte minha, pensei e ri baixinho. Já era chegada a hora de fechar a loja quando ele voltou de seu serviço, ele estava um pouco sujo do serviço, uma gota de suor escorria da sua testa e enquanto ele caminhava passeava em minha direção para dizer algo ele se mistura a floricultura como um todo fazendo parecer que eu estava vendo uma pintura, ou lendo algum de meus romances enquanto imaginava aquela cena - ali bem real - acontecendo. Ele me preguntou se eu precisava ainda de alguma ajuda, e eu respondi com a cabeça que não. Não me importaria de uma rosa, ou lírio, ou os dois quem sabe, mas é claro que não escreveria isso pra ele. 

Olhar para aqueles olhos realmente me deixa sem jeito.

_______________________

Me ensinaram a seguir, a lutar e não deixar as paredes me pararem nem as curvas desviarem meu foco ... Luto para mostrar para aqueles cujo muro é expesso que com um pouco mais de impulso se torna apenas memória empoeirada.

avatar

Missões Rank D são feitas em apenas UM único post. Não precisa ser tão grande desse jeito, mas, anyway, aprovado.

_______________________

彼らはそれを魔法と呼ぶ
avatar
Chūnin
Chūnin

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

resposta rápida

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum